Reportagens de Critica Investigação e Opinião
REPORTGENS, CRÍTICAS E INVESTIGAÇÕES DO CYBER-RERPORTER + SECRETO DO MUNDO Blog Nacionalista e Monárquico (UM AVISO: AQUI NÃO VAI ENTRAR O NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO BLOG MONÁRQUICO E NACIONALISTA)
13
Set 16

A presença dos programas produzidos por esta senhora, sobretudo os reality shows como A Casa dos Segredos conhecido nas redes sociais como A Casa dos Putedos onde nunca foi tão viva lenda bíblica de Sodoma e Gomorra e que tem o poder de alienar ainda maia as mentes triste, tacanhas, estúpidas e alienadas dos portugueses comuns.

Felizmente nunca fui a bola com programas desta senhora, sobretudo os reality shows e no caso de A Casa dos Putedos já se vai entrar para a sua sexta edição e depois se queixem que o português que vê este monte de estrume televisivo que dá pelo nome de A Casa dos Segredos e sobretudo o canal em si que tem vindo a descer em termos de qualidade.

Fui deixando de ver a TVI graças aos reality shows e ao diminuir geral da qualidade dos programas emitidos pelo mesmo canal que se afundou sobretudo depois das interferências do ex-Führer José Sócrates que culminaram na saída da TVI de Manuela Moura Guedes e de uma verdadeira limpeza de balneário na informação da TVI a tornando mais conviniente para as cores socialistas.

Este maldito programa é uma arma preciosa para o poder político conseguir desligar vários milhares de portugueses do mundo enqunato vêem um grupo de falhados fechados numa casa passando o tempo a obedecer a ordens de uma voz-off e passando o tempo a fazer sexo quase todos os dias e com as câmaras a filmar e os portugueses que não têm massa cinzenta perdem tempo a ver aquela coisa como fosse a melhor coisa do mundo e ainda deixam crianças e jovens verem aquela merda enquanto estas mesmas crianças e jovens poderiam estar a brincar ou a ver melhores programas de televisão como documentários ou outros programas mais adequados sobretudo agora com as aulas a decorrer e com a baixa qualidade crónica dos manuais escolares e as faltas em algumas escolas de materiais de apoio para os trabalhos de pesquisa que alguns professores poderão passar sejam trabalhos individuais ou em grupo e os documentários são ferramentas importantes para estes mesmos trabalhos ou mesmo para a aprendizagem sem compromisso.

Para quem não está para aí virado de ver documentários só por ver, os 4 canais oferecem coisas bem melhores do que a Casa dos Putedos  Segredos e basta saber escolher e quem tiver acesso as redes de cabo então é que é mesmo um acto de estupidez insana perder tempo ao ver um programa onde um grupo de flahados que nunca fizeram nada na vida de útil para a sociedade e que cuja inteligência pode-se considerar inferior a de um cão ou de uma arara vão vender o corpo na televisão por uns trocos para depois acabarem nas discotecas da moda a fazer presenças e quando todos se esquecerem acabam ou na miséria como foi o caso do Zé Maria vencedor do primeiro Big Brother ou de Cátia Palinha finalista de uma edição da Casa dos Segredos que está sem ter onde cair morta porque a imagem que passou não a dignificou e não consegue emprego em lado nenhum.

Quem está por detrás deste programa se aproveita do desespero de uns quantos falhados que cujas as cabecinhas funcionam pouco ou nada e estão por algum motivo  precisar de ganhar dinheiro de forma rápida e sem violar a lei para expor o seu lado pior e ganharem fortunas as custas das votações por telefone e depois os falhados que foram para a "Casa" depois do balão da fama se esvaziar voltam a ser os Zés-Niguém que eram antes, mas se sentem frustrados porque foram usados por um canal de televisão, por um programa de televisão e por uma apresentadora/produtora que há muito já deveria de ter ido para o armário.

Deixo um conselho aos potenciais candidatos para reality shows como A Casa dos Segredos: Não vão, se querem usar a vossa imagem para conseguir algum emprego tentem concorrer a um concurso de cultura geral ou ao Preço Certo porque aí sempre não têm que vender o corpo para se tornarem populares e ficam sempre com a imagem limpa de terem passado por gigolos ou prostitutas.

Ficam as minhas perguntinhas sem reposta: Porque ainda existem programas como este? Quem ganha mesmo com a sua existência? O que é preciso ser feito para que não se façam mais programas como este?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar 

publicado por tron às 23:17
|  O que é? | favorito
sinto-me:
música para pensar: Comfortably Numb - Pink Floyd
27
Ago 16

Esperei uns dias para fazer a minha análise com mais frieza sobre a prestação portuguesa nos Jogos Olímpicos da XXXI Olímpiada que foram realizados no Rio de Janeiro, a chamada cidade maravilhosa e onde muito de maravilhoso se mostrou, mas infelizmente quase quase nada foi português.

Como já é doença crónica das presenças nacionais em jogos olímpicos muito se promete quase nada se tem e e houve muitos quase-medalhas mas no fim das contas só se conseguiu uma e mais uns quantos diplomas ao ponto do próprio Comité Olímpico Português ter afirmado que a prestação da delegação portuguesa ficou abaixo dos obectivos traçados para a "Operação Rio 2016" .

Muitas desculpas apareceram para os falhanços dos favoritos umas plausíveis como no caso do futebol onde devido as recusas dos clubes, foi construída uma selecção de segundas e terceiras escolhas onde muito fez Rui Jorge (treinador da selecção olímpica de futebol), Luciana Diniz no hipismo que teve mesmo azar porque apenas por um obstáculo que não entrou na luta das medalhas e no Taekowndo onde o representante nacional caiu de pé, de resto os favoritos andaram apanhar diplomas como apanhassem abrunhos no Verão.

Como português senti vergonha do meu país não só pela falta de resultados nos jogos, bem como pela capacidade dos desportistas brasileiros que conseguiram 19 medalhas apenas numa olimpíada quando Portugal em 104 anos de olimpismo tem apenas 24 medalhas e nem penso no total que o Brasil já conquistou e com menos anos de olimpismo do que Portugal o que além de envergonhar Portugal dá que pensar como o desporto no seu todo tem sido gerido em Portugal e da doutrionação que levam os treinadores ou que levaram no passado e que era muito baseada na Europa do Leste sobretudo depois do 25 de Abril e parece que estão parados no tempo e muitos atletas que não estavam a 100% foram para o Rio sabendo que qualquer edição dos jogos olímipicos seja aqui ou na China exige que os atletas estejam no melhor da sua forma tanto física como mental e que não entrem nas provas presos por arames como foi o caso da presença portuguesa nos jogos do Rio de Janiero onde além da medlha de bronze de Telma Monteiro apenas os destaques  prova de ciclismo contra-relógio se teve porque o ciclista português Nelson Oliveira que ficou em sétimo lugar apesar de dois antes ter dado uma queda violenta que deixou as suas maselas mesmo assim Nelson Oliveira me surpreendeu pela positiva como venceu as dorese ainda aghuentou o contra-relógio e fiquei a pensar se não fosse a queda quase com toda a certeza Nelson Oliveira teria tido melhor resultado; a prova de hipismo de Luciana Diniz que apenas por 4 pontos não entrou na disputa das medalhas, no Taekowndo o estereante Rui Bragança conseguiu um 5º lugar que poderia ter sido melhor com mais sorte do mesmo, a presença nos quartos de final no futebol foi positiva porque a equipa não era mesma que no europeu de esperanças parecia um rolo compressor e era feita de segundas e terceiras escolhas e ainda ter conseguido ter ganho o grupo foi um feito e natação onde um nadador chegaram as meias-finais pela primeira vez desde 1988: Alexis Santos do Sporting.0

Agora o resto foram muitas promessas e nenhumas realizações apesar de existirem os chamados centros de alto rendimento desportivo que custaram ao Estado alguns milhares de euros para no fim não consiguirem ganhar a tão ambicionada medalha e ver países com menos habitantes do que Portugal como Singapura ou a Dinamarca a ganharem medalhas, os brasileiros que não têm centros de alto rendimento a ganhar 19 medalhas duma assentada e como não fosse suficiente a fazerem uns jogos que o presidente do COI, Thomas Bach, classificou como "Maravilhosos".

E voltando a vaca fria; como se sabe o Brasil vive uma crise económica e uma crise política, mesmo assim não deixou de fazer os jogos e mostrou capacidades que me deixaram surpreendido e que prova que com o chamado desenrasco se consegue tudo ou quase tudo porque felizmente os brasileiros ainda não perderam este espírito de iniciativa já esquecido em Portugal e fizeram duas cerimónias (abertura e encerramento) espectaulares e épicas e que no caso do encerramento fez uma ligação prefeita com a edição seguinte dos jogos com um pouco de boa disposição pelo meio.

Em Portugal, sobretudo em Lisboa temos todas as estruturas necessárias para fazer tanto ou mesmo mais do que feito no Rio de Janeiro, mas infelizmente temos uma edilidade que apenas pensa em tratar das hemorróidas dos turistas com a língua e um comité olímpico sem ambições e que pensa apenas em diplomas em vez de pensar em medalhas que mais parece um conselho leonino (pelo menos nos tempos de Vicente de Moura era) onde alguns sócios high life do Sporting passam o seu tempo a nossa conta e não fazem nada e é um facto conhecido se na hipótese ainda que remota de Lisboa ter uns Jogos Olímpicos seria a forma que os transportes que servem a cidade e vias viárias que servem a Cidade das Sete Colinas bem como as suas artérias levariam uma recauchutagem ao nível do que o Marquês de Pombal fez a seguir do Grande Terramoto.

Mas aqui em Lisboa apenas pensam nos turistas e não nos lisboetas e daí a pancada pela nova mesquita e enquanto pensarem assim ainda vamos ver uns jogos olímpicos em alguma cidade da África sub-sariana e não os vamos ver em Lisboa.

Como sempre as perguntas sem resposta: Afinal para que serve o COP? Porque Lisboa ou o Porto não podem ter uns jogos olímpicos? Para que servem os centros de alto rendimento desportivo? O que anda Fernando Medina a fazer na CML? Que raio de dirigismo desportivo temos em Portugal? Por acaso não existe pelo menos um secretário de estado do desporto para tomar conta da situação com competência? Vai haver mais algum país com menos posses do que Portugal a fazer outros jogos olímpicos enquanto os lagartinhos do COP andam a coçar o real ventre (para não dizer pior)?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

publicado por tron às 13:15
|  O que é? | favorito
sinto-me:
música para pensar: País Tropical - Ivete Sangalo
18
Ago 16

Ontem saiu o acórdão do recurso para o Supremo Tribunal de Justiça sobre o caso do soldado da GNR Hugo Ernano que viu a indemnização que este tem que pagar a família do adolescente cigano que foi morto numa perseguição policial quando este mesmo adolescente ia numa carrinha com dois homens, um deles o seu pai que estava foragido da prisão de Alcoentre.

Nesta perseguição o adolescente foi morto acidentalmente pelo soldado da GNR e os dois adultos detidos na sequência do assalto que faziam em Santo Antão do Tojal e o soldado da GNR Hugo Ernano foi ilibado do crime de homicídio mas foi obrigado a pagar uma indemnização a família do adolescente de 45 mil euros, sendo 35 mil para a mãe e 10 mil para o pai do dito adolescente e agora o STJ aumentou em 5 mil euros a dita compensação financeira.

Mais gritante é que o mesmo soldado apenas está a ganhar 1/3 do salário e está sob suspensão da GNR de 240 dias, a mesma que ainda dura com as devidas consequências salariais que daí advêm mas os juízes do STJ não têm a mínima noção de justiça e confirmam uma pena que prova que o crime acaba por compensar para os ciganos porque neste caso em Particular não são punidos e ainda são beneficiados financeiramente e no geral e falo por experiência própria é ver dezenas de ciganos a venderem haxixe na baixa de Lisboa e óculos de marca falsificados e ninguém lhes diz nada ou para manterem o RSI se inscrevem em cursos do IEFP ou colocam os filhos na escola primária, mas aparecerem nas aulas não é com eles e esta maneira de ser se aplica a parte generosa dos ciganos que aparecem sempre nas notícias sempre que há tiroteios nos bairros perigosos (aka. favelas) de Lisboa ou do Porto.

Para ainda aumentar a gravidade da situação do Soldado Hugo Ernano o mesmo está a ganhar como dinheiro mensal pouco mais de 16 euros devido as deduções e penhoras salariais que tem sofrido e ninguém sem ser a família do mesmo se lembra do Soldado Hugo Ernano, nem sequer o sindicato da GNR tão activo nos tempos de Passos Coelho por outros motivos que não um dos seus colegas estar a ser prejudicar num claro processo racista, ilegal e injusto porque uma minoria está a conseguir o que quer que é tirar compensação de um crime.

Entretanto o caso seguiu para o Tribunal Constitucional onde se aguarda resposta do recurso em relação ao indemnização a qual o Soldado Hugo Ernano foi condenado a pagar por apenas cumprir o seu dever que foi evitar um crime e quem deveria de ser condenado seriam os homens que estavam a desencaminhar este mesmo adolescente para uma vida de crime tão típica dos ciganos que marca de forma indelével porque embora sejam poucos, ainda há alguns ciganos que conseguem ter uma vida produtiva ao contrário da grande maioria da etnia cigana e esta marca se torna um estigma maldito para os ciganos produtivos que vão coexistindo com a grande parte que não quer fazer nenhum e só pensa em subsídios e compensações financeiras de toda espécie desde que estas não envolvam trabalhos ou actividades lícitas. 

Muito se comentou quando o sexólogo do programa das manhãs da TVI, Quintino Aires, criticou de forma directa e incisiva a subsídio-dependência dos mesmos ciganos, mas acontece que esta subsídio-dependência é um facto e que têm uma tendência doentia para o crime e se fosse ouvido um qualquer agente da PJ ao falar no geral, mas que tivesse a sua identidade devidamente protegida para evitar ameaças e represálias iria confirmar o mesmo que Quintino Aires disse em directo no canal de TV sediado em Queluz.

Apenas sei que a associação sindical da GNR está calada com um caso claro de injustiça e onde um dos membros da força militarizada está a sofrer uma arbitrariedade porque caso fosse a morte de um branco seria o final dos tempos e todos desciam a televisão, uns a dizer que tinha um sido um abuso, por outro lado outros a dizer que foi um acidente e seria um assunto para ser mencionado em todos os telejornais, mas como foi um cigano dos envolvidos e um membro das forças da ordem é que está a ser injustiçado, todos estão calados desde dos sindicatos da classe ao poder político e assistimos mais uma vez como apenas uma mão cheia de gente faz o que quer e a restante maioria silenciosa passa a submissa perante estas injustiças e ainda falamos que estamos numa democracia.

Como sempre a minhas perguntas: Porque se dá uma indemnização a um criminoso que quis levar o filho para o crime? Porque não se punem os verdadeiros criminosos neste caso? Porque atacaram Quintino Aires quando este apenas disse a verdade sobre os ciganos? Que raio de justiça é a justiça em Portugal?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

publicado por tron às 23:52
|  O que é? | favorito
sinto-me:
música para pensar: Dead on Two Legs - Queen
18
Jun 16

Muito se prometia antes do jogo de hoje em relação a selecção nacional mas esta apenas desiludiu num verdadeiro concero de fado de golos falhados que começou na primeira parte e acabou no final do jogo. A selecção alpina por duas ou  três vezes apenas ameaçou as redes nacionais, mas não mais do que isto por que de resto foi um dfisparar de tiros de pólvora seca para as redes alpinas.

A coisa foi tão feia que até aquele que se diz o melhor do mundo falhou um penalty de forma escandalosa ao minuto 70 que poderia dar alguma justiça ao jogo e depois aquele que se afirma o engenheiro do penta do FCP borrou ainda mais a pintura com as substituições quem nem Jorge Jesus bêbado seria capaz de fazer lembrado quem sabe Julen Lopetegui quando passou no Dragão e talvez Fernando Santos depois da qualificação se transformou numa espécie de versão lusitana do maior desastre do Dragão dos tempos mais recentes.

É uma tristeza ver uma selecção com tantas supostas estrelas estar tão apagada perante uma Áustria que está no Euro 2016 apenas para mostrar as poucas estrelas que tem como o seu guarda-redes que deu uma exibição de gala e mesmo assim não foi escolhido como homem do jogo sabe-se lá porquê e num país com a sua auto-estima tão em baixo como nunca esteve e nem a selecção de futebol ajuda embora tenhamos qiue estar todos unidos e nem sei que mais, a selecção nacional de futebol está a passar a imagem de uma equipa de pseudo-vedetas que se deixaram levar por um vedetismo que lhes tapou o talento.

A selecção não é só Ronaldo e aquelas substituições miseráveis que ainda aumentaram mais a miséria apresentada e eu gostava de saber porque quando saiu Quaresma para entrar João Mário; não saiu antes João Moutinho para entrada de Cedric ou de Renato Sanches ou mesmo Eder? É uma boa pergunta e que pode alimentar muitas teorias da conspiração se o suposto benfiquista Fernando Santos não estará a fazer o frete a alguns interesses escondidos que não passam nem pelo desportivismo nem pelo amor a camisola e muito menos pela nação e pelo patriotismo que parece tão esquecido nos dias de hoje....

 

 

Apenas fica o marcador que prova a vergonha nacional

 

 

Portugal 0 - Áustria 0

publicado por tron às 23:50
|  O que é? | favorito
sinto-me:
música para pensar: Liar - Queen
14
Jun 16

A expectactiva de 11 milhões (pelo menos) em volta da selecção hoje levou um rude golpe quando a selecção nacional deixou-se empatar por uma Islândia que não deslumbrou, mas fez um futebol eficiente baseado não só na estatura dos seus jogadores como no chamado jogo colectivo que hoje ficou congelado nas hostes portuguesas.

E Portugal teve muitas unidades em déficit como Vieirinha ou Danilo que comprometeram o meio-campo nacional e deu demasiadas folgas aos islandeses que representam um país que tem 10% dos habitantes da área metropolitana de Lisboa ou tantos habitantes como Vila Nova de Gaia e onde o futebol é tão profissional como na antiga II divisão B, agora chamada de Campeonato de Portugal.

Apesar de Portugal ter massacrado a baliza dos islandeeses, este massacre não valeu de nada porque Portugal consentiu o empate, empate o qual serviu de castigo não só pela ineficiência dos atacantes portugueses, como castigo pelas escolhas duvidosas de Fernando Santos para a constituição inicial que cometeu erros que nem Jorge Jesus cometeria nos seus tempos de Benfica.

Algo tem que ser corrigido porque não quero ver Portugal a jogar com a França antes de uma hipotética final porque seria eliminação certa, mas pior é se Portugal ficar pela fase de grupos com um grupo tão fácil e se isso acontecer então algo está muito mal na selecção nacional e algo tem que ser mudado porque se estes jogadores nos representam então o façam com dignidade porque só no desporto é que esta nação poderá recuperar a auto-confiança que os políticos nos roubam todos os dias.

E para mim o homem do jogo foi o guardião islandês porque foi o principal responsável do facto do bacalhau ter congelado as saridnhas doiradas vindas de Portugal: Hannes Halldorsson....

 

 

Marcha do Marcador:

 

 

 

Portugal 1 (Nani 31') - Islândia (Birkir Bjarnason 50')

publicado por tron às 23:48
|  O que é? | favorito
sinto-me:
música para pensar: Moon - Björk
12
Jun 16

Este europeu de futebol realizado em França já está a ficar marcado pelos piores motivos, algo que não aconteceu há 12 anos num certo Europeu de futebol feito no cu da Europa.

Mais uma vez a violência foi a rainha em Marselha, terra do Pastis e doutras delícias francesas e que encontram algum paralelo aqui no burgo está a ser lugar de episódios violentos que estão a manchar de sangue o Euro 2016 que prometia muito e que no fim não vai ficar muito bem visto ao contrário do euro do Kinas onde houve sã convivência em todos os lados entre todas as selecções e respectivas claques.

Juntando as dezenas de feridos tem-se que lamentar a morte de um adepto inglês atirado para a linha do metro de Marselha presume-se por adeptos russos que têm estado no centro das atenções pelos piores motivos e a violência ainda não parou em Marselha e se prolongou pela madrugada adentro e só sobre a manhã teve alguma trégua só sobre a manhã de hoje. Os franceses ainda têm na memória o que aconteceu no Inglaterra - Tunísia no mundial de 1998 onde a violência foi rainha, mas não com estas proporções.

A organização condena os actos de violência, a UEFA segue na mesma linha de pensamento; mas nada é feito em termos preventivos como foi feito no Euro 2004 e uma potência económica e desportiva como França e que já sentiu na pele o hooliganismo não aprendeu o que aconteceu há 18 anos no mesmo país com um actor igual neste filme da violência chamado Inglaterra.

Mas a violência não só se cinge entre russos e ingleses, a violência já apareceu entre franceses e norte-irlandeses e que apanhou polacos a entrada de um bar onde os celtas e os polacos estavam numa boa a beber uns copos e na saudável palheta começaram a ser provocados por hooligans franceses e onde resultou 3 feridos entre os norte-irlandeses e um ferido do lado dos polacos.

É triste saber-se e ver-se ests casos de violência no futebol e num país cheio de fleuma como a França que se arma em grande perante os outros, afinal de grande só tem a dimensão porque em termos de segurança este europeu de futebol está a ser uma desgraça compeleta e infelizmente não deve ficar por aqui porque os ânimos estão agitados demais e a violência não vai ficar por aí para mal dos verdadeiros fans do desporto-rei seja qual for a sua nacionalidade.

Não sei para que serve o aparato de segurança montado neste europeu que foi multiplicado devido aos atentados de Paris e Bruxelas, mas que no fim das contas não serviu de nada porque a violência existe e vai continuar a a existir neste europeu e nesta altura do campeonato as autoridades maiores do futebol europeu devem estar arrependidos de terem dado a organização do eurpoeu aos franceses quando porque noutras organizações de europeus depois do 9/11 nunca houve casos de violência como estes e foram organizações que a primeira vista pouco se confiava como o nosso Euro 2004 ou anterior certame organizado pela Polónia e pela Ucrânia onde se jogou futebol e não houve casos de violência a assinalar.

Espero que esta violência seja controlada e cortada de uma vez, porque a UEFA deixou o aviso tanto a Rússia como a Inglaterra se a violência continuar, ambas as selecções serão sumariamente corridas do torneio (pelo menos) e as punições poderão não ficar apenas por aqui e é lamentável ver duas potências do futebol europeu e mundial serem corridas do maior certame futebolístico do seu continente porque os os respectivos adpetos não sabem respeitar o torneio e nada disto aconteceu no distante Euro 2004 realizado no cu da Europa o qual ainda é elogiado por todos passados estes anos todos.

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

publicado por tron às 12:52
|  O que é? | favorito
sinto-me:
música para pensar: Hammer to Fall - Queen
22
Jan 16

Ontem fiquei mesmo passadinho da cabeça sobre uma notícia que vi no telejornal e que mostra o desprezo que a república trata os mais fracos, sobretudo quando estes são antigidos por doenças crueis como o cancro e ao mesmo tempo choram a morte de um maçon e com ligações a episódios tristes da história da lusofonia e que para mim não deixa qualquer saudade.

Este caso que espalhou uma dose generosa de indignação nas redes sociais é o caso da professora Marta Simões que sofre de 3 cancros, está a lutar contra eles e agora foi obrigada a voltar a trabalhar quando ainda está a realizar os tratamentos para tentar se curar e para vencer esta luta que é sempre uma luta sem quartel e para ajudar a festa esta pobre senhor é mãe solteira de uma menina com 12 anos e a menos grave das opções que as autoridades da república lhe exposeram foi a aposentação antecipada e mesmo assim estavam com dúvidas se esta lutadora merecia a aposentação antecipada ao ponto de a recusar, mas depois da exposição medíatica na RTP já informaram esta coitada que o seu caso será reaviliado.

Mas meus amigos e minhas amigas, que país é este que se diz democrático e que é um Estado de Direito e que neste domingo vai ter eleições para escolher o novo fantoche de Belém chrou muito quando o socialista Almeida Santos bateu as botas, mas quando uma simples professora que está a lutar contra três cancros no IPO do Porto e é mãe solteira, já é obrigada a ir trabalhar possa ou não e por outro lado os deputados voltaram a ter acesso a chamada subvenção vitalícia (aka. reforma dos políticos) a que têm direito ao fim de 12 anos de mandato e um dos signatários é a madame sorrisos de laca Maria de Ninguém , perdão de Belém e depois veio dizer que não se lembra do que assinou e onde assinou e para isso a classe política da república dos bananas chamada Portugal e depois há aqueles que precisam de um reforma por estarem doentes e a sua doença ser mais prolongada do que os dias que tem direito por baixa e não sabem dar uma aposentação digna deste nome a não ser que uma pessoa tenha exposição medíatica porque de resto a coitada poderia morrer a fome.

O caso da professora Marta Simões é apenas um de muitos casos parecidos que existem nesta nação e que simplesmente só teve atenção porque este caso caiu nos media e está a dar que falar nas redes sociais devido a divulgação porque sei das minhas idas ao IPO de Lisboa que há mais casos parecidos e que são desconhecidas do grande público por não terem exposição mediática como este caso e se não fosse a exposição a Professora Marta Simões não levava a sua aposentação para poder lutar contra os 3 cancros que são a luta da sua vida e os deputados da república sejam eles de que quadrante for porque estão entretidos nas eleições do Pastel de Belém do que ver e olharem para o chamado país real porque é uma coisa que para o poder político da república só existe quando são as eleições gerais que teoricamente serão em 2019 se não acontecer nenhuma tempestade perfeita em S. Bento por conta do orçamento do Estado 2016.

Chega de casos como este, chega que uma pessoa que está lutar para viver mais alguns anos seja sujeita a um verdadeiro genocídio por parte desta república que nos foi imposta há quase 106 anos que não respeita os seus verdadeiros servidores como os professores e por outro lado sustenta o colchão cheio de percevejos chamado poder político da república onde os políticos são como as fraldas dos bebés porque se sujam depressa e têm que ser mudados frequentemente antes que o bebé fique com o rabinho assado e esta analogia não é minha mas sim de um contestário anti-republicano chamado Ramalho Ortigão e que foi co-autor de As Farpas com o seu aluno Eça de Queirós e este caso prova que Eça, Ramalho Ortigão e toda a Geração de 70 é mais actual do que nunca e é urgente se fazer algo por esta nação porque há mais casos como o caso da professora Marta Simões e nignuém de dever e de direito faz nada porque não lhe apetece e é mais importante dar ajuda aos amigos do partido ou da sociedade secreta ou fraternidade que fazem parte e assim vai Portugal.

Como sempre as perguntas para as quais ninguém responde: Porque existem casos como este? Quem são os genocidas da república? Porque não respeitam os doentes oncológicos em Portugal? Aonde está o Estado de Direito? Porque ligam mais os políticos as suas reformas do que as necessidade do povo se dizem que Portugal é uma democracia plena? Portugal, que país é este?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

publicado por tron às 19:26
|  O que é? | favorito
sinto-me:
música para pensar: Que País é Este - Titãs
28
Dez 15

Os mais recentes casos de mortes e de transferências evitáveis na sede do maior núcleo hospitalar da capital da república na semana passada um jovem de 26 anos morreu no dito hospital porque não havia nenhum neurocirugião de plantão ao fim de semana o que causou demissões em massa nas várias administrações gerais de saúde e no próprio Hospital de S. José.

O caso mais recente é de um idoso que não foi atendido na neurocirugia de S.José pelo facto do médico ter acabado o seu turno e ninguém o chamou para atender um caso urgente que era um avc isquémico (ironicamente uma das causas da morte da minha mãe) e o coitado que já vinha mal de Faro (cronicamente sem neurocirugia de plantão), acabou por ser transferido não para Santa Maria, mas sim para Coimbra e por causa disso está em coma profundo e entretanto faleceu e o jovem que morreu na semana passada devido ao rompimento de um anuerisma e morreu porque não havia um neurocirugião e um neurorradiologista de plantão a um fim de semana e esta situação é nojenta e estranha pois que se trata um dos principais hospitais da nação.

Muito se tem falado, mas nada se tem feito a não ser troca de argumentos entre médicos e governo, mas a situação continua na mesma e as mortes por falta de especialistas de plantão já se cifram em 7 e com toda a certeza vai aumentar porque os salários líquidos dos médicos são talvez grandes demais e os médicos não estão virados para atender urgências mesmo quando estão vidas humanas em risco e por outro lado, voltando ao caso do idoso, haviam 3 hospitais em Lisboa para o atender sendo dois deles públicos e não se consegue preceber porque raio o pobre homem teve que ser transferido para Coimbra onde veio a falecer.

Estes casos de falta de cuidados de saúde num país que se diz do primeiro mundo nos coloca a pensar se afinal Portugal é mesmo Primeiro Mundo ou se não passa de um pedção de Terceiro Mundo separado da Europa desenvolvida pela Espanha que meio aos trambolhões está sempre ou quase sempre melhor que Portugal e depois colocam a culpa nos cortes feitos na saúde pelos governos anteriores, mas os mesmos governos anteriores andaram a salvar bancos em vez de injectar dinheiro onde deveriam como no caso da saúde e depois aparecem casos desses onde as pessoas morrem literalmente a espera de um atendimento médico e depois andam a afirmar que Portugal é uma estado de direito, bem só se for de direito para os políticos da república sejam eles de que cor forem ou para os muito ricos, porque para os outros a regra é simples: pagar e não bufar e não esquecer da facturinha com NIF para se ganhar o carrinho que não servir para nada a não ser pagar mais impostos ainda ao poder podre da república.

Ninguém ainda apresentou medidas para acabarem com estas mortes evitáveis por falta de médicos ou falta de vontade dos médicos para trabalhar e nesta discução ésteril irão acontecer mais casos de mortes de utentes hospitalares sem atendimento ou então casos de utentes que entram no desespero por falta de antendimento e começam a partir para a estupidez devido a este mesmo desespero e na assembleia da república se pune o piropo quando ao mesmo tempo morrem pessoas por não serem atendidas nos hospitais e cada vez mais estamos mais parecidos com o Brasil nos mais piores motivos e aspectos que estão acontecer no Brasil actual e a única diferença é que Portugal tem menos de 11 milhões de habitantes e o Brasil tem 200 milhões de habitantes e além disso tem uma dimensão continental ao ponto de se ter que usar redes de tv por satélite para que as regiões mais remotas possam ter Tv porque nem a tv por cabo tem capacidade de cobretura e Portugal não passa de um rectângulo espetado no cu da Europa onde apenas são eleitos 22 deputados para o parlamento europeu e que no fim das contas não passa de um Länder alemão por ocupar de facto e jure pela Alemanha de Angela Merkel, mas um Länder tão atrasado que nem Merkel o quer adicionar a sua República Federal.

E deixo as minhas perguntas: O que é feito do SNS? Porque deixam morrer pessoas? Para que serve o juramento de Hipócrates? Afinal qual é o dever de um médico? Porque uns trabalham muito e outros nada ou quase nada? Quando é que esta situação é resolvida? Quantos mais têm que morrer para que se resolve o problema da falta de especialistas de Neurocirugia?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

publicado por tron às 23:26
|  O que é? | favorito
sinto-me:
música para pensar: Death on two legs (dedicated to ....) - Queen
22
Mar 15

A GNR e a PSP se juntam mais uma vez contra a nova lei orgânica das duas forças da ordem como quando foi na ocasião da tomada do Largo de S.Bento em Lisboa e quando foi da subida das escadarias da Assembleia da República onde uma mole de polícias em fúria contra este mesmo desgoverno estiveram a poucos metros de fazerem aquilo que muitos portugueses querem fazer como forma de mostrar a sua raiva contra o presente estado a que chegamos que seria invadir do parlamento.

Mas um pequeno grande detalhe mudou desde da tentiva de nvasão até agora e não estou a falar nas mudanças de comando ou de ministro titular da pasata, mas sim de onde estão a vir as vozes de contestação que desta vez são mais ensurdecedoras porque não são só os elementos de base a se manifestarem contra as novas leis orgânicas, mas também os oficiais das forças da ordem que estão contra o desgoverno o que torna a coisa ainda mais feia do que se poderia pensar.

Com este conflito em fermentação o desgoverno semeou ventos e vai colher tempestades porque até o relativamente pouco representativo Sindicato Nacional de Polícias, um dos sindicatos dos oficiais cita Sun Tzu e a sua mais conhecida obra: "A Arte da Guerra" quando afirma: "Se queres paz, prepara-te para a guerra" e tais palavras podem ser entendidas como um aviso para qualquer um de nós, excepto o desgoverno do Führer Coelho.

Se não ficarem encolhidos como foram os militares que muito falaram e nada fizeram, então vamos ter uma Primavera e um Verão bem escaldantes e que cujo calor interno aumenta porque estamos próximos de eleições gerais e tudo conta como trunfo.

E ficam as minhas perguntas como quase sempre: Será que estes protestos vão mesmo para a frente ? O que pensa estes desgoverno das forças da ordem ?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

publicado por tron às 16:15
|  O que é? | favorito
sinto-me:
música para pensar: Barcos Gregos - Xutos & Pontapés
24
Set 14

Como eu já tinha dito aqui que os casos ou caso que envolve Passos Coelho é um digno sucessor do caso Face Oculta que quase deu em águas de bacalhau porque o principal beneficiário dos subornos ficou livre como os pardais e esta sucessão mais ou menos digna pelo menos em termos de visualizações dos sites dos jornais e periódicos da nação portugues, bem como do imediato aumento de vendas das suas edições em papel.

Agora com Passos Coelho aparecem documentos relativos a sua exclusividade parlamentar entre 95 e 99 assinados pelo próprio quando deveria de ser o secretário do parlmento a fazer isso e Passos na altura nem vice-presidente da assembleia da república era sequer e nestas voltas já foi pedido o dossier do deputado Pedro Passos Coelho para este ser investigado para saber de onde vieram estes documentos que não existem nos arquivos do Parlamento e já se começa a pedir a demissão de Passos em alguns sectores e já se começou a falar em crise política nas redes sociais.

A coisa é de facto mais feia do o caso de Sócrates porque mete na novela documentos da república falsificados ou erradamente assinados e muita mentira e amnésia pelo meio e as investigações ainda não começaram como é praxe da república e todos que deveriam de ter uma palavra sobre o caso ficam calados a pensar em algo de mais importante quando um dos 3 poderes da nação está a ser atacado por dentro como nunca foi e as eleições antecipadas com o jogo de polo aquático que está acontecer no palácio do Largo do Rato acabaria por reforçar a coligação de desgoverno porque caso não houvesse aquele jogo de polo aquático, então que se fizessem as eleições antecipadas.

Neste jogo dá para ver que não se pode confiar no poder político da república e nem temos onde nos agarrar porque nem a justiça começou a investigar este caso de forma urgente como seria o seu dever; mas em Portugal nem o poder da república e nem a justiça funcionam como deve ser e casos como este de Passos Coelho vão surgir mais e ainda se torna mas grave porque se sabe que Passos Coelho não entregou a declaração de rendimentos no Constitucional em 2000 e anda recebeu o chamado subsídio de integração que não é mais do que a reforma dos políticos sem ter direito a recebê-la.

Como sempre as perguntas: Até onde este caso vai dar ? Não será tempo de se pensar em remover a república ? Porque Passos Coelho não suspende as suas actividades políticas quando existe um vice-primeiro-ministro para as fazer ? Quem paga estas contas ? Porque o presidente da república está calado ? Para que nos serve a república e o seu presidente ?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

 

publicado por tron às 23:34
|  O que é? | favorito
sinto-me:
música para pensar: Death on Two Legs - Queen
Agosto 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
links
blogs SAPO