Reportagens de Critica Investigação e Opinião
REPORTGENS, CRÍTICAS E INVESTIGAÇÕES DO CYBER-RERPORTER + SECRETO DO MUNDO Blog Nacionalista e Monárquico (UM AVISO: AQUI NÃO VAI ENTRAR O NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO BLOG MONÁRQUICO E NACIONALISTA)
24
Set 16

Mais uma vez os atletas paraolímpicos deram baile aos atletas saudáveis e profissionais nos Jogos Paraolímpicos o que já não é grande novidade, e enquanto os atletas profissionais e ditos saudáveis levaram 1 medalha e dez diplomas ... os atletas paraolímpicos levaram 4 medalhas e 25 diplomas, ou seja, um desempenho muitíssimo melhor por parte de atletas amadores o que torna ainda mais humilhante o desempenho de Portugal nos Jogos Olímpicos.

Mais uma vez o Brasil mostrou um pequeno grande sinal de desenvolvimento porque além de estar entre 20 primeiros em termos de medalhas conseguiu fazer um evento admirado por todos tal como foram os jogos olímpicos e eu como português tive uma sensação estranha de como um país que dizem ser atrasado em relação à Portugal conseguiu fazer tanto uns Jogos Olímpicos como Parolímpicos que ficaram na retina do mundo e aqui em Portugal com 1001 instalações não fazem nada disto.

Outra crítica negativa que deixo do lado português foi a péssima cobertura por parte dos meios de comunicação social sobretudo da RTP em ambos os eventos porque simplesmente não tinha lá ninguém a não ser uma equipa de reportagem e os comentários eram feitos no estúdio da RTP via televisões que estavam sintonizadas no Olympic Boardcast System e alguns comentadores até elogiavam os adversários dos atletas portugueses em vez de tentar passar energia positiva para os nossos atletas (isso nos Jogos Olímpicos) e nos Paraolímicos a cobertura em directo se limitou as cerimónias de abertura e encerramento e tanto nos Jogos Olímpicos como nos Paraolímicos ambas cortadas com intervalos para publicidade.

Infelizmente o Eurosport não conseguiu os direitos de transmissão dos eventos porque sei que o Eurosport quando se tratam das galas ou de provas com especial interesse não as corta com anúncios a não ser que esta mesma prova tenha um intervalo longo seja porque motivo for e as queixas correram as redes sociais sobretudo dos países africanos de língua oficial portuguesa que não puderam as repectivas televisões locais a fazer a cobertura e como não tinham a cobertura do Eurosport tiveram que aguentar com a bodega que a RTP fez e a ira foi que houve milhões de pessoas acordadas até horas proibitivas para ver os seus atletas a passar nas cerimónias de aberturas e a RTP que recebe dinheiro dos impostos e ainda tem uma taxa de tv, resolveu meter anúncios a meio da cerimónia, algo que nunca tinha acontecido na história das transmissões olímpicas a não ser que o satélite falhasse e neste caso repetiam tudo no dia seguinte sem pausas.

Agora não se aplica este problema porque a tecnologia de transmissões via satélite deu um salto quântico nos últimos 30 anos e não haveria razão para tantos intervalos, seria mais simples a RTP passar apenas resumos em vez de fazer figura de urso como acabou por fazer e não mostrou qualquer serviço público ao falhar na prestação deste mesmo serviço público porque nem tem um festival da canção e se dedica a passar programas de caça-talentos que apenas caçam clones da Withney Hudson e outras cantoras do mesmo ritmo (embora nos tempos mais recentes o festival da canção tenha sido uma tortura) e até mesmo as touradas que tinham um programa semanal com os resumos da semana no segundo canal deixaram de o ter.

E relembrando Emídio Rangel que uma vez questionou o que é o serviço público de televisão e esta questão depois dos Jogos Olímipicos e Paraolímpicos volta a ser actual porque a RTP em termos de cobertura foi uma nódoa do que costuma ser em termos de transmissão e fazer comentários de qualidade duvidosa e de forma indirecta através de outro sistema televisivo o que me deixou a pensar para onde vão as receitas da taxa de televisão e do orçamento do Estado da chamada indemnização compensatória por prestação de serviço público porque não estou a ver esta receitas a serem aplicadas como o eram no passado e estou a ver o nascer de uma televisão pública do terceiro mundo ou mesmo do quarto mundo porque a mesma RTP produz e transmite conteúdos para países do chamado terceiro mundo que ficam sem estes mesmos conteúdos.

Deixo apenas umas quantas perguntas: O que foram fazer ois atletas profissionais nos Jogos Olímpicos? Porque não dão mais apoios aos paraolímpicos? Que raio de cobertura foi aquela que a RTP fez das olimpíadas e paraolímpiadas? O que é o serviço público de televisão? Porque interroperam as transmissões olímpicas para publicidade? Porque não transmitiram as provas dos paraolímpicos?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

 

 

publicado por tron às 17:21
|  O que é? | favorito
sinto-me:
música para pensar: Don't Stop Me Now - Queen
13
Set 16

A presença dos programas produzidos por esta senhora, sobretudo os reality shows como A Casa dos Segredos conhecido nas redes sociais como A Casa dos Putedos onde nunca foi tão viva lenda bíblica de Sodoma e Gomorra e que tem o poder de alienar ainda maia as mentes triste, tacanhas, estúpidas e alienadas dos portugueses comuns.

Felizmente nunca fui a bola com programas desta senhora, sobretudo os reality shows e no caso de A Casa dos Putedos já se vai entrar para a sua sexta edição e depois se queixem que o português que vê este monte de estrume televisivo que dá pelo nome de A Casa dos Segredos e sobretudo o canal em si que tem vindo a descer em termos de qualidade.

Fui deixando de ver a TVI graças aos reality shows e ao diminuir geral da qualidade dos programas emitidos pelo mesmo canal que se afundou sobretudo depois das interferências do ex-Führer José Sócrates que culminaram na saída da TVI de Manuela Moura Guedes e de uma verdadeira limpeza de balneário na informação da TVI a tornando mais conviniente para as cores socialistas.

Este maldito programa é uma arma preciosa para o poder político conseguir desligar vários milhares de portugueses do mundo enqunato vêem um grupo de falhados fechados numa casa passando o tempo a obedecer a ordens de uma voz-off e passando o tempo a fazer sexo quase todos os dias e com as câmaras a filmar e os portugueses que não têm massa cinzenta perdem tempo a ver aquela coisa como fosse a melhor coisa do mundo e ainda deixam crianças e jovens verem aquela merda enquanto estas mesmas crianças e jovens poderiam estar a brincar ou a ver melhores programas de televisão como documentários ou outros programas mais adequados sobretudo agora com as aulas a decorrer e com a baixa qualidade crónica dos manuais escolares e as faltas em algumas escolas de materiais de apoio para os trabalhos de pesquisa que alguns professores poderão passar sejam trabalhos individuais ou em grupo e os documentários são ferramentas importantes para estes mesmos trabalhos ou mesmo para a aprendizagem sem compromisso.

Para quem não está para aí virado de ver documentários só por ver, os 4 canais oferecem coisas bem melhores do que a Casa dos Putedos  Segredos e basta saber escolher e quem tiver acesso as redes de cabo então é que é mesmo um acto de estupidez insana perder tempo ao ver um programa onde um grupo de flahados que nunca fizeram nada na vida de útil para a sociedade e que cuja inteligência pode-se considerar inferior a de um cão ou de uma arara vão vender o corpo na televisão por uns trocos para depois acabarem nas discotecas da moda a fazer presenças e quando todos se esquecerem acabam ou na miséria como foi o caso do Zé Maria vencedor do primeiro Big Brother ou de Cátia Palinha finalista de uma edição da Casa dos Segredos que está sem ter onde cair morta porque a imagem que passou não a dignificou e não consegue emprego em lado nenhum.

Quem está por detrás deste programa se aproveita do desespero de uns quantos falhados que cujas as cabecinhas funcionam pouco ou nada e estão por algum motivo  precisar de ganhar dinheiro de forma rápida e sem violar a lei para expor o seu lado pior e ganharem fortunas as custas das votações por telefone e depois os falhados que foram para a "Casa" depois do balão da fama se esvaziar voltam a ser os Zés-Niguém que eram antes, mas se sentem frustrados porque foram usados por um canal de televisão, por um programa de televisão e por uma apresentadora/produtora que há muito já deveria de ter ido para o armário.

Deixo um conselho aos potenciais candidatos para reality shows como A Casa dos Segredos: Não vão, se querem usar a vossa imagem para conseguir algum emprego tentem concorrer a um concurso de cultura geral ou ao Preço Certo porque aí sempre não têm que vender o corpo para se tornarem populares e ficam sempre com a imagem limpa de terem passado por gigolos ou prostitutas.

Ficam as minhas perguntinhas sem reposta: Porque ainda existem programas como este? Quem ganha mesmo com a sua existência? O que é preciso ser feito para que não se façam mais programas como este?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar 

publicado por tron às 23:17
|  O que é? | favorito
sinto-me:
música para pensar: Comfortably Numb - Pink Floyd
09
Dez 14

Hoje no site de notícias, Notícias ao Minuto, que segundo o Instituto Nacional de Estátistica que no ano de 2013, 120 mil dos 1,9 milhões de pessoas das pessoas que estavam em risco de pobreza e desde 2008, tempo em que Portugal estava dominada pelo Führer José Sócrates; conhecido pelo cognome de O Sucateiro ou agora mais recentemente o 44; já existem mais de 35 mil crianças a passar fome e que precisam de ajuda para comer dada pelas escolas.

Ainda esta semana falei sobre este assunto num dos meus mais recentes trabalhos de campo que falava nas crianças que passam fome em Portugal e se não fossem as escolas eram tão famélicos como as pobres crianças da Etíopia e que as chocantes imagens fizeram com que o mundo da música se mexesse e ganhasse uma coisa chamada consciência humana e segundo me contaram a minha falecida avó e a minha mãe que nos tempos delas na escola primária todos tinham direito a uma sopa (por coincidência, fiz a 4ª classe na mesma escola onde elas fizeram a 4ª classe e num armário ainda estavam lá os pratos da sopa) e esta sopa que vinha em tachos XXL e que a mesma sopa era reforçada com óleo de figado de bacalhau; a qual era insuportável, mas ninguém passava fome pelo menos na escola.

Depois acabaram com a sopa e com os lanches escolares nas escolas públicas e tinham quer ser os pais a aguentar com o lanche a meio da manhã pudessem ou não, entretanto repostos no início da década de 90 do século passado de forma gratuita nas escolas oficiais e algumas privadas e depois a gratuidade ficou reduzida aos mais necessitados e quem podia tinha que pagar; todavia isto foi no meu tempo de estudante, antes do euro e do poder socialista ter regressado depois dos tempos da coligação morango com laranja com Mário Soares à cabeça.

Caso para dizer que é a p... da ironia porque a última vez que me lembro de ouvir falar em crianças a passar fome em casos extremos em Portugal e que tinham que ser as escolas e as IPSS a matar a fome as crianças e aos pais foi quando a troika esteve em Portugal pela última vez no espaço entre 1983/1985 e que por puro acaso tínhamos um governo socialista com a bengala de um PSD em esfrangalhos desde do assassinato de Sá Carneiro e que so se recompôs quando a múmia de Belém tomou as rédeas do partido sedeado na Lapa e quem nos colocou nesta situação foi na mesma um governo socialista com o bemplácito do PSD e agora o PS parece o PSD refrescado ou semi-refrescado de um Cavaco Silva que tinha saído da hibernação na qual se colocou depois do atentado de Camarate.

Se Sócrates colocou milhares de crianças a passar fome devido a austeridade não sei como ainda há quem o apoie e como há pessoas que o defendem e que dizem que ele está inocente, quando na realidade ele é o principal causador deste crime que é o facto de milhares de crianças passarem fome e foi ajudado na festa pelas novas leis do arrendamento urbano de Santana Lopes (antes da sua subida ao poder), foi ajudado pelas suas próprias NRAU's e Passos Coelho colocou a cereja em cima do bolo.

Chegou-se a um ponto que alguém tem que tomar medidas para que esta pouca vergonha acabe e se uma das medidas para evitar os extremismos for o extermínio do cancro chamado república e passar pelo regresso da monarquia, então que se faça esta medida, antes que Portugal volte a ser uma ditadura que é sempre de evitar; embora estejamos em ditadura desde dos tempos de Sócrates embora hajam até Capitães de Abril que apesar de terem estado contra Spínola no 11 de Março, viraram o bico ao prego e se juntaram aos verdadeiros fascistas e não nos podemos esquecer que o partido de Hitler era também socialista.

Depois dizem que nascem menos crianças, e depois há uma boa resposta para este queixume: quem é que na sua mais ou menos sã consciência vai ter filhos num país onde cada vez há mais fome sobretudo nas crianças e onde os contrastes entre ricos e pobres são cada vez maiores e a classe média é como fosse um animal em estado crítico de extinção.

E como sempre as perguntas sem resposta: Que vergonha é esta ? Qual a opinião das instituições internacionais sobre esta situação ? Será que sabem desta situação gritante em Portugal ? Afinal para que porra servem os nossos impostos ? Quem será capaz de acabar com esta situação ? Foi isto que nos deu o 25 de Abril ? Por que raio as Forças Armadas estão caladas ? Será preciso haver uma verdaderia revolta do povo ou não passa tudo de um cambada de zombies sob hipnose da Casa dos Putedos , digo dos Segredos e dos berros de Teresa Guilherme ? Estão a eespera que Portugal seja dominado por um esgaseado semelhante a Adolf Hitler ? Afinal para que nos serve a república e o seu presidente ?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

 

 

publicado por tron às 18:43
|  O que é? | favorito
sinto-me:
música para pensar: Is This The World We Created ? - Queen
07
Dez 14

Outro trabalho de campo feito nesta minha nova fase da minha vida de andar a ir buscar comer nas carrinhas que dão comer aos sem-abrigo e mais desfavorecidos desta nação quase milenar de seu nome Portugal e onde os contrastes sociais se vão cavando mais e a chamada classe média ou "arremdiados" são uma espécie em risco crítico de extinção.

Na semana passada numa emissão especial de um dos canais da rádio do Estado aqui de Portugal; mais precisamente a Antena 3 com o apoio da RTP +, departamento da RTP que está encarregue das iniciativas solidárias e que teve o apoio de Alberto da Ponte, o recentemente demitido presidente do conselho de Administração da RTP.

A iniciativa se chamou Toca a Todos Ajudar e foi para combater a pobreza infantil e sempre tive atento aos anúncios publicitários que antecederam e foram difundidos durante o evento que durou 73 horas em quaisquer intervalos na Antena 3 e ontem teve a apoteose na emissão televisiva que serviu para agariar a maior parte dos fundos que são para lutar contra a pobreza infantil.

Ao ver os anúncios de divulgação desta iniciativa a qual apoio e que deveria ter sido feita mais cedo e por mais meios de comunicação social além da RTP; ouvi casos que me deixaram de boca aberta e ao mesmo tempo me fizeram sentir alguma saudade da minha infância em alguns detlalhes embora a minha infância tivesse sido estragada a conta de um processo de regulação de poder paternal que não levou a porra nenhuma; mas voltando ao assunto deste artigo; os mesmo anúncios falavam em crianças que nunca tinham lido um livro (eu aos 5 anos já tinha aprendido a ler e o vício de ler pegou) ouvir falar em crianças que não tinham material escolar nem manuais escolares, crianças a passar fome e que a única refeição que têm é o lanche servido na escola e muitas até dormem em condições impróprias e acabam por ficarem separadas dos pais mesmo que estes lhes tratem da melhor forma, mas muitas habitações nesta república dos bananas devido a miséria que existe graças ao poder político da república estão uma desgraça.

Eu como glorioso membro da chamada Classe de '79 ainda tenho lembranças de ouvir falar na minha antiga casa e de ler nos jornais que crianças em Portugal passavam fome e se não passavam fome como as crianças africanas da Etíopia (imagens que originaram o Live Aid e o USA for Africa) porque havia ajuda ao nível local como bombeiros, associações humanitárias ou ligadas à igreja e passados 30 anos depois da última intervenção da troika em Portugal que também foi trazida por um socialista; se vê que a fome e a miséria continuam em Portugal e agora com a miséria a atingir as crianças de uma forma tão violenta que se tem que vir para a tv e rádio do Estado pedir ajuda para que o povo corrija os destares que foram causado pelos políticos da república.

Esta situação dá que pensar na situação a que chegou Portugal e embora se diga que uma nação tem o governo que merece, pois este foi eleito pelo voto do povo e esta frase me faz duvidar que as eleições em Portugal sejam limpas ou então pensar que os eleitores portugueses no seu todo não passam de um rebanho de jumentos que não sabem o que fazem quando vão votar e em vez de prevenir o desastre, apenas se lembram do desastre quando ele acontece e este desastre chamado pobreza infantil tem dois culpados: o primeiro a crise mundial começada pelo desastre do crédito sub-prime e que ainda agudizou mais a crónica crise em que Portugal vive e o outro foi a a entrada da troika porque o governo da república quis salvar um banco parasítico dentro do mercado da banca e quem pagou a conta foi o Zé Povinho e os que menos podem aguentar com as consequências como as crianças é que levam com o peso todo em cima como fossem o titã Atlas.

É caso para dizer arre porra que é demais ouvir falar em crianças que passam fome, Portugal não é a Etiópia dos anos 80, tem que dar conforto e comer as suas crianças ou então como querem que a natalidade suba para que haja a chamada substituição das gerações e para que isto aconteça não podemos contar com os presentes e actuais políticos da república porque só querem tacho e mais tacho e se estão nas tintas para quem precisa.

Estes políticos que se dizem eleitos pelo povo vão ter que repetir toda a disciplina de História Universal que se começa a dar no 7º ano e vai até ao 9º e no intervalo lerem o Discruso de Gettysburg onde Abraha Lincoln definiu em poucas palavras o que é a verdadeira democracia: "... que o Governo do Povo, pelo Povo e para o Povo nunca desapareça da face da Terra" e que quando chegarem ao 9º ano onde estudam os eventos mais recentes da ciência inspirirada e protegida por Clio e filha de Heródoto e depressa descobrem que os chamados grandes ditadores da Europa, subiram ao poder porque os respectivos países estavam numa situação como Portugal, ou seja, com os mais fracos a passarem fome e outras dificuldades e ao mesmo tempo os poderosos assobiavam para o lado como nada fosse com eles e depois vieram os ditadores fanáticos e depois se sabe o que aconteceu e ainda acontece no mundo.

E ficam as perguntas de sempre: Como ainda é possível haverem situações como esta ? Afinal aonde para o desenvolvimento humano de Portugal ? Que futuro terão as crianças desta nação ? Que raio de governantes nós temos ? Até quando esta situação vai durar ? Será preciso que o povo tome medidas drásticas contra este estado a que chegamos dado que os militares andam a dormir ? Afinal para que nos serve a república e o seu presidente ?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

 

publicado por tron às 23:40
|  O que é? | favorito
sinto-me:
música para pensar: Liberdade - Sérgio Godinho; Is This The World We Created - Queen
01
Dez 14

Temos que colocar os polítcos a estudarem de novo nas aulas de História porque da maneira como eles têm conduzido a nação é meio caminho andado para que os extremistas comecem a ganhar poder nas massas mais desesperadas e que cada vez são mais.

Não se admite tantos cortes nas prestações sociais e nos salários que estão a colocar as classes média e baixa da sociedade portuguesa no limite do desespero e nestes oceanos de desespero é onde aparecem os extremistas que usando boa retórica vão começando a ganhar pontos ao poder instituído e nos anos 30, quando acordaram já era tarde demais.

Não foi nem para aparecer nem corruptos e muitos menos uma miséria generalizada que se fez a revolução do 25 de Abril e esta miséria na qual Portugal se encontra vai aumentar na mesma medida que a corrupção aumenta e depois aparecem os extremistas do estilo Front National que em França está a ganhar uma inaudita força e para acordar estes enconstados da república se o PNR fizesse o mesmo em Portugal apanhavam um valente susto com toda a certeza.

Algo tem que ser feito para Portugal voltar a ser uma nação de cabeça erguida sem a ajuda de ninguém porque tem que ser mesmo assim para que a nação que hoje festejou 374 da restauração da sua independência, a qual está praticamente condenada, não por Castela ou por Espanha, mas sim pela Prússia e o resto da Confederação Germânica que nos está a pisar a nossa honra tal como os franceses fizeram à Alemanha quando esta perdeu a I Guerra Mundial.

Vamos ver se este receio meu de Portugal cair num ciclo de miséria que vai servir de estopim aos extremistas não passe mesmo de um receio e que esta nação entre nos carris sem ser preciso forçar em nada esta mesma entrada nos carris.

E ficam as minhas perguntas de sempre: Quando é que Portugal sai da miséria ? Quem nos tira da miséria ?

Que caminho leva Portugal ?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

publicado por tron às 23:19
|  O que é? | favorito
sinto-me:
música para pensar: Sem Eira nem Beira - Xutos & Pontapés
07
Nov 14

Eu nunca espereia nas 3 décadas e meia de vida que levo, ir as carrinhas que dão comer e roupa aos sem-abrigo da cidade de Lisboa e que cada vez são mais, o que é um escândlo nesta cidade que há mais de 500 anos partiram naus e caravelas que deram novos mundo ao mundo.

E com a mudança da antiga pensão para nova onde vivo me roubaram ou deitaram fora de forma indevida muitas das minhas coisas e pouco mais fiquei do que com a roupa que tinha no corpo e este computador velho que se tem tornado mais o meu companheiro de dores e máguas nos mais recentes anos.

E hoje fui a uma destas carrinhas que dão comer e era duns indianos que eu pensava que tinham roupa, mas apenas tinham comer para dar e eu aceitei, e nas horas que estive a espera estive a ouvir Pink Floyd, Queen e a ler Siddartha de Herman Hess para relaxar e tentar esquecer o frio que sentia no meu corpo que se estava a tornar insuportável, até que por volta das 21:00 chega uma carrinha conduzida por uns indianos e que deram uma dose de comida para mim e para o meu afilhado que estou a cuidar.

Foi uma sensação estranha esta de receber um prato de comer quente que é dado aos sem-abrigo pela primeira vez e nem posso dizer que foi boa ou má; mas sim apenas estranha porque nunca pense chegar a este ponto, soube bem porque sempre deu para matar a forme embora eu me tenha sentido pequeno perante o mundo qual uma formiga comparada a um elefante ou algo semelhante,

Vamos ver se consigo assmilar esta rotina de carrinhas e comer porque para mim chega a tornar-se doloroso para mim e não a queria sentir porque me deixa anda mas doente do que já me sinto por todos os lados e mais alguns.

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

publicado por tron às 23:21
|  O que é? | favorito
sinto-me:
música para pensar: Is This World We Created .... ? Queen
27
Out 14

“O banco até já esteve a ameaçar os meus pais que ia tirar a casa”

 

 

 

 

 

          

Unicef aconselha Governo a criar uma estratégia nacional de combate à pobreza infantil e recomenda acesso gratuito às creches dos 0 aos três anos de idade para as famílias mais pobres.

 

 

 

 

(Fonte: Público)

 

 

 

 

 

 

 

publicado por tron às 23:55
|  O que é? | favorito
sinto-me:
música para pensar: Is This World We Created .... ? Queen
04
Jul 14

Em vez de existir petróleo no Beato ou noutro sítio qualquer e dos políticos do poder da república deixarem de chupar o sangue de quem trabalha ou de quem tem a sua reforma e outras coisas que deveriam acontecer e não acontecem sabe-se lá porquê, mas deveriam de acontecer se Portugal se considerasse um país de gente civilizada coisa que não deve ser de certeza.

E no diário Público veio uma reportagem que parece que foi feita ainda antes da revolução porque se trata de um bairo às portas de Lisboa perto de praias e de zonas ditas turísticas, mas que parece parad no espaço e no tempo qual um buraco espacio-temporal ou uma qualquer distorção nunca prevista por Einstein ou outro qualquer teórico do Espaço-Tempo que o caso do bairro Terras da Costa que parece mesmo uma falha qualquer na continuidade espacio-temporal.

Neste mesmo bairro, apesar de já estarmos no Século XXI e no 3º Milénio da Era de Cristo faltam coisas tão essenciais como água canalizada e esgotos e mesmo sem electricidade e neste bairro parado no tempo vivem nada mais nada menos que 500 almas que estão a espera que alguém se lembre que neste bairro da Costa da Caparica vivem seres humanos iguais aos outros e que já estamos no 21º século da era de Cristo e que estas situações eram ferquentes em Portugal antes da revolução; mas parece que a revolução ainda não cobriu o país todo mesmo passados 40 anos.

E em vez da câmara local que segundo sei é da CDU colocar canalizações de água, vai colocar um ponto de água também conhecido em Lisboa por pata, chafariz ou bica em vez de colocar água canalizada para estas 500 almas que parecem saídas de algum filme do neo-realismo italiano ou algo semelhante porque este caso não deveria de existir no Portugal de hoje porque além de reporvável é inconstitucional e viola todos os direitos humanos básicos conhecidos porque estas almas nem electricidade têm para puderem ter um frigórífico para ter o comer ou ligar uma televisão ou um aparelho de rádio e sobre isso a Câmara Municipal de Almada está calada e nada diz e o pior é quem lá vive.

Gostava de saber neste ponto qual o quesito de humanidade numa câmara dita de esquerda e que tem estas 500 almas para ali abandonadas como fossem animais irracionais e nem aos animais se nega a água e este caso tem que ser divulgado para se saber como é o verdadeiro Portugal onde uns animais são mais iguais que outros.

E ficam as minhas perguntas de sempre: O que é isto ? Afinal em que ponto está Portugal ? Para quando a habitação condigna para todos ? Andam a brincar com quem ? Quem explica isso ? Porque não resolvem esta situação ? Afinal será que houve mesmo revolução ?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

publicado por tron às 23:11
|  O que é? | favorito
sinto-me:
música para pensar: I Want It All, I Want To Break Free, We Will Rock You- Queen
14
Abr 14

Governo reúne esta terça-feira para definir cortes de 2015

 

 

 

O Conselho de Ministros reúne esta terça-feira para aprovar as medidas que permitirão cumprir a meta do défice para o próximo ano.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

(Fonte´: Público)

publicado por tron às 23:52
|  O que é? | favorito
sinto-me:
música para pensar: Death on Two Legs - Queen
14
Abr 14

Ainda na ressaca daquele discurso triste no Liceu Camões, Cherne Barroso veio dar um recado para consumo interno do poder político da repúbliica quando disse que espera que os fundos que vêm a caminho da União Europeia (ainda mais ?) sejam bem utilizados no combate contra a pobreza em Portugal e todos nós sabemos que os Fundos Europeus aqui nesta terra nunca vão para onde devem ir.

Depois este senhor se esquece dos cortes impostos pela troika que estão a roubar o pão aos portugueses, os mesmos cortes e aumentos de impostos que estão a causar encerramento de empresas, aumento de desemprego muito dele não declarado, fome sobretudo nas crianças que vão para as escolas sem comer e que têm o lanche escolar como única refeição diária, agora há casos que até os pais têm que ir comer as escolas dos filhos porque não têm dinheiro para comer e que eu me lembre na minha vida, Portugal nunca esteve assim tão mal.

Para quem estudou como deve ser História e se der ao trabalho de ler os primeiros capítulos de Mein Kampf de Adolf Hitler onde o mesmo Adolf Hitler em estilo de desabafo aponta tudo com o mais fino detalhe o que vai mal na Alemanha de Weimar como a fome que começava a se espalhar pelo país não só por causa das indemnizações de guerra que eram exigidas as chamadas Potências Centrais como a Alemanha e cujo efeito foi pontenciado pelo crash da Bolsa de Nova York em 1929 e que provocou a Grande Depressão que uma das principais vítimas foi a Alemanha e a esta miséria se juntava a incompetência dos políticos e má divisão da riqueza, resumidamente a presente situação em que Portugal se encontra.

Esta incompetência que foi relatada há praticamente ou há mais de 7 décadas por um ser que quase podemos considerar como uma das últimas encarnações do diabo ou do anticristo antes de Osama bin Laden não se encontra só no governo e no parlamento, infelizmente se estende também as autaraquias embora haja, felizmente, uma ou outra excepção a regra da incompetência dentro das autaraquias.

Mas tenho que voltar ao assunto que me traz aqui que estes fundos contra a pobreza quando os sem-abrigo e a fome aumenta todos os dias em Portugal sem que ninguém faça nad de jeito e depois muitos dos incompetentes do poder político da república têm o conseguimento de só dizer desastres para não dizer mesmo estrume e depois se queixem da abstenção, mas para evitar o que aconteceu na Alemanha e na Itália nos anos 30 para não mencionar a Espanha ou mesmo Portugal; algo tem que ser feito porque vamos "festejar" 40 anos de liberdade e democracia, coisas muito belas de dizer e das quais muito se falou, sobretudo naquela Primavera de 1974 onde até o Sporting foi a uma meia-final europeia, mas algo de mais importante se passava ao mesmo tempo que os leões jogavam com o Magdburgo e esta revolução que foi o primeiro dia do resto das nossas vidas está esquecida, têm sido violada constantemente e depois com tanta miséria que há em Portugal proibem os militares que arriscaram a vida para nos trazer a liberdade de falar de sua justiça sobre o estado a que chegamos.

Caro Senhor Durão Cherne Barroso, a sua ideia dos fundos pode ser muito boa, mas aqui em Portugal há tanta ou mais corrupção com os Fundos Europeus do que no futebol ou na justiça e estes mesmos fundos deveriam de ser auditados ao cêntimo, bem como as contas públicas da nação porque não se admite tantos impostos e tantos cortes sempre aos mesmo quando a classe política da república parece a corte de Luís XVI antes da Revolução Francesa e espero que não se monte nenhuma guilhotina no Terreiro do Paço ou no Largo de São Bento para que esta nação volte a ser nação e deixe de ter a miséria que têm.

E como digo sempre se o preço de restaurar a liberdade e a democracia passar por se exterminar a república e restaurar a monarquia, então que se faça isso o mais depressa possível antes que Portugal volte as trevas de uma ditadura que pouco ou quase nada deu a Portugal apesar de ter tantos e cada vez mais admiradores e por isso está na hora de se repetir o mesmo que se repetiu há 40 anos e que se corrijam os erros sobretudo o erro maior que foi manter a república porque há alturas que temos que desobedecer e temos que acabar com o estado a que chegamos.

E ficam as minhas perguntas: Será que este fundos que Cherne Barroso fala, vão ser bem aplicados ? Como se explica tanta fome e tanta miséria em Portugal ? Foi para isso que se fez o 25 de Abril ? Afinal para que servem os cortes que tanto fazem e tanto se fala ? Porque não cortam no poder político da república ? Para que nos serve a república e o seu presidente ?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

publicado por tron às 23:32
|  O que é? | favorito
sinto-me:
música para pensar: Liberdade - Resistência
Outubro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
links
blogs SAPO