Reportagens de Critica Investigação e Opinião
REPORTGENS, CRÍTICAS E INVESTIGAÇÕES DO CYBER-RERPORTER + SECRETO DO MUNDO Blog Nacionalista e Monárquico (UM AVISO: AQUI NÃO VAI ENTRAR O NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO BLOG MONÁRQUICO E NACIONALISTA)
19
Jun 17

Dedicada a todos aqueles que lutam contra esta tragédia que parece não ter fim....

 

 

 

Heroes - David Bowie .... versão cantada ao vivo no concerto de tributo a Freddie Mercury em 1992 e que é encerrada com recitação do Pai Nosso em inglês

 

 

 

Por vezes temos que nos agarrar a fé para ganharmos força para enfrentar as nossas dores e eu na minha curta vida de 38 anos já tive a minha dose de dor para contar as gerações futuras

 

 

 

 

 

publicado por tron às 04:18
|  O que é? | favorito
sinto-me:
música para pensar: Heroes - David Bowie (dedicada aos Bombeiros)
19
Jun 17

Este ano, melhor por estes dias da semana que começou no 11 de Junho e acabou ontem e na semana seguinte que começou hoje estão em definitivo marcados pela tragédia do Pedrogão Grande que ainda acontece.

Tragédia que se deve a um incêndio florestal que nunca mais acaba e a falta de meios por parte da Protecção Civil é gritante e depois da tragédia do Caramulo há coisa de dois anos atrás nada foi feito e a tão falada prevenção não aparece e nem pode aparecer porque neste último Inverno não foi rara a notícia em que num recanto qualquer desta nação com quase mil anos de vida.

As falhas na chamada prevenção são demasiadas para serem passadas em claro e para não serem apuradas responsabilidades tanto materiais como políticas nesta tragédia que já vitimou mais de 60 pessoas havendo crianças nestes números trágicos que não vão parar de aumentar no mais trágico incêndio florestal de que se tem conhecimento em Portugal e um dos mais trágicos a face da Terra.

Os meios que se tinham há uns anos por parte da Força Aérea estão parados a criar ferrugem e ninguém os coloca em uso não se sabe porquê e o Comandante Supremos das Forças Armadas nem sequer se dá ao trabalho de saber porque estes meios não são usados e os os meios que não estão alocados à Força Aérea estão avariados e têm que vir meios de outras nações para resolver uma crónica falta de meios que não se explica de forma lógica.

Esta tragédia me deixou em estado de choque ao ponto de eu não ser mais capaz de ver os telejornais dos vários canais de televisão e me refugiar a ouvir algum dark metal para me isolar nem que fosse por uns minutos para ter algum apetite para o jantar e que não foi muito apesar deste ser uma coisa que gosto de comer muito, mas não tive a mínima fome e tomei os meus medicamentos mesmo com pouco comer no estômago.

Pelo que andei a ler nas redes sociais e nas edições electrónicas dos jornais nacionais; as ajudas começaram a chegar, que sejam de fundações como dos comuns cidadãos que têm acorrido aos quartéis de bombeiros para ajudarem os soldados da paz que na sua grande maioria são voluntários e estam literalmente a enfrentar a morte numa tragédia sem qualquer paralelo na história desta nação chamada Portugal.

Estou com uma raiva por dentro que me consome porque ninguém no Inverno, e me estou a referir a Gerigonça e ao poder local que não tiveram a mínima preocupação em prevenir os fogos sabendo-se que há coisa de há dois anos aconteceu em Portugal um incêndio semelhante na serra do Caramulo e mesmo com esta tragédia na memória de muitos de nós não se precaveram.

Também li para colocarem os benificiários de RSI a limpar as florestas e eu tenho uma resposta para quem lançou esta ideia: eu apesar de ter asma e epilepsia ia de boa vontade, apenas exigia 3 coisas: material para desbastar o mato, refeição e transporte; se tivesse estas 3 coisas eu dava uma mão a limpar as florestas desta nação, mas nem Caranguejola e muito menos Gerigonça levam esta ideia para diante e daqui a alguns meses temos eleições municipais e a ministra da Administração Interna que nunca passou duma versão feminina de Alberto Costa (ministro da mesma pasta dos tempos de Guterres que foi rotulado como o pior ministro desta pasta, sobretudo devido a sua incompetência a lidar com os problemas das forças da ordem e com os incêndios) porque depois das mesmas eleições municipais volta ao seu hobby que é aparecer nas chamadas revistas cor-de-rosa deixando para os adjuntos o trabalho pesado e doloroso.

Apenas deixo umas quantas perguntas: Quantas mais almas se vão perder nos incêndios por falta de prevenção? Quem tem a culpa destas tragédias? Quando é que estas tragédias deixam de acontecer?

 

 

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

 

 

 

 

Post-Scriptum: Todas as redes internacionais de televisão falam desta tragédia. Mais uma vez Portugal nas bocas do mundo pelos piores motivos, apenas espero que este espalhar pelo mundo consiga juntar o máximo de ajuda para os bombeiros e para as vítimas

 

publicado por tron às 03:33
|  O que é? | favorito
sinto-me:
música para pensar: Heroes - David Bowie (dedicada aos Bombeiros)
03
Set 15

Como ser humano, não posso deixar passar em claro a crise de refugiados que são provinientes do norte de África e tentam chegar de forma precária ao Velho Continente, quando sobretudo vi a imagem da bebé morta na areai de uma praia acho que italiana ou grega quando a casca de noz que a levava e com mais uns quantos pobres desgraçados que fogem da guerra e da fome.

Esta onda migratória vem mostrar que com a excepção do Egipto e da Tunísia, a chamada Primavera Árabe nunca passou de uma ilusão e que no fim ainda serviu de génese a grupos terroristas muito mais violentos do que a Al-Qaeda como é o caso do ISIS e do Boko Haram e para os quais o chamado mundo civilizado não ytem uma resposta a altura dos crimes feitos por estres grupos que são a verdadeira rencarnação dos nazis ou dos outros grupos que mancharam a humanidade com sangue inocente e os polícias do mundo não passam de uns quantos impontentes que passam o tempo a discutir o valaro do dinheiro em vez de serem a Europa chamada humana a resolver o problema que em parte tem culpa porque andou a financiar algum grupúsculos na Primavera Árabe que se tranformarm no ISIS.

Agora a Europa acordou tarde demais quando começam a aparecer crianças mortas quando isto se poderia evitar se a mesma Europa tivesse tido uma resposta coordenada há mais tempo e se deixasse de escolher os refugiados como fosse gado a comprar porque a Alemanha tomou a posição de escolher apenas aqueles que querem ser asilados políticos porque os outros têm que voltar para o inferno de onde vieram.

Entretanto Portugal está a ser um pouco melhor e está a haver uma resposta dentro do território nacional para acolher estes refugiados, algo que Portugal quase se tornou um especialista porque não nos podemos esquecer que não há guerra no mundo nos últimos 70 anos em que Portugal acabe por servir de porto de abrigo aos mais desesperados dos desesperados e mais uma vez este recanto a beira-mar plantado volta a ser o abrigo de mais uma massa humana que vem a fugir do inferno da guerra que parece não ter fim a vista.

O único mundial que vi a fazer algo de concreto contra estes fanáticos que violam o sagrado Alcorão foi o rei da Jordânia, Abdullah II que pessoalmente liderou uma esquadrilha de aviões para bombardear posições do ISIS de forma precisa porque de resto, o resto do mundo civilizado apenas tem operações espúrrias que praticamente não fazem dano nos cernes das organizações terroristas como se exigia que fosse feito, mas um dano tão grande que não permitisse o seu regresso ao activo e agora graças a suposta Primavera Árabe  e passados 70 anos do fim da II Guerra Mundial, voltamos a assistir mais uma uma vez a ondas de refugiados a fugir literalmente da morte e a Europa está-se nas tintas até que os verdadeiros inocentes morram nas praias e aí quando já é tarde abrem os olhos e chegam a brilhante conclusão que é preciso que se mexam antes que morram mais inocentes.

Não consigo compreender é como o mundo dito civilizado não aprende com os erros do passado e continua a errar da mesma forma como errou durante todo o século XX e a massificação da informação através das redes sociais que depressa tornaram a intenet numa espécie de 5º poder ainda mais aviva estas memórias que todos nós queríamos que não passassem de memórias, mas todavia esta votade é utópica porque os desastres humanitários provocados pelas guerras mundiais se estão a repetira, agora neste preciso momento e o mundo em si e não apenas a Europa precisa de tomar medidas concretas sob o risco de aparecerem corpos a flutuar nas praias de toda a Europa do sul porque os chamados polícias do mundo não sabem se mexer como uma força unida e apenas se mexem como um grupo de uns quantos interesseiros que tentam jogar ao mesmo tempo com os seus interesses e com a vida de milhares de desgraçados que fogem do inferno da guerra como é o caso da Alemanha e o mundo continua num silêncio nojento e ensurdecedor enquanto milhares morrem no Mare Nostrum de fome e de sede para fugir do inferno e depois ainda há quem diga que a Europa é o paraíso da igualdade quando mesmo passados 70 anos do fim da Segunda Guerra Mundial ainda não aparendeu a lidar com refugiados ou com possíveis ondas de refugiados.

Compreendo que Portugal queira ser uma ajuda para tentar minimizar esta desgraça ao dar ajuda, mas as autoridades locais em Portugal têm também que pensar que Portugasl também tem a sua quota de desgraçados e tem que pensar em ajudar também os que aqui tem no seu interior e que muitos fogem do inferno da miséria para outros recantos do Velho Continente deixando para trás uma população envelhecida e fraca e em Lisboa há muitos a precisar de casa como estes refugiados e apesar de bondosa, a ideia da CML destacar um fundo para os refugiados ainda pode dar conflito ou dar a ideia de conflito entre portugueses e refugiados e é algo a evitar.

E ficam as minhas perguntas de sempre: Porque não existe uma política concertada pelo menos a nível europeu para lidar com ondas de refugiados ? Afinal aonde pára o humanismo da Europa ? Por onde vai a humanidade ? É este o mundo que criamos?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

publicado por tron às 10:46
|  O que é? | favorito
sinto-me:
música para pensar: Is This The World We Created ? - Queen
13
Jun 15

A situação grega em termos de economia está praticamente resolvida de forma trágica porque graças as grandes negociatas e jogo de mentiras sobretudo dos socialistas com um toquezinho dos primos gregos do PSD chamados de Nova Democracia.

Foram submarinos, foram contas aldarbadas para que a Grécia entrasse no pelotão da frente do euro, foram obras sobrefacturadas e inacabadas nos jogos olímpicos como se viram os lançamentos serem feitos não no estádio olímpico, mas sim no estádio Panatenaico que foi o palco dos primeiros jogos olímpicos da história moderna além da piscina que era para ser coberta e acobou por ficar sem cobertura que até acabou por ter o seu lado positivo porque sabemos que os verões gregos são tragicamente implacáveis em termos de calor.

E o acumular de mentiras e de más governações ao longo dos anos é uam das causas desta situação, mas governações que vêm pelo menos desde do tempo do regime dos coronéis e este lodo de má governação se tem acumulado nestas últimas 4 décadas e quando o Syriza chegou ao poder, o desastre já estava feito e os cortes da austeridade da Troika apenas serviu como mais um prego na crucificação da economia grega que nunca esteve boa nem nunca foi grande coisa.

A situação grega cada vez me lembra mais a situação da Alemanha da República de Weimar onde um governo dependente de ajuda exterior para se manter, acabou com as calças na mão assim que aconteceu o crash de 1929 e a Grande Depressão causando mais miséria do que aquela que já havia na Alemanha nas consequências da primeira guerra mundial e assim se abriu a caixa de Pandora dos extremismos com as consequêncis que quase todos nós conhecemos e não esquecer que a terceira maior força política grega é o partido neo-nazi Aurora Dourada.

E esta semelhança entre o actual cenário grego em termos de economia e a semelhança com a Alemanha de Weimar é gritante e a situação na qual o Syriza encontrou a Grécia foi praticamente a mesma a qual Adolf Hitler encontrou a Alemanha quando foi nomeado Chanceler da Alemanha, acontece que na Grécia o chanceler veio da Liga Espartaquista e o NSADP está na oposição por enquanto; mas não deve ser por muito tempo porque a situação grega cada vez está mais negra.

E numa coisa ambos estão de acordo: é que a UE está a afundar a Grécia e vamos ver se não vamos abrir de novo a caixa de Pandora dos extremismos porque porque a situação na Grécia está preta e perigosamente semelhante a da Alemanha em 1933 e depois quase todos nós sabemos o que aconteceu menos os tubarões da UE e restantes cardumes anexos porque quando andaram no liceu chumbaram em História e de forma particularmente violenta porque se esqueceram que medidas e situações semlhantes provocaram quase o final da existência humana há 80/90 anos atrás anda nas primeiras três décadas do século passado.

Como sempre vos deixo as minhas perguntinhas sem resposta: O que acontecer na Grécia afectará Portugal ? Porque quando há uma bancarrota ou algo semelhante na Europa há sempre um governo socialista no meio da festa ? Será que vamos ter um ressurgir do fascismo na Europa ? Porque quando há esterco na Europa acontece sempre nas repúblicas ? Será a repúblca um regime ultrapassado ?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

 

publicado por tron às 11:54
|  O que é? | favorito
sinto-me:
música para pensar: Portugal na CEE - GNR
11
Fev 15

O derby entre Sporting e Benfica deste domingo foi um jogo relativamente bem jogado, apesar do Benfica ter jogado apenas para o empate e mesmo sendo benfiquista não consegui ainda compreender esta atitude ou filosofia de jogo por parte do Benfica; mas apesar desta filosofia de jogo triste, o jogo teve bons momentos de futebol e o que estragou nem foi o árbitro em si mas sim as claques.

A claque dos encarnados NoName Boys, que logo depois dos trágicos eventos da final da Taça de Portugal de 96 onde um adepto do Sporting foi assassinado por um membro desta mesma claque quando este lançou um very-light, foi corrida das instalações do antigo Estádio da Luz onde tinham um anexo onde se reuniam, mas depois voltou a sua toca; voltou a arranjar porcaria da grossa em dose dupla.

A primeira dose foi na véspera do derby; quando houve derby no futsal e onde a mesma claque exibia um cartaz a lembrar a data mais triste do futebol português no pavilhão da Luz completamente cheio e que acabou tudo a pancada estragando algo que muitos esperavam ser um espectáculo desportivo minimamente decente e que derveria de ter servido para as autoridades e para os clubes que iriam se defrontar no dia seguinte no estádio Alvalade XXI o que iria acontecer e que acabou por acontecer´.

A maldita tarja que servia de troféu de caça para as bestas que dizem ser adeptos do Benfica mas que apenas servem para enxovalhar o nome da instituição voltou a aparecer e os verde-e-brancos responderam a letra com outra tarja e para culminar do estrago começaram a arremessar objectos uns contra os outros e para o campo estragando de forma irreversível o jogo e as autoridades futebolísticas não souberam usar da justiça num jogo que as claques fizeram o favor de arruinar e se estas claques quiserem repetir a gracinha, fiquem então em casa ou o façam junto a uma esquadra da polícia ou da GNR.

E ficam as perguntas: Como foram possíveis os tristes eventos derste domingo ? Será que se vão repetir ? De quem é a culpa ? Porque não se acaba com estas claques violentas ? Estão a espera de mais tragédias ?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

Esta atitude serviu para mostrar a incompetência das entidade ligadas ao futebol por caso fossem minimamente competentes, bestas como os NoName e outras claques que são verdadeiros hoolligans apenas viriam a bola pela televisão ou ouviam o relato pela rádio porque não voltavam a entrar num estádio de futebol nem como convidados e nem num jogo da selecção nacional para aprenderem o que seria bom para a tosse

publicado por tron às 23:32
|  O que é? | favorito
sinto-me:
música para pensar: Bichos Escrotos - Titãs
13
Out 14

As cheias do passado dia 22 não serviram de lição ao edil de Lisboa e candidato a primeiro ministro António Costa que se entreteve no assalto ao poder  no PS e ao mesmo tempo que se faz ao lugar de Führer de Portugal, se esquecendo que foi eleito para burgomestre de Lisboa há coisa de um ano.

E desde de dia 22 de Setembro até hoje ninguém fez nada para que se evitasse outra situação igual a de dia 22 porque com o primeiro temporal oficial de Outono, a capital da lusofonia ficou submersa causando milhares de euros de prejuízos aos comerciantes da Baixa Pombalina e as sarjetas e sistemas de dernagem de águas pluviais da cidade de Lisboa depois de 22 de Setembro continuaram por limpar e não foi por falta de tempo e hoje outra enchente devido a mesma negligência grosseira da edilidade da capital que se remeteu ao silêncio.

Este silêncio sem justificação é a prova que António Costa não está a fazer mais nada na CML do que construir uma cidade para os turistas se esquecendo que Lisboa com os chamados habitantes flutuantes chega a ter um milhão de pessoas e a zona metropolitana de Lisboa soma 3 milhões e meio de almas, quase 1/3 dos habitantes de toda a nação; e depois ainda quer ser primeiro-ministro se nem da cidade sabe cuidar.

Estas chuvadas me fazem lembrar os relatos feitos pela minha avó, pela minha mãe e pelo meu tio (irmão da minha avó) das cheias de 25 de Novembro de 1967 e que pelo que se sabe são as maiores cheias de que há memória em toda a zona metropolitana de Lisboa e não apenas em Lisboa Cidade; e lembro as cheias de 1967 porque esta mesma tragédia se deveu a falta de drenagem e os meus parentes contam casos dignos de fazerem parte de um filme de terror como a água se infiltrar na minha antiga casa pelo chão porque apesar do lado da frente ser uma cave, para as traseiras era um primeiro andar ou de salvamentos feitos pelo meu avô ou pelo meu bisavô a conta de tábuas e de cordas e um caso que me contaram que ficou-me gravado na memória que foi o caso de duas irmãs que morreram afogadas abraçadas uma a outra e que ninguém as conseguiu separar e assim foram enterradas.

Quase que é uma certeza absoluta que em outras famílias e bombeiros da zona de Lisboa e arredores há casos parecidos ao que a minha família me contou do que se passou em Novembro de 1967 e esta lição dolorosa da qual nunca se soube o número real de mortos porque houve centenas de mortos e desaprecidos e o regime do Estado Novo censurou os jornais para que estes não dessem a conhecer lá fora que Lisboa tinha uma cintura de barracas apesar de ser uma cidade europeia e relativamente cosmopolita.

Esta dolorosa lição que custou milhares de vidas foi esquecida por António Costa porque em menos de um mês, Lisboa fica submersa pela segunda vez e agora até houve peixes que apareceram em Alcântara, um dos bairros alfacinhas que mais sofreram com as cheias de hoje e com a piscina de chuva que se formou na Baixa Pombalina gostava de saber qual a imagem que levam os turistas de Lisboa, já que andam a tratar das hemorróidas dos turistas com a língua; depois de duas enchentes em 3 semanas.

Duas inundações acontecerem no espaço de 3 semanas e se sabendo o histórico de cheias trágicas em Lisboa, que as de 1967 são o ponto máximo em termos de tragédia humana e nada ser feito para as evitar, os mesmos prejuízos de 22 de Setembro a repitirem-se e duvido que agora as seguradoras safem os lojistas e a CML se cala sem sequer se justificar ou tentar se justificar deixando os milhares de lisboetas a espera de resposta da CML que nunca vem.

E se os socialistas pedem a cabeça de vários ministros do governo do Führer Passos Coelho por estes serem incompetenentes e na minha opinião como lisboeta de 6ª geração e com mais de 3 décadas de Lisboa no coirão que, nós lisboetas devemos de fazer o mesmo a António Costa porque não quero ver nem ouvr falar numa tragédia igual ou pior como as cheias de 1967 onde apesar da censura, Espanha e França doaram donativos generosos para ajudar os que mais sofreram com as cheias e esta sucessão de actos de pura incompetência da gestão socialista da CML encabeçada por António Costa, é toque do clarim para que esta administração municipal saia porque está a fazer a Lisboa o mesmo que o governo Sócrates e o em parte o Governo Passos/Portas está a fazer com Portugal: a afundá-la e desta vez no sentido literal da palavra e esta cidade de onde partiram as naus e as caravelas que deram novos mundos ao mundo não precisa de pessoas para a afundar, mas sim pessoas que saibam cuidar dela como ícone mundial e isto António Costa não está a fazer porque pensa que vai ser primeiro ministro; mas entre António Costa e Passos Coelho é quase como escolher entre o Alien e o Predador porque neste duelo quem perde é a humanidade.

Graças a estupidez, incompetência e negligência de António Costa, não é de descartar que mais tarde ou mais cedo se repita a tragédia de 1967 em Lisboa e depois vamos ver se Costa vai ficar calado ou algum grupo de lisboetas ainda faz algo que não deve; mas não podemos deixar de apontar este facto que é o PS se armar em Salomé e pedir as cabeças de alguns ministros do presente governo em bandejas de prata, quando o seu candidato a primeiro-ministro mostra ser o mais incompetente edil de Lisboa da história e a esquerda está a calada e a oposição na assembleia municipal de Lisboa já começa a questionar a atitude de António Costa perante estas situações.

E ficam as perguntas de sempre: O que pensa a CML para evitar inundações em Lisboa ? Estão a espera que se repita a tragédia de 1967 ? Se pedem a demissão de ministros por serem incompetentes, porque então não se demite o presidente da CML por descarada incompetência ? O que é preciso ser feito para que haja esta deemissão ? Porque não limparam as sarjetas como deve ser depois do dia 22 para que a enchente se evitasse ? Se acontecer uma tragédia igual ou pior do que as as cheias de 1967, como é que a CML vai reagir ?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

publicado por tron às 23:32
|  O que é? | favorito
sinto-me:
música para pensar: Chuva Dissolvente - Xutos & Pontapés
22
Ago 14

Tive que colocar a minha mãe num lar porque nem no hospital ela recuperou o andar e o hospital precisava de vagas, parece que a Santa Casa me vai ajudar no lar, mas não queria fazer isto e me sinto um monte de esterco e para ajudar a mnha saúde me está a armar umas peças para compor o quadro e eu estou a ficar perdido no meio do éter sem muito por onde me virar.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

tron

publicado por tron às 23:50
|  O que é? | favorito
sinto-me:
música para pensar: Mother Love - Queen
26
Jun 14

Depois do desastre chamado Brasil 2014....

 

 

Apenas resta pegar numa música dos Queen que parece terem uma música para quase todas as ocasiões e por-la a tocar

 

 

 

e vai uma das derradeiras do deus da música Freddie Mercury

 

 

 

 

The Show Must Go On - Queen (versão legendada)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

espero que seja do vosso agrado

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por tron às 23:59
|  O que é? | favorito
sinto-me:
música para pensar: The Show Must Go On - Queen
26
Jun 14

Eu na hora do almoço previ que muito provavelmente Portugal se iria despedir de uma forma triste e humilhante e que não haveria milagre que salvasse Portugal da eliminação na fase de grupos porque estava tudo num estado de pânico ao que se juntava uma onda de lesões que só lembrava a desgraça de Saltillo com lesões de jogadores fundamentais e escolhas duvidosas do treinador.

A situação felizmente só lembra Saltillo apenas no caso das lesões porque de resto, aparentemente, não teve os contornos do caso mexicano; mas o seleccionador Paulo Bento que há dois no Euro 2012 na Ucrânia e na Polónia que tinha dado uma boa impressão embora soubesse a pouco (eliminação nas meias-finais depois de perder com a Espanha nos penalties); não soube dar continuidade ao trabalho conseguido e bem que eu foi elogioso aqui em relação ao trabalho de Paulo Bento há dois anos e quando disse que ele deveria de ter continuado me enganei porque mais valia ter feito como fez Humberto Coelho que saiu quando conseguiu as semi-finais no euro 2000 e saiu, apesar da porrada que manchou o jogo pela porta grande porque eliminou a poderosa Alemanha na sua caminhada até as meias-finais.

E Paulo Bento não aprendeu um defeito que eu lhe apontei aqui neste mesmo recanto na ressaca do Euro 2012 que é não saber arriscar quando deve arriscar e escolher jogadores de créditos duvidosos antes de os rodar em jogos particulares para eles mostrarem o que valem antes dos jogos a doer e estas experiências nunca devem ser feitas nos jogos a doer e os jogadores que devem ser usados, são aqueles que se chamam de equipa-tipo e nunca segundas ou terceiras linhas a não ser que determinado objectivo esteja desde já conquistado e Portugal neste mundial nunca teve nenhum objectivo conquistado a não ser um equipa médica e preparadores físicos piores do que aqueles que possam existir nos hospitais civis de Lisboa ou Porto porque são lesões a mais para uma selecção que segundo as estátísticas é uma das melhores do mundo.

Pois está claro que depois deste mundial miserável vão ter que rolar cabeças porque os responsáveis por esta tragédia que foi sustentada em parte pelos nossos impostos tem que ter responsáveis e estes têm que ser pundos porque para canalhas já nos basta o poder político da república e como este arranja sempre formas de se auto-proteger da raiva do povo e se o desporto que é o escape desta nação de quase 11 milhões de almas e de muitos mais espalhados por este mundo fora  também começa a meter as quatro patas na poça é castigo demais e alguém tem que ser punido por este castigo porque nos tempos mais recentes; em especial nos últimos 104 anos nada é mais doloroso do que se ser português e se nem as panaceias para as dores de ser português funcionam, então o que resta a esta nação de seu nome Portugal ?

E ficam as minhas perguntas de sempre: Quem foi o culpado por esta desgraça de mundial ? Porque ainda querem manter Paulo Bento como seleccionador ? Será que viram bem o desastre que foi o mundial Brasil'14 para as cores nacionais ? Será que estes senhores têm a noção do que é nação e o peso que o futebol tem em Portugal ? Quem vai assumir as culpas pelo falhanço desastroso que foi este mundial ? Será que vão haver mudanças no futebol nacional ?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

publicado por tron às 23:00
|  O que é? | favorito
sinto-me:
música para pensar: Highway to Hell - AC/DC
27
Jan 14

Finalmente, depois do antigo ministro da Ciência e Ensino Superior, Mariano Gago ter dado forte e feio no conceito de praxe ao considerar um acto fascista e Miguel Sousa Tavares também seguiu na mesma linha de pensamentos do antigo ministro; e agora aparece o secretário de Estado da Juventude e Desporto, Emídio Guerreiro e antigo aluno da universidade de Coimbra ao ser uma coisa que é rara para não dizer improvável neste desgoverno, que é o facto de ir directo ao assunto.

Emídio Guerreiro afirma que aquilo que foi feito no Meco aos 6 estudantes não foi praxe e sim actos ilícitos e devem ser punidos e este Emídio Guerreiro foi presidente da AAC tal como o antigo ministro e presentemente deputado do PS, Alberto Martins e nesta volta as associações de estudantes de todas as universidades da nação foram convocadas para uma reunião geral como o ministro da educação, Nuno Crato em que o assunto na mesa vai ser as praxes e  o Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas e o Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos também estão convocados e o objectivo destas reuniões é evitar a qualquer custo outra tragédia como aquela do Meco.

Se estão a tomar medidas contra os abusos nas praxes talvez tarde demais e não é só nas faculdades que tais abusos acontecem porque também existem praxes nos liceus (também conhecidas como escolas 2,3 ou  escolas secundárias) onde em alguns casos se cometem abusos que configuram o que convencionou chamar de bullying e que o ministério desconhece e que convinha arranjar forma de saber o que se passa também nos liceus porque muita coisa lá se passa e ninguém sabe de nada, sobretudo nos liceus públicos, mas nos meus tempos de estudante soube de praxes em liceus públicos e eu também fui praxado nos liceus privados onde andei embora a praxe nos privados se limitasse as primeiras semanas de aulas, poderia ser violenta, embora o máximo que eu tenha feito foi colar uns post-its nas costas a dizer "sou caloiro" ou algo semelhante ou a molhar as testas de algunos caloiros que quisessem ser praxados porque na privada só era quem queria; mas nos públicos a praxe era algo de "obrigatório" e raramente acabava bem e fora quando a pseudo-praxe continuava o ano todo, fazendo com que os alunos começassem a fugir de ir a escola e bons alunos em escolas calmas começassem a esticarem-se ao comprido com notas que nunca esperavam tirar e também neste caso tem que o ministério da educação investigar e bem.

E ficam as minhas perguntas de sempre ou quase sempre: Para que servem as praxes ? Porque não existe um padrão nas praxes para evitar tragédias ou comportamentos errados dos estudantes ? Do que esperam para que se evitem tragédias como a do Meco ? Vai ser feita alguma vez justiça ? Porque não vão também ver o que se passa nos liceus ? Será que os filhos desta nação podem estudar em paz e com qualidade ?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

publicado por tron às 23:16
|  O que é? | favorito
sinto-me:
música para pensar: And Justice For All - Metallica
Agosto 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
links
blogs SAPO