Reportagens de Critica Investigação e Opinião
REPORTGENS, CRÍTICAS E INVESTIGAÇÕES DO CYBER-RERPORTER + SECRETO DO MUNDO Blog Nacionalista e Monárquico (UM AVISO: AQUI NÃO VAI ENTRAR O NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO BLOG MONÁRQUICO E NACIONALISTA)
07
Ago 17

Esta coisa que em teoria serviria para as comunicações dos serviços de emergência, tem vindo a dar barraca desde da sua criação que foi uma Parceria Público-Privada entre o desgoverno de Guterres e a Portugal Telecom do Sr. Bava e quem assinou por parte do desgoverno foi o ministro da administração interna da altura, um tal de António Costa, e do lado do consórcio do SIRESP havia uma tal de Constança Urbano de Sá.

Os governos têm passado e com a miséria como estão as florestas da nação chamada Portugal e com os vários interesses escondidos no negócio do combate aos incêndios e uns anos há mais danos causados outros nem por isso porque vai existindo alguma coordenação no combate ou menos área para ser queimada, entre outrtas varíaveis; mas acontece que este ano a tecnologia fornecida pela PT tem metido mais água do que a defesa do Sporting e com consequências graves.

Devido a negligência em que se encontra a floresta em Portugal e com a plantação selvagem de eucaliptos, o conceito de época de incêndios entrou depressa no léxico nacional, sendo algo tão típico como a época dos morangos ou as festas de Verão como as festas de Lisboa; e este ano os números voltam a entrar nas trevas da tragédia humana ao mesmo tempo que esta nação tem um governo negligente e não venham por a culpa no governo anterior porque quem assinou o contrato do SIRESP foi o PS.

Os governos, melhor, os desgovernos têm passado e o problema chamado SIRESP tem vindo a se agravar ao longo dos anos e as recentes tragédias do Pedrogão e de Mação vieram provar que este sistema de comunicações nunca deveria de ter sido implementado e que os desgovernos deveriam de ter optado por soluções mais simples como rádio-transmissão militar ou telefones satélites seriam mais eficientes do que usarem rede de telemóvel e com as antenas próximas ou instaladas em árvores (engnheiros geniais) e esta mesma rede assim que as coisas aqueceram .... o SIRESP deu simplesmente o berro, num contrato que custa milhões de euros ao erário público todos os anos e nenhum governante tem coragem para dar um murro na mesa e acabar com a mama.

Pelo que se sabe um dos ramos da gerigonça já começou a questionar a atitude do desgoverno, mas o lado estalinista ou como alguns chamam "social-fascista" está a dar cobertura ao desgoverno do Führer Costa e a "verdadeira" oposição atirou-se que nem gato a bofe ao desgoverno, ao ponto de pedir a demissão da ministra das festas e dos cocktails devido a esta ser responsável pela actual situação da protecção civil, mas longe de ela ser a única responsável; e não é a única porque existem outros responsáveis que não dão tanto nas vistas porque as falhas ou não causaram tantos danos ou foram menos escrtuinados pela imprensa.

É um facto claro que a ministra falhou e tem que assumir as culpas e uma da forma de corrigir o erro era acabar com o SIRESP e se usar um sistema de comunicações mais simples como telefones por satélite ou rádiuo-transmissões militares e estas últimas ficariam de graça ao desgoverno pois se trata de um serviço da sua alçada e sempre o batalhaão de comunicações poderia puxar dos seus galões e sabemos que este mesmo batalhão teve papel-chave no 25 de Abril.

Todavia desde da entrada no euro ou mesmo na sua projecção esta nação se meteu a gastar dinehiro como não houvesse amanhã e o Euro 2004 foi apenas uma parcela de uma conta muito maior cujo maior alimento foram as PPP's tão queridas dos governos socialistas e que não passam de buracos negros cósmicos para que o dinheiro dos contribuintes e dos fundos europeus se suma sem saber para onde.

 Solução imediata na minha opinião, como eu ja disse, seria o fim unilateral do SIRESP antes que hajam mais tragédias porque esta nação já tem a sua dose de tragédias ligadas aos incêndios florestais e a negligência a que estão votadas as florestas nacionais e já que não existe profilaxia anti-incêndios, então que haja medicação eficiente e esta mesma eficiência passa pelo fim do SIRESP.

E ficam as minhas perguntas como sempre sem resposta: Quem ganha e quem perde com o SIRESP? Quando cortam de vez com esta maldita PPP? Estão a espera que hajam mais tragédias?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

publicado por tron às 12:40
|  O que é? | favorito
sinto-me:
música para pensar: Money - Pink Floyd
Agosto 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
links
blogs SAPO