Reportagens de Critica Investigação e Opinião
REPORTGENS, CRÍTICAS E INVESTIGAÇÕES DO CYBER-RERPORTER + SECRETO DO MUNDO Blog Nacionalista e Monárquico (UM AVISO: AQUI NÃO VAI ENTRAR O NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO BLOG MONÁRQUICO E NACIONALISTA)
16
Out 17

Constança Urbano de Sousa, ministra que tem a pasta administração interna, está cada vez mais em estado de desgraça com a tragédia dos incêndios onde não assume a clara responsabilidade política porque em dois anos de Geringonça não fez nada para que este martírio fosse pelo menos minimizado e cada vez se torna mais trágico e quando não é a tragédia dos incêndios é a situação social das forças das ordem que segundo as associações sindicais está pior do que nos tempos da troika.

Constança Urbano de Sousa está para o MAI como estiveram Alberto Costa ou Manuel Pereira (famoso por ter sido o ministro por detrás do Sexos e Molhados), resumindo, uma incompetente encartada que nunca deveria de ter pisado o soalho de S. Bento a não ser como visitante porque de resto nem para empregada de limpeza serviria porque a incompetência desta senhora é de bradar aos céus e maior estúpido foi quem a nomeou .

Quando aconteceu a tragédia de Entre-os-Rios a pressão popular foi o suficiente para que o ministro das obras públicas da altura: Jorge Coelho tivesse a dignidade de se demitir, agora com a tragédia dos incêndios e com os relatórios e um desgoverno que não assume as culpas dos erros na prevenção dos fogos que todos nós sabemos serem de origem criminosa e com tanto dinheiro que existe dos impostos e que nos tem caído no colo dos fundos europeus não me venham dizer que não tem forma de investir na prevenção por que com a carga fiscal que existe em Portugal não me venham dizer que não poderiam investir a fundo na prevenção.

Uma das formas seria pegar nos beneficiários do RSI e lhes dando transporte e comer e colocar-los a limpar a floresta durante o Inverno e Primavera e depois aí queria ver se aqueles romenos que adoram andar de borla no metro de Lisboa se não davam o pisganço de Portugal porque esta gente tem fobia ao trabalho e ao mesmo tempo os que quisessem trabalhar na limpeza das matas e florestas faziam um serviço a nação.

Estou farto do desgoverno da Gerigonça, sobretudo da ministra Constança Urbano de Sousa que não há meio de sair do desgoverno e as comunicações falham por todos os lados ao ponto de nem o 112 estar a funcionar devido ao elevado número de fogos deste fim-de-semana e o pedido desesperado de ajuda de centenas de portugueses que não sabem o que hão-de fazer quando se encontram cercados pelo fogo e não encontram qualquer saída.

Os bombeiros atingiram o ponto de ruptura, tal como no último verão e vão começar as correntes de ajuda aos soldados da paz, mas nem a incompetente, nem o usurpador e muito menos o fala-barato apareceram quando deveriam de aparecer não aparecem e assim mostram o quão são incompetentes e sobretudo inúteis a sociedade como seres humanos e que não têm nível para desempenhar o cargo para o qual foram nomeados.

Felizmente tive a sã consciência de não votar em nenhum deles e com nabos como estes nos cargos de poder depois admirem-se que hajam abstenções de 40% ou mesmo 50% nas eleições municipais, obrigado, as pessoas estão fartas da fétida república que cheira pior que uma perna com gangrena e que já chegou a hora de ser amputada e ser trocada por outra perna mais útil para a nação.

Na hora que estou a escrever este artigo já temos que amargar com 31 mortos causados pelos incêndios para não falar nos prejuízos materiais e nas estradas e vias férreas cortadas por causa dos incêndios e um bebé desaparecido, provavelmente morto.

Começo a ficar a ferver com tamanha incúria de um governo ou melhor desgoverno que se limita a governar conforme os sindicatos que são comandados pelos braços da gerigonça em vez de governar como um desgoverno de minoria se baseando em pactos de regime ou negociando lei a lei e foi assim que Guterres se aguentou 4 anos sem sofrer muito por parte da oposição.

O presidente da república mostra a sua inutilidade estando calado não se mexendo nem reagindo, nem sei como consegue dormir com a nação neste estado e se a senhora Constança continuar no governo, não sei se terão que ser tomadas medidas mais drásticas que levem a resolução ao problema dos fogos que nos assola de uma forma trágica que já ultrapassou todos os limites do tolerável e o presidente da república que se diz supremo magistrado da nação tem que puxar dos galões senão podemos o considerar como cúmplice desta incúria que já causou dano demais para uma nação tão pequena e os incêndios que se registam no Minho já passaram a fronteira.

O mesmo presidente da república que é comandante supremos das forças armadas não ordena nem ordenou que a força aérea use meios para combater os fogos como se faz nos EUA, mas nos EUA nem é preciso o Trump assinar seja o que o for, basta o pedido dos bombeiros locais ou do presidente de uma câmara municipal ou mesmo governador estadual e não é preciso o presidente mobilizar os meios. No caso dos EUA se as FA têm que ir ajudar, vão e mais nada e aqui em Portugal é preciso a ordem do chouriço de Belém.

Se um qualquer oficial da Força Aérea em sã consciência do seu dever de defender a pátria mande um grupo de homens ou um avião de combate a fogos sem a devida autorização do pastel de Belém é logo considerado um acto de insubordinação e o mesmo militar seria sumariamente despedido do seu cargo e os incompetentes continuavam o banquete que têm tido a nossa conta nos últimos anos e os otários a aparar esta orquestra que está a pedir para ser corrida e depois não se admirem que possam aparecer uns quantos a pedir que o Salazar volte ou que se faça algo de drástico porque ninguém tem a coragem para o fazer.

Como sempre ficam as minhas perguntas: Porque raio o presidente da república não toma medidas como ordenar que a Força Aérea ajude no combate aos fogos? Porque a ministra Constança não se demite? Porque o Presidente do Conselho ainda a mantém como ministra? Quem ganha com esta situação? Quantos mais têm que morrer para que hajam medidas drásticas? Estão espera de quê para se mexerem? Afinal para que nos serve a república e o seu presidente?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

 

publicado por tron às 12:43
|  O que é? | favorito
sinto-me:
música para pensar: Alma Mater - Moonspell
07
Ago 17

Esta coisa que em teoria serviria para as comunicações dos serviços de emergência, tem vindo a dar barraca desde da sua criação que foi uma Parceria Público-Privada entre o desgoverno de Guterres e a Portugal Telecom do Sr. Bava e quem assinou por parte do desgoverno foi o ministro da administração interna da altura, um tal de António Costa, e do lado do consórcio do SIRESP havia uma tal de Constança Urbano de Sá.

Os governos têm passado e com a miséria como estão as florestas da nação chamada Portugal e com os vários interesses escondidos no negócio do combate aos incêndios e uns anos há mais danos causados outros nem por isso porque vai existindo alguma coordenação no combate ou menos área para ser queimada, entre outrtas varíaveis; mas acontece que este ano a tecnologia fornecida pela PT tem metido mais água do que a defesa do Sporting e com consequências graves.

Devido a negligência em que se encontra a floresta em Portugal e com a plantação selvagem de eucaliptos, o conceito de época de incêndios entrou depressa no léxico nacional, sendo algo tão típico como a época dos morangos ou as festas de Verão como as festas de Lisboa; e este ano os números voltam a entrar nas trevas da tragédia humana ao mesmo tempo que esta nação tem um governo negligente e não venham por a culpa no governo anterior porque quem assinou o contrato do SIRESP foi o PS.

Os governos, melhor, os desgovernos têm passado e o problema chamado SIRESP tem vindo a se agravar ao longo dos anos e as recentes tragédias do Pedrogão e de Mação vieram provar que este sistema de comunicações nunca deveria de ter sido implementado e que os desgovernos deveriam de ter optado por soluções mais simples como rádio-transmissão militar ou telefones satélites seriam mais eficientes do que usarem rede de telemóvel e com as antenas próximas ou instaladas em árvores (engnheiros geniais) e esta mesma rede assim que as coisas aqueceram .... o SIRESP deu simplesmente o berro, num contrato que custa milhões de euros ao erário público todos os anos e nenhum governante tem coragem para dar um murro na mesa e acabar com a mama.

Pelo que se sabe um dos ramos da gerigonça já começou a questionar a atitude do desgoverno, mas o lado estalinista ou como alguns chamam "social-fascista" está a dar cobertura ao desgoverno do Führer Costa e a "verdadeira" oposição atirou-se que nem gato a bofe ao desgoverno, ao ponto de pedir a demissão da ministra das festas e dos cocktails devido a esta ser responsável pela actual situação da protecção civil, mas longe de ela ser a única responsável; e não é a única porque existem outros responsáveis que não dão tanto nas vistas porque as falhas ou não causaram tantos danos ou foram menos escrtuinados pela imprensa.

É um facto claro que a ministra falhou e tem que assumir as culpas e uma da forma de corrigir o erro era acabar com o SIRESP e se usar um sistema de comunicações mais simples como telefones por satélite ou rádiuo-transmissões militares e estas últimas ficariam de graça ao desgoverno pois se trata de um serviço da sua alçada e sempre o batalhaão de comunicações poderia puxar dos seus galões e sabemos que este mesmo batalhão teve papel-chave no 25 de Abril.

Todavia desde da entrada no euro ou mesmo na sua projecção esta nação se meteu a gastar dinehiro como não houvesse amanhã e o Euro 2004 foi apenas uma parcela de uma conta muito maior cujo maior alimento foram as PPP's tão queridas dos governos socialistas e que não passam de buracos negros cósmicos para que o dinheiro dos contribuintes e dos fundos europeus se suma sem saber para onde.

 Solução imediata na minha opinião, como eu ja disse, seria o fim unilateral do SIRESP antes que hajam mais tragédias porque esta nação já tem a sua dose de tragédias ligadas aos incêndios florestais e a negligência a que estão votadas as florestas nacionais e já que não existe profilaxia anti-incêndios, então que haja medicação eficiente e esta mesma eficiência passa pelo fim do SIRESP.

E ficam as minhas perguntas como sempre sem resposta: Quem ganha e quem perde com o SIRESP? Quando cortam de vez com esta maldita PPP? Estão a espera que hajam mais tragédias?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

publicado por tron às 12:40
|  O que é? | favorito
sinto-me:
música para pensar: Money - Pink Floyd
14
Ago 16

A ministra da administração interna da gerigonça, Constança Urbano de Sousa voltou a afirmar na SIC Notícias que o MAI tem meios para controlar os fogos e colocou as culpas na meteorologia para o descontrolo dos fogos porque segundo a mesma não se previa o calor extremo que se sente nem as rajadas de vento que ajudam a aumentar a força das chamas e não falou na falta clara de meios para o combate aos fogos e a falta de vontade dos vários desgovernos da república para apostarem na prevenção de incêndios florestais.

Como não bastasse esta falta de vontade dos vários desgovernos na prevenção, a actual ministra da administração interna mostrou um desinteresse na situação porque quando a coisa estava mesmo feia como o fogo dantesco da Madeira, estava a senhora ministra na festa da revista Flash no Algarve e não saiu da festa para saber o que se passava ou aquilo que o seu ministério deveria de fazer e esta incompetência se estende ao resto da Gerigonça porque o ministro da defesa não dá ordem para os aviões da Força Aérea que estão equipados para combate aos incêndios levantarem voo e cumprir a sua função.

 E os incêndios florestais fazem todos os anos mais estragos e mais vítimas e a prevenção parece esquecida e poderiam ver neste ponto, a quantidade de eucaliptos plantados em Portugal sobretudo em zonas que são cronicamente afectadas por estes mesmos incêndios e ninguém pensa em arrancar esta maldição das nossas florestas, porque o termo é mesmo este, maldição enquanto espécies nativas do sul da Europa como os carvalhos, sobreiros e pinheiros estão esquecidos na silvicultura e onde se plantam os eucaliptos tudo seca a volta devido a exigência hídrica da mesma planta e a introduziram devido a produção de pasta de papel, mas o pinheiro é outra boa fonte de polpa embora demore mais tempo para que um pinheiro fique produtivo e ainda temos que contar com os pinhões que valem literalmente o seu preço em ouro.

A existência de plantações de eucaliptos ou de grandes plantações não tem razão de ser porque Portugal imposta pasta apesar dos milhares de eucaliptos que estão plantados em Portugal e neste ponto os ministérios do ambiente e da agricultura poderiam corrigir erros dos governos anteriores e uma forma de corrigir estes erros anteriores seria a criação de subsídio para o arranque de eucaliptos e a sua substituição por outras árvores, mas nada é feito sabe-se lá devido a interesses escondidos e que financiam a máquina política da república.

Estas forças ocultas que têm vindo a sustentar o poder político da república nos tempos mais recentes e que estão a frente de todos e ao mesmo tempo ninguém sabe quem são, mas há certas épocas no ano onde estes interesses ocultos saltam mais a vista e uma delas é o Verão onde há interesses instalados como as empresas de combate aos fogos quando temos a Força Aérea que tem equipamentos para combate aos fogos e a ministra da administração interna que no seu analfabetismo político e social diz que a Força Aérea não tem meios para combate aos incêndios, mas afinal tem de tal forma que em 1988 quando foi o incêndio do Chiado chegaram a estar de prontidão.

Gostava de saber o que esta senhora está a fazer num cargo de tanta importância e se tem competência para tal porque ainda estávamos em estado de choque com os fogos que massacravam esta nação como o da Ilha da Madeira veio um oficial da Força Aérea colocar os meios que este ramo das Forças Armadas têm desde há muito tempo e desde que meteram os privados no combate aos fogos têm estado parados.

Mas a senhora ministra veio defender uma suposta estratégia de combate aos fogos coordenada entre o seu ministério, a protecção civil e outras entidades, leia-se os privados que vão lucrando com os incêndios e ainda leva paninhos quentes do ministro da defesa que ainda apoia as bacorada que diz e é nestas alturas que se vê a competência ou incompetência de um qualquer governo e a incompetência da Gerigonça é gritante.

Ficam as minhas perguntas como sempre sem resposta: Porque esta senhor ministra não larga as festas da Flash e é uma ministra de tempo inteiro? Afinal que Gerigonça é esta? Porque não usam a Força Aérea para combater os fogos? Quem ganha com os incêndios? Quando é que este suplício pára?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

 

publicado por tron às 13:00
|  O que é? | favorito
sinto-me:
música para pensar: Death on Two Legs - Queen
11
Ago 16

Todos os anos por esta altura do ano além das touradas na televisão e da Volta a Portugal em Bicicleta, há outra "tradição" em Portugal que nada tem a ver com as outras e que cada vez faz mais danos e vítimas com a incúria dos vários ministros que têm o dever de evitar esta mesma "tradição" e vos estou a falar dos incêndios florestais que massacram todos os anos Portugal sempre por esta altura do ano.

Muito se fala e cada vez menos se faz na prevenção e depois aparece o ministro do ambiente a deitar água na fervura a dizer que poderia ser pior, mas pior do que este ano onde todos os distritos de Portugal Continental têm pelo menos um incêndio no seu território, o que pode ser pior do que isto e ainda temos que juntar a hecatombe da Madeira que parece o incêndio de Roma em 64 d.C. e que tal como o da Madeira teve origem criminosa.

Felizmente há particulares e empresas ajudar os bombeiros e ainda temos que falar do governo de Timor-Leste e dos governos de Marrocos e de Itália que ao contrário de Portugal têm esquadrilhas próprias anti-incêndios e cederam meios aéreos e o governo da antiga província ultramarina portuguesa a meio caminho entre a Ásia e o Pacífico decretou a doação de dois milhões de dólares para os bombeiros para as populações afectadas.

O Bola de Ouro vai mandar um donativo generoso para a sua terra e dois bancos abriram contas solidárias para os bombeiros, claques e clubes de futebol fazem angriações e isto tudo um bonito de se ver, mas aonde está a prevenção e não me venham com a desculpa das florestas que são propriedade privada porque nestes últimos casos não são raros os casos de proprietários multados por limpar a suas zonas florestais.

Não sei porque em tempos de crise acentuada ainda se usam meios de empresas privadas quando temos uma esquadrilha especializada da Força Aérea em incêndios como Espanha e Marrocos têm, aliás devemos de ser a única nação do mundo dito civilizado que não tem uma esquadrilha destas seja ela militar ou dos bombeiros ou dos parques florestais (como nos EUA), mas aqui em Portugal são mais ricos e querem continuar a sustentar este grande negócio que deve estar a suportar o poder político da república e por isso não se interessam nem em prevenir os incêndios florestais nem a punirem os incendiários porque há muito dinheiro escondido neste atentado terrorista chamado época de incêndios e falam em época como estivéssemos a falar da época dos melões ou dos dióspiros.

Chega desta conversa de época de incêndios e está mais do que do tempo de se investir na prevenção e como a chamada biomassa que são os detritos florestais podem ser usados como fonte de energia atravês de queima em centrais térmicas, a limpeza das florestas seja ela feita pelo Estado ou por particulares com a venda dos respectivos detritos vegetais nos pouparia rios de dinheiro em carvão e petróleo e não tínhamos os actos terroristas chamados incêndios florestais porque mesmo com o aquecimento global, Portugal não tem os picos de calor como tem a Austrália ou a Califórnia onde por muito boa que seja a prevenção, estes mesmos picos de calor inflamam a resina das árvores e estes mesmos incêndios são quase sempre notícia principal nos telejornais.

Se tanto o ministério da justiça, como o do ambiente ou administração interna não fazem puto em relação ao problema dos incêndios, sobretudo na prevenção, então façam um favor a nação e demitam-se ou despromovam os respectivos ministérios para secretarias de estado dependentes directamente do primeiro ministro porque não estão a cumprir com os respectivos deveres e como tal devem apresentar a demissão e os suportes desta gerigonça que nos governa: PAN, CDU (PCP +PEV) e BE devem questionar a atitude do governo perante os incêndios e como é o casos exigir responsabilidades, mas se estão calados como está o governo então são taõ bons quanto os incendiários estão de acordo que sejam privados a apagar os fogos em vez de ser a Força Aérea que por acaso tem aviões especializados na extinção de fogos que usam uma massa extintora em vez de água, mas as finanças dos partidos falam mais alto.

E ficam as perguntas de sempre: Que ganha com os incêndios florestais? Porque raio não se usa a Força Aérea para os meios aéreos e alugam-se aviões a privados? Porque não se pensa na prevenção usando-se por exemplo benificiários de RSI que se recusam a ir para cursos do Centro de Emprego? Quando é que este terrorismo do fogo posto acaba? Porque não instauram pena máxima de 25 anos para os incendiários sem hipótese de condicional? Do que a Gerigonça

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

 

publicado por tron às 15:47
sinto-me:
música para pensar: Is This World We Created...? - Queen
22
Set 13

GNR pondera arquivar multa a carrinha de bombeiros mal estacionada durante combate a incêndio

 

 

 

 

 

 

 

(fonte: Público)

publicado por tron às 23:55
|  O que é? | favorito
sinto-me:
música para pensar: Stone Cold Crazy - Queen
06
Set 13

E no dia em que mais um bombeiro morreu em resultado de ferimentos sofridos num incêndio há mais de um mês, foi apanhado o filho da mãe do emigrado no Luxemburgo e que foi um dos autores do incêndio da Serra do Caramulo e que vai aguardar o julgamento em prisão preventiva depois de ter sido ouvido pelo tribunal de Vouzela.

E esta prisão preventiva até que protege o coiro desta coisa que nem merece ser chamada de ser humano e que não deve se aproximar de território luxemburguês porque várias comunidades do facebook ameaçam uns mais outros menos de morte esta coisa que hoje foi presa para o seu próprio bem e as autoridades do Grão-ducado estão a investigar quem está por detrás destas ameaças pois são graves violações as leis locais, bem como em boa parte do mundo civilizado e mesmo semi-civilizado como Portugal.

Agora muitos de nós aguardamos pela justiça e que esta seja implacável para este e todos os casos semelhantes, mas não nos podemos esquecer do facto que muitos dos incendiários são pessoas problemáticas de alguma forma, seja por causa de alguma doença, ou vício ou desespero por falta de dinheiro; as chamadas abébias para que se possa enventualmente reduzir a pena a um incendiário são pelo menos estas que eu referi; todavia estas duas coisas cujo segundo elemento hoje foi preso bem como o outro estão fora destes "descontos numa pena de prisão" pois os dois agram de forma lúcida e consciente, publcitaram o feito e para ajudar a este não-perdão disse o que foi apanhado em primeiro lugar que o fogo tinha sido ateado para se vingarem de um GNR ou algo assim.

Mas se se queriam vingar do GNR fossem logo ter com ele e não tivessem assasinado 3 bombeiros, queimado uma das maiores áreas de floresta desde que há registos num só incêndio e nem sofreriam ameaças como receberam e têm recebido por todo o lado e nem teriamos que chorar as almas de tantos bombeiros caídos por causa de um acto estúpido de duas aberrações que não tinham mesmo mais nada que fazer senão lixar a vida de uns e tirar a de 3 soldados da paz que se pode dizer que foram assassinados por estes animais e todos jovens bombeiros que tinham muito para dar a este mundo a humanidade e a única coisa que espero é uma justiça implacável e que dentro da prisão a chamada ética ou justiça prisional faça o seu papel e seja implácavel para cima destas duas coisas.

E ficam as perguntas de sempre: Porque fizeram isto ? O que ganharam ? Será que alguém lhes pagou para fazerem isso ? Então o que têm estas duas coisas dentro da cabeça ? Será que vai ser feita justiça ? Será que a lição ficou aprendida e temos que limpar as nossas florestas der por onde der ?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

publicado por tron às 23:40
|  O que é? | favorito
sinto-me:
música para pensar: The hitman - Queen
06
Set 13

GNR confirma que deixou de entregar incendiários directamente à PJ

 

 

 

 

GNR passou a entregar casos ao Ministério Público para uniformizar procedimentos, mas há quem fale em "querelas" com a PJ.

 

 

 

 

 

 

(Fonte: Público)

publicado por tron às 23:06
|  O que é? | favorito
sinto-me:
música para pensar: Chamem a Polícia - Trabalhadores do Comércio
05
Set 13

Infelizmente mais um dos feridos em combate contra este inimigo imortal e cruel e este bombeiro tinha ficado ferido num incêndio que aconteceu dia 29 de Agosto no distrito de Viana do Castelo e pelo que se sabe o bombeiro tinha 50 anos e era pai de família alem de ser tido como bombeiro experiente. Ele foi apanhado pelas chamas quando tentava retirar a viatura de um local em chamas.

Mais um soldado da paz caído este ano e nada se faz para evitar estas mortes evitavéis e o comandante dos bombeiros de Valença disse a televisão que os seus homens não precisam de psicólogos, mas sim de limpeza nas florestas para que se evitem os incêndios como estes mais trágicos como o de Viana ou o do Caramulo e além desta limpeza que eu aqui vezes sem conta tenho dito que tem que ser feita para evitar o mesmo desastre todos anos ainda tenho a acrescentar que seja adoptado em Portugal, o chamado gasóleo profissional, sem qualquer taxa, semelhante ao gasóleo agrícola e das pescas e que o mesmo seja vendido não só aos chamados profissionais do volante, mas sobretudo aos bombeiros que para quem não sabe pagam os mesmos 1,10 por litro de combustível como um vulgar condutor de Domingo e se houver descontos são aplicados de forma local porque o dono ou concessionário da bomba de combustível tem consciência e vende com desconto o combustível aos bombeiros.

Portugal tem uma fiscalidade suficientemente pesada para suportar o chamado gasóleo profissional e além disso se dizem que os cofres públicos seja que sector for anda com falta de liqudez, cortem nos luxos e ponham quem está com RSI a limpar as florestas e resolvem os problemas financeiros sem ser precisa a troika e ao mesmo tempo previnem fogos que quase todos são evitáveis se a floresta nacional seja ela pública ou privada tivesse a manutenção que nunca tem a acaba sempre limpa da pior forma que são os incêndios florestais, prova do atraso em que se encontra um país que apesar de ter um ministério para o ordenamento do território e outro para o ambiente e que cuja tutela abrange as florestas, nada fazem em relação a limpeza das florestas e para ajudar a festa, a ministra do ambiente e agricultura, segundo alguma imprensa, deu liberdade geral para que se plantassem eucaliptos em todos o terriório nacional e fiquei numa de estar a pensar se aquela criatura teve noção do que disse.

Para quem não sabe, a madeira de eucalipto é uma, senão mesmo a mais inflamável das madeiras além ter um consumo de água acima de qualquer árvore secando literalmente tudo a sua volta e a sua tendência de ser combustível é tão extrema que basta ver as notícias dos incêndios nas florestas de eucalipto da Austrália para ver o quão difcil é controlar um incêndio num eucaliptal e não é disso que os bombeiros portugueses precisam.

E ficam as minhas perguntas de sempre: Para quando o diesel profissional sem impostos ? Porque não se limpam as florestas em Portugal ? O que ganha a ministra com a ideia dos eucaliptos ? Para quando meios capazes para os bombeiros ?

Como sempre vos peço para ler, comenar e diuvlgar

publicado por tron às 23:30
|  O que é? | favorito
sinto-me:
música para pensar: I Want it All, We Will Rock You, I Want to Break Free- Queen
04
Set 13

Hoje se soube pelos meios de comunicação social que o Sequestrador de Cleveland, foi encontrado enforcado na terça-feira, na cela da cadeia onde foi condenado a pena prepétua sem qualquer liberdade condiconal, dia 1 de Agosto do presente ano de 2013, o seu nome era Ariel Castro e era de origem porto-riquenha, e há aqui na Europa dois incendiários pelo menos que precisam de bailar na ponta de uma corda para que se controle ou se acabe com o suplicio dos incêndios....

 

 

 

sim vos falo das bestas do Caramulo e que um deles ainda está fugido e vai merecendo mais a forca....

 

 

 

vamos ver se vão pelo menos a julgamento mas se os dois acabassem enforcados não se perdia nada

publicado por tron às 23:50
|  O que é? | favorito
sinto-me:
música para pensar: The Number of The Beast - Iron Maiden
03
Set 13

Desculpem vir para aqui pedir a pena de morte em Portugal, algo que começou a ser retirado da legislação portuguesa ainda no tempo da monarquia pela Rainha D. Maria II e foi sendo retirada das leis civis de forma progressiva até a total retirada pelo seu filho Rei D. Luis, e na I República esteve completamente fora da legislação portuguesa quer civil como militar e quando o Rei D. Luis retirou a pena de morte para os crimes civis, sendo Portugal a primeira nação ao fazer, choveram elogios de todo o mundo civilizado; mas com o Estado Novo voltou a ser aplicável na justiça militar (como tinha sido na I República, durante a presença portuguesa na I Guerra Mundial), saindo a título definitivo em 1976.

Foi um facto que a retirada da pena de morte pelo Rei D. Luis em 1867 foi um acto de civilidade num mundo que estava ainda meio torto das guerras napoleónicas e que começa a fervilhar na chamada Primavera dos Povos e onde Portugal foi inovador ao ser o primeiro país a retirar a pena de morte, mas isto foi há quase 150 anos atrás quando Portugal ainda era uma nação mais ou menos civilizada, agora nos tempos mais recentes o deixou de ser e pelo que se vê tem-se que voltar a usar métodos antigos para que seja feita justiça.

Me desculpem dupla introdução tão longa, mas é que mais um bombeiro faleceu hoje em consequência de ferimentos sofridos no maldito incêndio do Caramulo que foi ateado por aqueles dois filhos duma puta desocupados que andaram de moto a pegar fogo a Serra do Caramulo e já vai em 4 vítimas mortais e dos dois apenas um está preso e outro anda a monte por território do Luxemburgo sem saber aonde ele pára e muita gente está com vontade de fazer justiça pelas próprias mãos sobretudo quando se sabe que os bombeiros falecidos neste incêndio do Caramulo tinham menos de 30 anos de idade e com esta morte do bombeiro Bernardo Cardoso da corporação de Carregal do Sal, sobe para 6 o número de bombeiros caídos em acção este Verão, sendo que logo 3 cairam no fogo do Caramulo.

Estes dois elementos que atearam o fogo porque não tinham nada entre as pernas que lhes servisse de consolo cada vez menos merecem o dom da vida porque tal dom é demasiadamete precioso para ser gasto com estes dois elementos que não têm nada dentro da cabeça, mas ao mesmo tempo são tão ruins que nem a vida merecem.

Estou farto disto, farto de ouvir bombeiros que falecem em acção ou sequência de ferimentos sofridos em acção quando boa parte dos fogos poderia ser evitada e por outro lado se deveria de punir os incendiários com penas mais pesadas do que as actuais e se fosse incluida pena de morte neste caso não seria erro nenhum, bem pelo contrário seria a correcção de um erro que quando foi comeido se pensou num Portugal civilizado, mas agora a nação que deu novos mundos ao mundo, não passa agora de um Länder alemão onde nunca existe dinheiro para os bombeiros, mas para os luxos da república há sempre e nem pensam em limpar as florestas ou colocar quem ganha o RSI a limpar as florestas de forma a serem úteis a nação em vez de estarem enconstados sem fazer nenhum.

Quem sabe se uma punição como a pena capital ou um castigo equivalente seja o ideal para ser aplicado neste caso que cada vez mais raiva e revola causa um pouco por todo o mundo português e como tal tem que ser aplicado porque mais bombeiros a morrerem por causa da estuipidez de dois anmais é demais.

E ficam as minhas perguntas de sempre: Quando é que estes dois animais vão a julgamento ? Haverá justiça suficiente para os punir ? Quando é que serão punidos ? Será a forca o ideal para ser aplicado ? O que estes dois animais ganham ou ganharam com isto ? Qual foi o gozo ?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

 

publicado por tron às 23:36
|  O que é? | favorito
sinto-me:
música para pensar: Death on Two Legs - Queen
Outubro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
links
blogs SAPO