Reportagens de Critica Investigação e Opinião
REPORTGENS, CRÍTICAS E INVESTIGAÇÕES DO CYBER-RERPORTER + SECRETO DO MUNDO Blog Nacionalista e Monárquico (UM AVISO: AQUI NÃO VAI ENTRAR O NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO BLOG MONÁRQUICO E NACIONALISTA)
26
Jun 16

O primeiro jogo por ordem cronológica dos oitavaos de final e que determinou o adversário de Portugal nos quartos de final teve que ser decidido na lotaria dos penalties o que reflectiu sobretudo o equilíbrio perfeito que existiu nos 90 minutos regulamentares do qual resultou um empate a 1 bola.

O treinador polaco brincou com o fogo e não fez nenhuma substituição nos 90 minutos e parecia que estava a advinhar e as guardou todas para o prolongamento onde as fez praticamente para refrescar a selecção polaca e onde os helvéticos deram forte e feio nos polacos para decidir o jogo ainda na meia hora extra, mas a defesa polaca estava inspirada e consegeuiu rechaçar os ataques alpinos e na volta ainda fazia um ou outro contra ataque venenoso que deve ser bem estudado pela selecção nacional dado o facto dos polacos serem os nossos próximos adversários.

A meia hora extra foi um reflexo dos 90 minutos onde os polacos mais frescos não arriscaram muito e se pouparam para os penalties usando o contra ataque de forma relativamente eficiente porque causou demasiados calafrios aos alpinos mas nada demais aconteceu na meia hora para despacharem o jogo ainda com bola corrida e tivemos que ir para a lotaria dos penalties onde os polacos foram tenuamente mais eficientes do que os suíços e por isso passaram e vão encontrar Portugal nos jogo dos quartos de final no dia 30.

Arbitragem sem nada demais a assinalar

 

 

Marcador

 

 

Polónia 1 (Błaszczykowski 39') - Suíça 1 (Shaqiri 82')

 

Penalties

Polónia

Lewandowski - Marcou
Milik - Marcou
Glik - Marcou
Błaszczykowski - Marcou
Krychowiak - Marcou

 

Suíça

 

Lichtsteiner - Marcou
Xhaka - Falhou
Shaqiri - Marcou
Schär - Marcou
Rodríguez - Marcou

publicado por tron às 13:17
|  O que é? | favorito
sinto-me:
música para pensar: Comfortably Numb - Pink Floyd
19
Jun 16

O duelo entre as duas selecções que estavam na frente do grupo A foi um jogo apenas para o empate porque ambas as selecções já sabiam que tinham o apuramento imediato para os oitavos de final do euro 2016 e em vez de entrarem em luta pelo primeiro lugar do grupo, resolveram jogar o jogo como estivessem apenas a cumprir calendário.

Jogo sem grande interesse onde uma ou outra tentativa de golo foi feita por ambas as selecções para não deixar passar a ideia que o jogo estaria combinado entre as duas e o pudesse sair destas jogas de perigo sairia porque ambas sabiam que tinham a qualificação na mão e não se quiseram lançar na luta pela vitória do grupo A o que depressa tornou o jogo maçador e sem qualquer sal.

Sei que não se podem obrigar as equipas a marcar golos e irem a luta por um qualuqer objectivo desportivo imediato ou futuro, mas ver duas selecções a jogarem de forma descarada para o empate sem qualquer intenção sequer de marcar golos foi mau demais para ser visto num certame da grandeza do Euro 2016, mas enfim foi com os donos da festa e ninguém vai fazer nada contra o jogo passivo como foi hojes mostrado.

Com um jogo destes a arbitragem não teve grandes trabalhos e até que poderia se ter sentado a beber um Pastis na sombra de uma palmeira devido a passividade do jogo que se jogou entre França e Suiça.

 

 

 

 

 

Bem vos encerro este artigo com o marcador que nunca se mexeu

 

 

França 0 - Suíça 0

publicado por tron às 22:44
|  O que é? | favorito
sinto-me:
música para pensar: Comfortably Numb - Pink Floyd
15
Jun 16

A Roménia entrou a matar no jogo com os helvéticos não dando grande espaço a selecção suíça, mas os romenos só conseguiram violar a baliza dos suíços através de um penalty, mesmo assim os romenos foram rijos e não foi por falta de mérito que não deram cabo dos suíços que se motraram frios e e se fixaram na posse de bola com quase 70% de posse de bola.

Os suíços não se deixaram impressionar com o ímpeto dos romenos e foram a jogo e levaram a água ao seu moinho empatando a partida e conquistando assim o segundo lugar da classificação do grupo A, mesmo assim não é um lugar tranquilo porque os romenos conquistaram o seu primeiro ponto e ainda não estão fora da festa.

A arbitragem não teve grande trabalho e o jogo em si também assim se proporcionou sendo um jogo que deu para passar o tempo sem grandes confusões, mesmo ao jeito dos suíços com a sua disciplina e mania da disciplina e regularidade.

Foi apenas uma partida para passar o tempo e que não decidiu quase nada em relação ao grupo A a não ser que o pior que pode acontecer aos suiços é irem como um dos melhores 3ºs classificados e que têm acesso aos oitavos de final.

 

 

 

Fica a marcha do marcador:

 

 

 

Roménia 1 (Stancu 18') - Suíça 1 (A. Mehmedi 57')

publicado por tron às 20:16
|  O que é? | favorito
sinto-me:
música para pensar: Someday - Gotthard
11
Jun 16

O segundo jogo do Grupo A do Euro 2016 ficou marcado de forma inevitável por arbitragem desgraçada que não mereceu a escolha do comité organizativo para marcar presença no maior certame do desporto-rei no Velho Continente.

A Albânia vendeu de forma bem cara a derrota aos helvéticos porque os helvéticos marcaram o único golo do desafio aos 5 minutos de jogo, mas os balcânicos não baixaram os braços e deram um festival de golos falhados que pelo menos lhes poderia ter valido o empate perante a selecção alpina e a Albânia jogou com dez desde do minuto 35 devido a expulsão do jogador Cana por duplo amarelo.

Mas não foi o duplo amarelo que prejudicou a selecção alabanesa, mas sim um penalty por assinalar nas babras do árbitro contra a selecção da Suíça que poderia ter mudado a história da partida e quem sabe ter tornado a Albânia a Grécia Euro 2004 modelo 2.0; mas com as duas primeiras arbitragens do Euro 2016, um qualquer fan do desporto-rei fica na dúvida se este europeu de futebol vai ser um torneio relativamente limpo.

O árbitro do jogo Suíça - Albânia fez jus ao seu nome e foi um grande cavalo lembrando algumas arbitragens duvidosas da Lusitânia onde os árbitros adoram ser a figura do jogo tirando todo o protagonismo dos jogadores e centrando toda a atenção no seu ego e hoje, infelizmente, aconteceu isto e é de lamentar bem como os actos de vandalismo dos ingleses que me fazem sentir saudades do nosso mui amado e odiado Euro 2004 e não ponham o Sr. Carlos Velasco Carballo que foi um cavalo a apitar o jogo de hoje

 

 

 

Resultado:

 

Suíça 1 (Schär, 5') - Albânia 0

publicado por tron às 16:38
|  O que é? | favorito
sinto-me:
música para pensar: Chamem a Polícia - Trbalhadores do Comércio
01
Out 14

 

publicado por tron às 23:55
|  O que é? | favorito
sinto-me:
música para pensar: Money - Pink Floyd
17
Ago 14

O caso BES está a ficar mesmo internacional tal como o fado e os pastéis de nata porque as mais recentes evoluções neste caso mostram uma teia de ligações boa para que Moita Flores escreva mais um argumento para uma das suas mais do que muitas novelas onde pode encaixar a sua encatadora esposa e actriz Filomena Gonçalves.

Veio ao de cima que o mui afamado Credit Suisse deu uma mãozinha na venda de biliões de dólares em títulos do sociedades off-shore que serviam de testas-de-ferro para despacharem dívida do Grupo Espírito Santo para os clientes do BES e o próprio Credit Suisse desenhou esta operação que mostra que estamos a ter outro caso podre na república depois do caso das sucatas que de vez enquando ainda vai dando pano para algumas mangas.

Entretanto se soube na semana passada que o ex-chefe de gabinete do antigo presidente francês Nicolas Sarkozy que era representante do Crédit Agricole na administração do BES (o CA era um dos accionistas de referência) e este senhor que dá pelo nome de Xavier Musca vendeu 35,8 milhões de acções do BES sem comunicar a CMVM dentro o prazo devido e esta venda foi feita dois meses antes do colapso do banco e rendeu ao senhor Musca algo como 32,6 milhões de euros, coisa pouca se sabendo sobretudo que o CA era um dos accionistas de referênca tanto do BES como do GES.

Estas novas novidades dão que pensar aonde pára e aonde está a fiscalização bolsista, pois que está dá a sensação que passou demasiado tempo a dormir para não dizer mesmo em coma e agora acorda quando é demasiado tarde e mostra uma imagem de entidades passivas que para nada servem e se esqueceram do que o crash de 1929 ensinou ao mundo que se afirma como civilizado e que no caso português se está a internacionalizar de uma forma indesejável para a nação e para todos nós como habitantes desta nação quase milenar de seu nome Portugal.

E com esta internacionalização do escândalo Espírito Santo e com a fiscalização aqui do burgo a mostrar mais rachas do que as paredes de uma caça devoluta e no meio das rachas um estado de hibernação em coma que permite toda a espécie de violações as regras de mercado, prova que algo tem que ser feito, pode ser algo tardio, mas mais vale tarde do que nunca.

Como sempre as perguntas chatas: Aonde está mesmo a fiscalização bancária e bolsista ? Será que o nosso dinheiro está mesmo seguro ? Quem mais está metido no caso BES ? Alguém vai responder por estas histórias mal contadas ?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

publicado por tron às 23:32
|  O que é? | favorito
sinto-me:
música para pensar: Death on Two Legs - Queen
25
Jul 14

O caso da quase falência do GES/BES está em definitivo a se tornar uma nova novela ao nível do caso das sucatas porque na imprensa aparecem ligações a outros casos que metem gente da alta  e como nestas novelas como está a ser o caso do BES tem ligações ao poder político da república e muitos jornais se vão vender e muito se vai escrever.

Indo ao assunto: hoje o sr. Ricardo Salgado foi detido e foi responder no Tribunal Central de Investigação Criminal, no Campus da Justiça, no Parque das Nações (aka. Expo'98) e foi libertado contra o pagamento de uma caução de 3 milhões de euros e foi detito não sobre as podridões do GES que está a cair aos pedaços e vamos ver com que consequências, bem como a conta de uma caso que já passou por aqui por este mesmo blog, chamado Caso Monte Branco e que mete no meio da festa um suíço chamado Michael Canals que também está ligado aos negócios de Duarte Lima.

O caso Monte Branco teve como centelha principal na casa de câmbios Monte Negro & Chaves onde o cidadão Francisco Canas, aka. Zé das Medalhas; era a primeira ligação e esta casa de câmbios era famosa nos tempos do PREC e por onde passaram para a Suíça 3,4 biliões de euros e o Zé das Medalhas que nada tem a ver com o seu homólogo na novela da Globo mais vista em Portugal (Roque Santeiro).

Este grande negócio teve o seu ponto máximo entre 2006 e 2012; gente grande como advogados, políticos e empresários usavam este sistema para fugirem as finanças e deram um calote as finanças de mais de 200 milhões de euros e o esquema pode para muitos lembrar o caso Dona Branca ou mesmo o Caso Alves dos Reis.

Estes milhões faziam como Willy Fog, mas não levavam 80 dias para dar a volta ao mundo, levavam menos tempo mas davam mesmo a volta a mundo porque ia de Portugal para a Suíça, da Suíça para Cabo Verde e de Cabo Verde voltava para Portugal e no final deste tour iam parar a contas no BCP/Millenium e aos clientes de Canals que chefiava ou chefia a firma de gestão Akoya com sede na Suíça e o Ministério Público constitiu como arguidos (aka. suspeitos): Franscico Canas (o Zé das Medalhas), Michael Canals, Nicolas Figueredo, o sobrinho de Francisco Canas que tem o mesmo nome do tio; José Pinto (gestor da Akoya), Ricardo Arcos Castro (ex-administrador da Arcofinance, firma a qual está sob investigação) e José Carlos Gonçalves, empresário do ramo da construção civil e imobiliário de Alenquer.

E na lista dos clientes desta rede chefiada por Canals aparecem gestores do BES entre os quais..... Ricardo Salgado, a empresa de construção civil Bento Pedroso Construções que faz parte do grupo Oderbrecht e esta catarata de lodo se começou a descobrir aquando da investigação de outro caso que envolvia a banca e fuga ao fisco com o nome de Operação Furacão e neste caso foram feitas buscas no BCP, Finibanco, BPN e BES e neste caso foram feitas escutas onde foi apanhado o primo de Ricardo Salgado, José Maria Ricciardi, ex-líder do BESI que era o visado das escutas e nestas escutas aparece o próprio Ricardo Salgado e dois cidadãos bem conhecidos: Miguel Relvas e Pedro Passo Coelho; nestas mesmas escutas, Ricciardi tentou pressionar o Führer Passos Coelho em relação as privatizações da REN e da EDP e por isso foi constituído arguido no caso Monte Branco o que fez soar sinais de alerta no MP e ao mesmo tempo foi um dos catalisadores da saída de Miguel Relvas do presente desgoverno causando uma mini-crise política.

Esta ligação político-económica entre BPN,BES e o presente desgoverno e um suíço que também aparece ligado aos casos de Duarte Lima dá que pensar em quem podemos confiar no poder político e quais as ligações entre o actual poder político da república e estes escândalos e quais as consequências para o comum dos mortais sabendo-se que 2015 vai ser ano de eleições gerais e eleições presidenciais e há muitos nomes do presente poder político interligados a este(s) caso(s) e até se pode pensar que todos os casos estão interligados e que o poder político da república está podre e está metido no lodaçal do caso do BES ou outros como os casos Furacão ou Monte Branco.

E ficam as minhas perguntas de sempre quase sempre sem resposta: Qual a ligação entre estes casos todos ? Qual a ligação do poder político da república a estes casos ? Será que temos outro caso Alves dos Reis ou Dona Branca ? Quem paga isto tudo ? Será que há mais ligações escondidas ? Quais serão os novos avanços ? Até onde isto vai dar ?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

publicado por tron às 23:15
|  O que é? | favorito
sinto-me:
música para pensar: Money - Pink Floyd
15
Jun 14

Esta máxima que é uma máxima de qualquer desporto colectivo no duelo Suíça - Equador se mostrou de uma firma implacável e talvez tenha servido de lição a muitas equipas que ainda estejam para jogar nesta primeira jornada da fase de grupos do mundial 2014 que se finda na terça-feira dia 17; e a Suíça não só por ser a capital dos relógios e do bom chocolate mostrou a uma nação produtora de cacau como por vezes o chocolate pode ser bem amargo.

Este jogo foi mais entretido do que o jogo da última madrugada e onde se abriu e bem o livro em termos de jogo jogado e houve mesmo jogo até ao fim e a Suíça não mostrou um jogo espapaçado e migado como é sua tradição e jogaram de igual para igual para o Equador e este equilíbrio por cma propocionou um belo espectáculo de futebol que espero que seja padrão mínimo na qualidade de jogo para este mundial que está quase a acabar a primeira jornada da fase de grupos e que os bons espectáculos ainda estão muitos escassos e este jogo foi algo contra-sistema neste mundial onde os jogos bem jogados têm sido escassos para o custo que o mundial custou e está a custar ao Brasil

 

 

 

 

 

As Equipas

 

 

Suíça
Equador
1
BENAGLIO
 
22
DOMINGUEZ
 
2
LICHTSTEINER
2
GUAGUA
5
VON BERGEN
3
ERAZO
8
INLER
 
4
PAREDES
10
XHAKA
6
NOBOA
11
BEHRAMI
7
MONTERO
 
13
RODRIGUEZ
10
W. AYOVI
14
STOCKER
 
11
CAICEDO
 
19
DRMIC
 
13
E. VALENCIA
20
DJOUROU
16
A. VALENCIA
23
SHAQIRI
23
GRUEZO

Substitutes

Substitutes

12
SOMMER
 
1
BANGUERA
 
21
BÜRKI
 
12
BONE
 
3
ZIEGLER
5
IBARRA
4
SENDEROS
8
MENDEZ
6
LANG
9
ROJAS
 
7
BARNETTA
14
MINDA
9
SEFEROVIC
 
15
ARROYO
 
15
DZEMAILI
17
J. AYOVI
16
FERNANDES
18
BAGUI
17
GAVRANOVIC
19
SARITAMA
18
MEHMEDI
 
20
MARTINEZ
22
SCHÄR
21
ACHILIER

 

 

Treinadores: Suíça: Ottmar Hitzfeld (Ale) 8/10

                    Equador: Reinaldo Rueda (Col) 7/10

 

 

A arbitragem não teve problemas nem foi nada demais nem pelo menos nem pelo mais e se portou bem e foi chefiada pelo cazaque Ravshan Irmatov e secundado pelo igualmente cazaque Abduxamidullo Rasulov e pelo quirguiz Bakhadyr Kochkarov e o 4º árbitro foi o norueguês Svein Oddvar Moen e esta equipa merece um 8/10

 

 

 

Disciplina: Suíça: Amarelo: para Djourou (84')

               Equador: Amarelo : Paredes (53')

 

 

 

Os melhores do jogo: A Suíça que nunca desistiu do jogo e foi até ao fim literalmente, a arbitragem, os marcadores dos golos

 

O pior do jogo: O Equador que se encostou depressa ao 0-1 e pagou bem caro este encostar em vez de procurar mais um golo ou então reforçar-se nas linhas recuadas de alguma forma que evitasse a reviravolta dos helvéticos

 

 

 

Marcha do marcador: Suíça 0 - Equador 1 (Valência 22'); Suíça 1 - Equador 1 (Mehmedi 48'); Suíça 2 - Equador 1 (Seferovic 90' + 3)

 

 

 

 

Substituições: Suíça:Entra A. Mehmedi e sai V. Stocker (46'); entra H. Seferovic e sai J. Drmic (75')

                     Equador: Entra M. Arroyo e sai F. Caicedo (70'); J. Rojas e sai J. Montero (77')

publicado por tron às 21:15
|  O que é? | favorito
sinto-me:
música para pensar: Love is a Battlefield - Pat Benatar
16
Fev 14

Multinacional suíça e general angolano juntaram-se para revender petróleo à Sonangol

 

 

 

 

 

 

Leopoldino do Nascimento é uma das altas figuras próximas de José Eduardo dos Santos ainda sob investigação na Procuradoria-Geral da República portuguesa. A Foreign Policy dedica-lhe um longo artigo de investigação sob o título The 750 Million Dollar Man.

 

 

 

 

 

 

(Fonte: Público)

publicado por tron às 23:50
|  O que é? | favorito
sinto-me:
música para pensar: Money For Nothing - Dire Straits
06
Fev 14

Ao contrário das autoridades portuguesas que deixam arrastar todos os casos que metem gente grande no meio da festa, no Brasil há os casos que e arrastam, mas quando mete mortes pelo meio e suspeitas de lavagens de dinheiro, as autoridades brasileiras ao contrário do que se passa em Portugal, não deixam a coisa se arrastar muito felizmente nem perdem muito tempo com merdinhas de nada como é o caso de Portugal.

Nestes dias desta semana chuvosa de Fevereiro que não nos tem dado grandes motivos para descanso, as autoridades brasileiras enviaram para as suas congéneres lusitanas, a carta rogatória a pedir (leia-se) a exigir que o ex-deputado do PSD e suspeito de vários crimes, incluindo o de homicídio da cidadã portuguesa Rosalina Ribeiro, num  processo que tem como génese uma espécie de sequela da Herança Sommer que é o caso da hernaça do industrial Tomé Feteira que teria deixado os seus bens  a sua secretária e companheira de muitos anos, Rosalina Ribeiro a qual estava envolvida num processo judicial com a única filha viva de Feteira, Olímpia Feteira e o advogado de Rosalina era exactamente Duarte Lima que é o principal suspeito da mrote de Rosalina, embora o mesmo Duarte Lima aponte as culpas para uma desconhecida loira.

Acontece que o mesmo Duarte Lima está sob prisão domiciliária e com pulseira elctrónica devido ao caso BPN no qual está envolvido pelo que andei a ouvir na rádio, esta carta rogatória vinda de terras de Vera Cruz tem a ver com uma chamada vinda da Suíça e que teve como destino o ex-deputado da república e se sabe que um dos locais onde tanto Tomé Feteira como Rosalina Ribeiro tinham os seus dinheiros depositados era o baanco suíço UBS que por uma daquelas coincidências tambem está metido no caso do BPN e no caso dos Submarinos do Portas em especial através de um gestor de conta comum aos 3 casos, o suíço Michel Canals.

Não se sabe anda se esta chamada foi feita por Canals, mas o certo é que despoletou toda a máquna jurídica possível para este caso no Brasil e se sabe que casos como este que envolvem homicídios de idosos sejam que estatuto social forem são sempre levados as máximas instâncias judiciais e se sabendo que esta loira se evaporou no ar sem se saber aonde pára ou quem é ela ainda mais enterra Duarte Lima que estará sujeito muito provavelmente a se aguentar com um tribunal com júri popular e esta história da loira misteriosa parece coisa saída de algum flme noir ou de um qualquer policial norte-americano porque ninguém sabe onde esta mesma loira anda ou está, nem sequer Duarte Lima.

E ficam as minhas perguntas como sempre sem resposta: Quem fez esta chamada da Suíça ? Qual a relação entre estes casos e os casos dos submarinos e do BPN ? Será que Duarte Lima vai ser mesmo julgado no Brasil ? Será que vai haver justiça neste caso ? Mais alguém vai ser chamado ? Aonde isto vai parar ? Quem mais estará envolvido ? Aonde vamos parar com esta triste novela ?

Como sempre vos peço para ler, cometar e divulgar

publicado por tron às 22:59
|  O que é? | favorito
sinto-me:
música para pensar: And Justice For All - Metallica
Outubro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
links
blogs SAPO