REPORTGENS, CRÍTICAS E INVESTIGAÇÕES DO CYBER-RERPORTER + SECRETO DO MUNDO Blog Nacionalista e Monárquico (UM AVISO: AQUI NÃO VAI ENTRAR O NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO BLOG MONÁRQUICO E NACIONALISTA)
14 de Maio de 2017

Confesso que não vou muito a bola com a música apresentada por Salvador Sobral, representante de Portugal na Eurovisão, mas é o meu país, é a minha nação e tenho que o apoiar e tinha que apoiar ontem.

Mas tirando este dever nacional comecei a sentir que algo ia acontecer quando a canção "Amar pelos Dois" começou a viralizar pela Europa toda, sobretudo na escolas dos países que estão dentro do grupo dos Big 4 da Eurovisão e eu pensei, "alto e para o baile" que algo vai acontecer neste V Império e de facto ao ver as meias-finais vi que a nossa canção era diferente de todas as outras e que algo de bom poderia resultar da exibição de Salvador Sobral.

Ontem deu-me para ver o Eurofestival, sem grandes expectativas e fui vendo as várias canções e esperei pelas votações: primeiro a do júri, depois a do televoto (esta sim decisiva) e comecei a ver Portugal a acumular pontuações máximas (12 pontos) umas atrás das outras e a conseguir pontos de praticamente de todos os júris que poderiam votar em Portugal e quando chegou-se ao fim Portugal levava mais de 100 pontos sobre a Bulgária e comecei a sentir o mesmo nervo que senti na final do Euro 2016.

E começaram a sair as votações do televoto e comecei a ver que as pontuações mais fracas iam para outras nações que não Portugal e comecei a sentir que íamos matar o borrego e que desta vez é que seria a vitória de Portugal e por tabela do V Império que não é um império de submissão, mas sim um império de partilha cultural e de sentimentos.

E quando vi a conquista de Salvador Sobral fiquei alegre e fiquei numa espécie de nuvem ou numa viagem que eu não queria que acabasse de forma nenhuma e acordei hoje ainda a pensar que estava num sonho doce de conquista nacional que sempre nos fugiu devido a politiquice dos júris de cada nação que agiam numa de troca de favores em vez de escolherem as melhores músicas ou as músicas que fossem diferentes e ao mesmo tempo boas e que as houve mas raramente ganhavam.

 

Apenas me resta dizer uma coisa:

 

 

Obrigado e Parabéns Salvador Sobral

 

Será que ganhamos a Eurovisão?

 

publicado por tron às 21:27
 O que é? | | favorito

Eu depois do almoço relativamente tardio de hoje fui tentar bater uma sorna, mas estava por dentro numa pilha de nervos e nem conseguia dormir nem com música calma e apenas me limitei a respirar devagar para tentar relaxar, mas tais tentativas foram inúteis e tantas voltas e contra-voltas dei na cama que acabei por ver uma cena no Canal História e nem dei pelo tempo passar e vi que estava quase na hora do jogo que poderia ou dar uma grande alegria ou um amargo de boca.

Todavia me sentia optimista e fui buscar os meus amigos desta ocasião: os termoços e comecei a comer uns atrás dos outros e a ver o jogo e ter um nervoso miudinho a aumentar a medida que o tempo ia passanado e como os termoços são salgados para burro tive que parar de os comer e ao ver os golos da minha alegria, os golos que estavam a carimbar a maior conquista do Glorioso desde da conquista da Liga dos Campeões/Taça dos Campeões em 1961 e 1962.

Mesmo com o marcador a favor dos encarnados e só comecei a acreditar quando o Benfica ia aguentando o resultado durante a segunda parte (ao intervalo já estava o Glorioso a ganhar 4-0) e estava com receio que algo corresse mal, até que Jonas marcou o 5º golo do Benfica e aí vi que o tetra não nos escapava por nada deste mundo e foi viver o momento até o minuto 90 e gritar em plenos pulmões "Somos tetracampeões!".

Neste 13 de Maio que roça a surrealidade que foi o último dia de uma visita rápida de Sua Santidade, o Papa Francisco que veio como perigrino e não como visita de Estado, e que para não variar mostrou uma simplicidade que o caracteriza e na hora marcada se fez a viagem para o Vaticano e além da visita papal era dia de festival da Eurovisão e apesar de Portugal neste festival estar entre os favoritos, eu pessoalmente não acreditava que Salvador Sobral conseguisse algo mais do que um top10.

Pois bem num dia que para mim foi uma trip alimentada por algumas músicas dos Pink Floyd ou algo mais psicadélico mas sem tomar nada, qual paradoxo de Schrödinger comecei a ver a evolução da pontuação do festival da Eurovisão e comecei a ver algo que nunca tinha visto em 38 anos de vida que é Portugal estar em primeiro e com o passar dos vários júris nacionais ir cimentando a liderança com força... e depois vinha o televoto que no último certame virou tudo de cabeça para baixo.

E veio a derradeira parte do dia mais surreal ou um dos dias mais surrreais da minha vida e da vida de muitos e conforme as votações do televoto ia saindo eu ia ficando com a sensação que desta vez é que seria a nossa vez, a vez de Portugal se impor na Eurovisão e a surrealidade de um dia único na História da nação de seu nome Portugal estava a acontecer e vitória de Portugal no festival da Eurovisão aconteceu embora eu não acreditasse no que vinha publicado na imprensa, mas aconteceu.

A surrealidade de um Sábado marcado por ser o centenário das aparições em Fátima, mas o melhor do dia estava reservado para o final da tarde e do dia quando dois inusitados eventos aconteceram no mesmo dia: a vitória na Eurovisão e o tetra do Benfica...e ainda estou a pensar se esta conjunção cósmica aconteceu mesmo ou não pasaa tudo de um sonho onírico ou de uma vigaem no ácido ao ritmo dos Pink Floyd....

 

 

 

Parabéns Salvador Sobral

 

 

Parabéns Benfica

publicado por tron às 12:13
 O que é? | | favorito
sinto-me:
música para pensar: We Are The Champions - Queen; Amar Pelos Dois - Salvador Sobral
Junho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
Visitantes
AmazingCounters.com
links
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Um de seis Milhões