Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Opiniões e Críticas Secretas

Opiniões e Críticas Secretas

Em sequência do tratamento da epilepsia o meu neurologista me marcou uns testes psicológicos para ontem e me esqueci do cartão do utente do IPO de Lisboa (graças as lista de espera só consegui neurologista no IPO) porque tinha cabeça no descalabro futebolístico da noite desse próprio dia.

Hoje me ligam do IPO para eu ir buscar o cartão de utente e para encurtar caminho para chegar a unidade de psicologia passei pelo parque infantil do IPO e reparei que o pavilhão doado pelo Lions Club estava aberto e olhei lá por dentro e tive a mais dolorosa experiência em 26 anos de vida, acreditem ou não, ou talvez seja exagero meu tive a sensação como perdesse um filho porque o pavilhão do Lions Club estava cheio de crianças todas de cabeças lisas (nem sabem o que me está a custar a escrever isso) devido a quimioterapia.

 Essa sensação de perca e de impontência para ajudar se deve porque vi ao colo do pai uma bebé de 5 meses (pelo tamanho parecia ter 5 meses ou talvez um pouco mais) com um penso na nuca devido ao catáteter da quimioterapia, uma anjinha linda que os pequenos olhinhos castanhos olharam para os meus da mesma cor; mas ja tinha que enfrentar a luta da sua vida e fui a chorar o caminho tudo como perdesse um filho.

 Tenho tido muitas expriências dolorosas na vida tanto vividas por acontecimentos externos como o 9/11, o 11-M, a morte de Feher, o atentado de Olkahoma, mortes de parentes entre outras. Mas a visão dessa anjinha ultrapassou tudo me senti como um pai que perdeu o seu filho, me sentia um pai louco e desesperado, impotente sem poder ajudar aqueles pobres anjinhos que já sofrem duma doença cruel que ainda é mais cruel quando antige as crianças, pensei que as minhas sobrinhas poderiam estar ali, pensei que um filho meu poderia estar ali, fiquei num estado tal de desepero que estava a ouvir rádio e o ignorava, ignorava os carros, ignorava capas de jornais so de pensar naquelas crianças e em especial naquela bebezinha que poderia ser filha de qualquer um ou uma de nós.

 Mundo ! Em ti se mata e se viola crianças em guerras, em bairros há animais que matam os seus filhos mas tais actos não são precisos quando a Mãe-Natureza tem actos de suprema beleza como a Amazónia e seus animais ou as florestas da Oceania e Indonésia mas como pde ser cruel e fazer que as pobres crianças sofram duma das mais crueis doenças que existe chamada cancro.

Até para ficar melhor me tentei lembrar do episódio/filme do Charlie Brown "Why,CharlieBrown,Why" que menciono em entrada homónima do dia 04/06/05 que conta a luta duma das amigas de Charlie Brown contra essa cruel doença mas me vinha sempre a memoria a imagem dos petizes e das petizas a sofrerem. Mundo ! Em ti se mata e se viola crianças em guerras, em bairros há animais que matam os seus filhos mas tais actos não são precisos quando a Mãe-Natureza tem actos de suprema beleza como a Amazonia e seus animais ou as florestas da Oceania e Indonésia mas como pde ser cruel e fazer que as pobres crianças sofram duma das mais crueis doenças que existe chamada cancro.

 Deus e todas as divindades nos livre a nós e todas e as nossas crianças dessa cruel doença.

 MUNDO! PARA E PENSA, BOLAS ! Não deixo perguntas só cinco pedidos: Se poderem ajudem a Acreditar que é uma associação de apoio aos pais as crinaçs com cancro e que recebe donativos da fundação do Gil ou sejam voluntários num dos IPO's existentes em Portugal ou sejam doadores de medula ou divulguem casos de pedidos de ajuda a crianças ou deem sangue num hospital pediátrico perto de vocês.

 

 

 

Post-Scriptum: Como são as coisas com alguem sem filhos pode sentir que perdeu um filho e ainda está chorar quando viu as pobres crianças a hora do almoço e passado esse tempo todo ainda choro.

...Se o Dr. Correia de Campos aka. Dr. Mengle da Luistânia fosse familiar dum doente necessitado dos medicamentos de escalão A ou melhor fosse um doente necessitado desses mesmos mesmos remedios e auferisse o salário mínimo ou menos por mês de rednimento mensal e graças a um ministro da saúde assassino da podre velha e senil república portuguesa tivesse que escolher entre os remédios para tratar da doença que o pode levar a morte e morrer a fome ou ter que comer e não comprar os remédios como está boa parte da polpulação portuguesa graças ao decreto-lei 129/05 de 11 de Agosto que o senhor ministro se orgulha mas está a matar parte da pouplação de duas formas ou a fome ou das doenças que essas pessoas sofrem sejam elas doenças cardiácas, tuberculose, sida, epilepsia, glaucome alzeimer, parkison entre outras mas se o Dr. Mengle português fosse um dos milhares de doentes que ele está matar aos poucos (nos quais me incluo mas tenho sorte de ter ajuda familiar mas há quem não tenha) como o Correia de Campos cidadão sofredor duma dessas doenças reageria e sempre aprendi "Nunca faças aos outros aquilo que não queres que te façam a ti".
Só deixo uma pergunta como seria senhor Correia de Campos se senhor fosse doente crónico e ter escolher entre comer e tratar-se como ficaria ou como reageria ?
Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar.
Em sequência da entrada ou post de dia 03/08/04 sobre o autocarro número 11 do operador de transportes públicos da capital da Lusitânia e realtivo a sua demora a chegar a primeira paragem pós-teminal.
Nesse caso em especial foi o falso expandir da carreira e foi descoberto pelo vosso reproter quando teve que resolver o tal probleminha a tvcabo das Amoreiras que depois originou a entrada ou post "Why, Charlie Brown,Why" de dia 04/06/05 (e que vos aconselho a ler com atenção e comentarem se quiserem) e precisei de apanhar o autocarro numero 53 e me fiando que ia até a rua Gomes Freire me desloquei ate até praça que fica no centro da dita rua e que serve de terminal das várias carreiras de autocarros que partem da dita rua e qual o meu espanto não vi nenhum sinal a dizer donde partia o 53.
Puxei pela cabeça e fui até o antigo terminal que ficava na praça JOSÉ FONTANA em frente do liceu Camões e junto ao Forum Picoas e la estava o dito autocarro que parte da entrada da avenida Duque de Loulé que daquilo que conheço da mui nobre e sempre leal cidade de Lisboa é muito diferente de Gomes Freire e além disso fica a cerca de 750 a 1000 metros do terminal que diz no destino do autocarro e entrtanto resolvi a situação e fiz o post ou entrada referido em cima.
E só deixo uma pergunta:
Alguem me explica como um autocarro que era para parar na Praça que marca o centro da rua Gomes Freire para na praça José Fontana e parte da avenida Duque de Loulé ?
Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar.
Para os menos cultos o IDH é o índice de desenvolvimento humano, um índice criado pelas Nações Unidas com o objectivo de comparar e de ver quais são as vedadeiramente mais e menos desenvolvidas nações do mundo e reune quesitos não só económicos mas como quesitos como acesso a saúde ou as escolas e os maus tratos a crianças e essa súmula é que dá o IDH cujo líder é a Noruega e o último classifcado é a Serra Leoa.
A podre,senil e república portuguesa está em 27º lugar ainda no primeiro quarto na classificação mas quem fez essa classifcação deve estar bebado no mínimo porque num país como foi hoje onde aprecem crianças recém nascidas no caixote do lixo não é coisa dum país tão bem classifcado como Portugal.
Contando a história de terror do dia na aldeia de Cabaços, Moimenta da Beira, distrito de Viseu foi encontrado num contentor do lixo dentro dum saco de supremercado um cadáver de bebé não se sabendo se morreu no nascimento ou se foi assassinada. Segundo a vizinhança a suposta mãe foi vista muito curvada colocar o dito saco no contentor outra vizinha diz que mais valia ela entregar a criança a uma vizinha do que a matar mas voltando fazndo a ressalva não se sabe o estado da crinaça à nascença (se morta ou viva), outra vizinha viu que a crinaça era muito perfeita, outra viznha culpa o estado de abandono em que a suposta mãe estava e a dita mãe negou a gravidez.
O caso ja foi encaminhado para PJ da cidade do Porto e o corpo da criança está entregue no instituto de medicina legal do Porto.
A única coisa é certa: é crime aparecerem corpos de bébés em contentores de lixo, é igualmente crime serem apenas os 250 deputados a decidir pela população por que eles nem sabem regir o país e só aprovam que cortam os direitos sociais quanto mais fazer uma lei que regule o aborto, e também é crime nunca mais marcarem o dito referendo que parece um boneco de peluche ou arma de referendo entre as várias forças políticas da podre, velha e senil república mas não só se resolve por aí e se resolveria coma distribuição de contraceptivos nas farmácias e centros de saúde de forma gratuita.
Como sempre deixo as minha perguntas sem resposta: Do que esse governo espera para marcar o dito referendo ? Porque o presidente da república tendo portugal um regime constituicional semelhante ao francês não marca por sua iniciativa o referendo para liberalização do aborto ? Até quando se vai aguardar mais para se começar a distribuição de contraceptivos gratituitos ?
Mais uma vez vos peço para ler,comentar e divulgar

Apelei pelo nome do Dr.Morte dos campos de concentração nazis para critcar a situação relacionada com compatricipação dos remédios do escalão A (doenças crónicas e fatais) que deixaram de ser compatricipados a 100% por um decreto lei (129/2005 de 11 de Agosto) que o ministro da Saúde do (des)governo socialista da podre,velha e senil república portuguesa se orgulha.
Mas se orgulha de algo que só o vil Dr. Mengle seria capaz de fazer causar a morte lenta as pessoas mas a grande diferença é que Mengle tinha um alvo (os Judeus) e fazia as suas terríveis expriências as claras que causava mortes lentas e dolorosas as suas "cobaias" mas agora Correia de Campos é uma nova espécie de dr. Mengle que causa uma morte mais lenta porque tira aos cidadãos e cidadãs o direito de se tratarem ou controlarem as suas doenças cronico-fatais ou das suas consequências porque para controlar um suposto déficit público foi logo de cortar as compatricipações a 100 % só as deixando pra os pensionistas acima de 68 anos que auferissem de pensões abaixo do salário mínimo por mês, portanto que fosse desempregado ou ganhasse um centimo acima do salário mínimo tem que pagar os remédios para doenças como epilepsia, glaucoma, alzeimer entre outras.
E para tornar a situação mais grave veio hoje no olisponense matutino Correio da Manhã (www.correiomanha.pt) relatos de casos que mostra como Correia de Campos é um novo Dr. Mengle ou lá próximo e nem sei porque Sócrates combate a extrema direita porque está agindo como um ditador sanguinário ao nível de Videla (porque no tempo de Salazar ainda havia a Mitra e Associação dos Invalidos do Comércio, a qual ainda existe, entre outras instituições do apoio social) na sua cruzada anti-déficit.
Por exemplo um dos relatos preocupantes feitos no matutino de Lisboa é feito pelo neurologista Dr. Francisco Pinto que tem ouvido confissões de doentes que não tem dinehrio para farmácia e tem doentes que faltam as consultas porque simplesmente não têm dinheiro para os transportes e o próprio especialista alerta que caso os epilépticos não tomarem os remédios (dado muitos dos seus doentes tomares mais do que um fármaco) e citando o médico "Irão ter crises consecutivas que conduzi-los à morte. Numa crise podem cair em qualquer lado, em cima de óleo a ferver, como ja assiti, ou bater com cabeça no chão e sofrer um traumatismo craniano. É muito grave." Acontece que a epilepsia é uma doença que afecta entre 50 a 70 mil portugueses independentemente da idade,cor,sexo, credo religioso ou cor político e por ano surgem cerca de 250 novos casos e para este (des)governo não é uma doença que seja fatal ao ponto de manter a compraticipação a 100%, em nome de todos os doentes de epilepsia (nos quais me incluo) muitísimo obrigado do fundo do coração pelo decreto-lei da morte (129/2005 Diario da Republica série I-A de 11-08-2005) Dr. Mengle português, perdão Dr. Correia de Campos.
Mas as façanhas anti-deficit do Mengle da Lusitânia não ficam por aqui passando por algo quase tão precioso como a visão e no mesmo matunino o apelo do oftamologista Luis Vinagra do Hospital de S. José que trata muitos portugueses em risco de glaucoma que caso o (des)governo do eng. Sócrates não saiba antige DUZENTOS MIL indíviduos e graças ao decreto do dr. Mengle, perdão me enganei de novo, Dr. Correia de Campos (129/05 de 11/08) os remédios para as doenças da visão deixaram de ser compatricipados e para muita gente nesse páis supostamente de desenvolvido pagar os ditos cinco por cento pode ser doloroso e como ilustra o especialista: " Os fármacos para os olhos são caros e cinco por cento é muito dinheiro para muita gente. Paga-los significa uma semana sem comer" e reforça a situação "Uma gota para os olhos custa um euro e os doentes precisam de comprar, por vezes três frascos por mês"e o mesmo especialista cita os diabéticos principais alvos dessa doença por caso não tomem os ditos rmédios para o glaucoma podem cegar de novo os meus agradecimentos Dr. Mengle digo Dr. Correia de Campos.
Esse corte verdaderiamente sanguinário tem feito chegar apelos de ajuda a associação de doentes de Parkinsonmonetários e influência para que o Dr. Mengle digo o Dr. Correia de Campos recue nos cortes porque muitos doentes não podem comprar os remédios dado que tem que comprar 7 ou mais alguns para anular efeitos secundários e muitas pessoas vão parar os tratamentos segundo afirma Duarte Abreu da mesma associação.
Segundo o mesmo responsável da associação esses malditos 5 % pode representar 20 euros que serão a multiplicar por vários remédios o que será incomportável para si e para todos os doentes. Que caso o Dr Mengle ai voltei-me enganar, Dr Correia de Campos não saiba são 15 A 20 MIL DOENTES CRÓNICOS
A cruzada anti-défict de Sócrates-Mengle digo Correia de campos até ja chegou a temida tuberculose e os dois pneumonogista ouvidos pelo matutino lisboeta repudiam a medida louca do Mengle luso de fazer os doentes pagar os remédios anti-infecciosos (antituberculosos e antieproticos) e o penumologista Renato Sotto-Mayor se mostra incrédulo com essa medida e o seu colega José Pina argumenta " O pagamento destes fármacos afronta as directrizes da OMS. segundo as quais devem ser gratuitos mesmo no tratamento ambulatório" e de novo Renato Sotto-Mayor alerta "A maioria dos doentes com tuberculose são pobres e toxicodependentes que podem supender o tratamento" sendo um problema de saúde pública.


E para provar como temos a encarnaçao do Dr Morte dos campos de concentração nazis em Portugal e o seu nome é Correia de Campos e o seu cargo é ministro da Sáude basta ver os relatos abaixo citados que só são uma amostra da situação que o Dr. Mengle digo Dr Correia de Campos está a criar

"TENHO DE CORTAR NA COMIDA" (Ermelinda Duarte, 58 anos, reformada)
Ermelinda Duarte tem 58 anos e é doente de Parkinson há 19. Sofre, além disso, de insuficiência cardíaca, que a dificuldade com que respira torna evidente a quem conversa com ela. Ermelinda recebe 386 euros de reforma e, todos os meses, gasta 70 na aquisição de medicamentos para o coração. Não sabe onde há-de ir buscar o dinheiro para comprar os ‘antiparkinsónicos’, até agora gratuitos. Só vê uma possibilidade. “Tenho de cortar na comida.”
Ermelinda fica nervosa quando percebe que vai ter de pagar os remédios contra a doença de Parkinson. O nervosismo torna-lhe a respiração mais custosa. “Não posso tratar da casa e já prescindi do serviço da senhora das limpezas porque não podia pagar-lhe.”
Faz contas à vida para concluir, mesmo sem ter ideia do que lhe vão custar os ‘antiparkinsónicos’: “Por pouco que possa parecer será muito para mim.”

"SEM RESPEITO" (José Henriques, 57 anos, desempregado)
José Paiva Henriques, de 57 anos, é diabético e sofre de glaucoma, doença associada à diabetes. José – que sente a vista “cada vez mais turva” – indigna-se quando fica a saber que o Ministério da Saúde tenciona obrigar doentes como ele a pagar uma parte do custo dos medicamentos sem os quais sobrevem a cegueira.

Como podem ver o (des)governo socialista da podre,velha e senil república não tem dinheiro para manter os direitos sociais ou para manter as compatricipações dos remédios para as doenças mais graves fazendos que milhares de portugues e portuguesas entre os quais alguns deles eleitores e eleitoras morram lentamente mas ja tem dinheiro para pagar uma reforma de luxo a Pedro Santana Lopes ou ainda mais bombástico na semana passada a sub-secretária de estado da saúde Carmen Pignatelli nomeou uma assessora técnica de seu nome Paula Maria Mendes Nanita Lopes Oliveira que vai ganhar tanto como o chefe do (des)governo português o engº Sócrates e não é tudo soube hoje de fonte fiável através de meus contactos que tanto no parasítico instituto da comunicação social como na presidencia do conselho de ministros está haver um chuveirinho de nomeações.
Mas não contente com os cortes o ditador encapotado ainda diz que vai cortar mais na despesa pública devido a sua cruzada e o líder na oposição pergunta aonde é possivel cortar mais, mas não corta na colocação de amigas, amigos e membros do partido e ainda dizem que Portugal é desenvolvido e é uma democracia, eu cá pessoalmente ja achei o estaminé aqui a beira-mar plantado mais democrático do que é actualmente mas uma coisa é certa: Soares ou Alegre na presidencia da república com Sócrates como primeiro ministro vão ser outros Hidenburg's tal como Sampaio tem sido por isso se são assim tão republicanos PIREM-SE por que ja temos a dose suficiente do socialistas a roubarem Portugal para não esquecer o que Soares roubou.
Como sempre deixo as minhas perguntas sem resposta: Para que serve um presidente da republica que não intrvem nos erros do governo ? Se o ministério da Saúde não tem dinheiro para as compatricipações mas tem para pagar a uma assessora o mesmo salário do primeiro-minsitro ? Que gozo sente o ministro da saude ver pessoas morrer a fome para poderem comprar os remédios para poderem durar uns anos ? Aonde Sócrates vai cortar mais ? Por que não cortam nos SAMS ou no salários do banco de Portugal ? Será que Sócrates ficou com paranoia anti-défict ? Se a tem para que o chuveirinho de nomeações ? Aonde esta o Wally, digo o presidente da república ? Como é possível colocar um páis que trata os doentes crónicos assim a frente do Brasil que oferece compatricpação total nos medicamentos para os doentes crónicos ? Em que situação ficam os doentes de SIDA com essa lei Mengle?
Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar
Com esse inusitado título venho com mais um volume dessa série de posts ou entradas venenosas sobre o (des)governo socialista para dar minha opinião sobre o caso Fátima Felgueiras.
Hoje de manhã a "fugitiva" Fátima Felgueiras foi detida no aeroporto de Lisboa quando o voo que vinha do Brasil fazia escala para depois seguir para o aeroporto da cidade do Porto ainda das sete da manhã para que ela fosse presente ao tribunal de Felgueiras para cumprimento do mandanto de captura génese da fuga para o Brasil.
Surpreedente, ou talvez não foi a reação do dirigente socialista encarregue das eleições autárquicas, Jorge Coelho no programa da SIC-Noticias a passar hoje as 23.00 de Lisboa, quando disse que o mais importante era o estado de direito português funcionar e que Fátima Felgueiras não era problema do PS, sendo ela renomada militante da área metropolitana do Porto do PS.
Acontece que PS nunca clarificou a sua posição e depois de a usar para qubrar o domínio do PSD em Felgueiras a abadona sem a apoiar ou sem a expulsar do partido ficando numa posição de nem sim nem não e dando um desprezo típico dos socialistas que eles dão as pessoas eles usam depois delas serem úteis.
Entretanto o Hidenburg português, digo a marioneta que é o presidente da podre, velha e senil república portuguesa promolgou os cortes dos direitos sociais dos militares azedando as relações entre militares e dando ainda mais razão a manifestção de hoje das mulheres dos militares enquanto hoje os maridos dão uma palestra na associação 25 de Abril dado a estúpida proibição de se manifestarem para defenderem os seus direitos na república naqual restauraram a liberdade já la vão 31 anos que acordaram Portugal da longa, tenebrosa e negra noite da ditadura salazarista e é esta a pga que levam como podem ver os socialista como governo são traidores, ditadorais e ajudam os amiguinhos da liderança.
Como sempre deixo as perguntas sem resposta: Para que serve o presidente da república em Portugal ? Será que os militares são cidadãos de segunda para não se poderem manifestarem após terem libertado Portugal das grilhetas da ditadura salazarista ? Será que estamos numa nova ditadura ? Por que PS não se decide em relação a Fátima Felgueiras, ou expulsa ou assume o apoio a sua canidatura ? Que futuro tem a república em Portugal ? Não seria melhor um presidente intreventivo ? Será que essa promolgação não será um detonador para um golpe de estado ? (não nos podemos esqucer que o 25 de Abril teve como base problemas castrenses devido as promoções de militares milicianos que passariam a frentes dos militares de quadro).
Como sempre vos peço para ler,comentar e divulgar.
Mais uma vez no Herman Sic um exemplo de força de vontade foi mostrado dessa vez não numa entrevista mas no passatempo de vídeos enviados pelos espectadores chamado "muita giras" onde uma concorrente mandou um vídeo de origem norte-americana que mostra o dia-a-dia duma vítima dum veneno sobre a forma de medicamento para enjoos na gravidez inventado nos anos 50 nos Estados Unidos e cujas vítmas eram os bebés que nasciam sem braços ou sem pernas ou alguns casos casos nasciam mortos.
Este veneno fez centenas de vítmas por todos Estados Unidos e Canadá até que foi proibido no início nos anos 70 quando se descobriu a causa-efeito sobre o nasciemnto dos bebés sem membros e a talidomida e o caso de hoje mostrado no "muita giras" é o caso duma mulher que se caso teve um filho lindo mas essa mulher é vítima desse veneno nasceu sem braços mas o marido a aceitou assim, a tem ajudado e ela trbalha e conduz e faz uma vida normal como tivesse braços mas so usando os pés.
Um vídeo surpreendente e que mostra (tal como vos disse na entrada ou post anterior desta série publicado em 23/05/05) que a deficiência so está na nossa cabeça e que não há obstáculo a vontade humana e se existir apoios os obstáculos se volatizam tla qual iodo no ar.
So deixo um conselho se tiverem alguma deficiência física nucna desistam dos vossos sonhos.
Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar.
O pau mandado de Lisboa do (des)governo da podre,velha e senil república portuguesa teve atitude no mínimo misteriosas esta semana que me deixaram pensativo e com inspiração para criar o 20º volume da mais longa série de entradas ou posts deste blog.
As atitudes foram duas que embora possam parecer a primeira vista independentes acabam por se ligar e dar origem ao sub-título deste post ou entrada e vocês caros leitores vão ver porquê.
No início desta semana o pau mandado de Lisboa, ou seja, o governador civil de Lisboa proibiu a manifestção de militares que iam só manifestar-se contra o corte de direitos sociais e aumento de idade de reforma, primeiro alegou problemas formais no pedido depois não deu motivos e proibiu por decreto. Mas uns dias depois permitiu uma manisfetação da extrema direita muito menos pacífica do que aquela a frente da embaixada da Alemnha no aniversário da morte do prisioneiro de Spandau (Rudolph Hess) dado que debaixo da capa de ser contra pedofilia ia ser uma arma de arremsso contra os homossexuais e ia mistrura ataque contra a homossexualidade e pedofilia no mesmo saco além de ir contra adopção de crianças por casais homossexuais.
Isso tudo me deixa pensativo dado que não deixa os militares defender os direitos sociais e afinal deixa uma manifestção pior que os 60 que estavam evocar um morto a coisa de um mês atravessar a avenida da Liberdade penso que raio de podre,velha e senil república é esta aonde um primeiro ministro e a ministra da educação nem ouvem o sinidcato de professores ou aceitam uma missiva do mesmo sindicato para lerem as suas razões.
Acho esse governo próximo duma ditadura dado que corta as compatrcipações nos remédios mas deixa que os admisnistradores publicos acumulem hiper-salários que se cortados para metade iam para as compatricipações na íntrega com toda a certeza e continuado a nomear os amigos do partido mas deixando as coisas importantes para trás e nunca cortando onde deve e perseguindo por baixo do pano quem pensa difernete uma ditadura socialista encpaotada nem sei porque o engenheiro Sócrates não aprende a governar com o seu camarada Zapatero ou quer levar o mesmo destino de Schroder (ser posto fora pelo povo).
Vamos aguardar.
Como sempre deixo as minhas perguntinhas sem resposta: QUando portugal se livra do novo Salazar (Sócrates) ? Por que esta atittude do governador civil ? Por que permitiu uma manifestção ofensiva como a de hoje e mandou a policia de choque a um mês contra aqules que evocavam prisioniero de Spandau ? Porque não deixaram os militares se manifestar ? Porque não ouviram os professores ? Porque se em Espanha se permite o casamento de homossexuais e aqui em Portugal não ?
Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar.
Estas duas semanas têm sido férteis em revelações sobre a realidade do maravilhoso mundo da rosa que nos (des)governa a 6 longos meses e tudo começou quando o deputado-poeta Manuel Alegre se acorbadou e desistiu da candidatura a presidência da republica a favor do dinossauro Mário Soares dando motivos como a defesa da república (a mim me soou algo do tipo "se a república estava podre e velha ainda mais fica" ou como um baixar de calças ao aparelho do partido) e essa atitude de Alegre foi algo de triste muito triste mesmo.
Depois veio uma das cerejas que vem sempre dos bolos de chantilly veio com a ideia do ministro das finanças, o socialista Teixeira dos Santos que teve a brilhante ideia de querer nomear um funcionário por cada ministério para verificar se este cumpre as medidas restritivas para cumprimento do déficit imposto pela União Europeia mas essa ideia parece saida de alguem senil como a república ou de alguem com diarreia mental, porque sabendo-se o facto que um funcionário público de quadro médio ganha entre 500 a 700 euros por mês e um lincenciado ganha mais de mil euros por mês e fazendo as contas a grosso modo entre 7000 a 14 mil euros no mínimo saidos do erário público num país que está aflito com déficit público que está fora dos limites é algo de contraditório e corta nos direitos sociais dos militares e nas compatricpações dos remédios só dexiando os pensionistas de baixas posses com direito a elas (compatriciações totais) e so deixando algumas para quem não é pensionista tendo que outros coitados incluindo os desempregados terem que pagar por remedios fundamentais para sua vida.
Acontece que a segunda cereja vem do próprio primerio ministro e do seu pau mandado de Lisboa que é o governador-civil de Lisboa que o primeiro não cede as pretenções dos militares e das forças de segurança e o governador civil se esqueceu que houve o 25 de Abril e primeiro proibia a manifestação de terça-feira devido a motivos formais os militares corrigiram e a proibição continuou mas acontece que os militares vão com a manifestação para frente num verdadeiro acto de coragem contra essa ditadura encapotada que é o (des)governo do PS e Sócrates se está esquecer que nessa luta os militares estão unidos desde generais a soldados por isso não comece a atirar bocas para o ar porque lhe pode sair caro porque assim ainda enfurece mais os militares e essa atitude do governo civil vai contra as conquistas de Abril e o presidente da república fala em sacrifícios da função pública quando se deveria se calar em vez de se aramar em marioneta do engenheiro Sócrates recordando Hidendeburg nas mãos de Hitler porque ele e o seu camrada Vítor Constâncio gastam mais do erário público em salários e despesas anexas (para não citar os adjuntos de Constâncio) que o serviço nacional de saúde por mês em compatricpações dos medicamentos. E ainda penso como o susposto exilado e poeta de Abril (Manuel Alegre) se acorbadou mostrando a verdadeira natureza dos socialistas: cobardes e ditatoriais.
Como sempre deixo as minhas perguntinhas sem resposta: Porque Sócrates provoca os militares ? Porque corta nos direitos sociais e não se cria um governo a americana acabando com os cargos de primeiro ministro, minsitro de negocios estrageiros assuntos parlamentares e presidência do conselho de ministros poupando milhares de euros e fundia no cargo de secretário de estado ? Por que Samapio é uma marioneta ? Por que não deixam os militares se manisfestar ? Se eles se vão manisfestar contra a vontade do governador civil o que vai acontecer dia 13 ? Será que vamos ter um golpe de estado ?
Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar.
O diabo continua solto, o medo e maior e só resta dizer uma coisa paz as almas dos que morreram no 9/11 mais nada podemos fazer porque quem podia fazer para evitar não fez quem pode apanhar o autor não apanha.
PAZ AS ALMAS DAS VÍTIMAS DO 9/11
DEUS NOS PROTEJA A TODOS INDEPENDENTEMENTE DA NOSSA RELIGIÃO, COR DE PELE OU SEXO O 9/11 E SEMELHANTES SÃO MOMENTOS PARA TODOS NOS UNIRMOS E PARA PENSARMOS COMO AS PORTAS DO INFERNO ESTÃO ABERTAS.
E ALGUEM TEM QUE AS FECHAR.

Pág. 1/2