Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Opiniões e Críticas Secretas

Opiniões e Críticas Secretas

Não é meu hábito usar nomes aqui no meu recanto do blogspot (http://insanetron.blogspot.com) e muito menos é meu hábito publicar artigos iguais do blog do blogspot no meu outro blog (http://reporter007.blogs.sapo.pt) mas a má vontade duma legião que se diz de boa vontade me fez quebrar uns quantos tabus.
A boa vontade da Legião da Boa Vontade começou dia 6 de Dezembro de 2008 quando fui tratar dum assunto pessoal ao centro comercial (Shopping Center) Colombo tratar dum assunto pessoal e este centro comercial para quem não conhece Lisboa fica no bairro de Benfica (Centro - Noroeste da cidade de Lisboa) e talvez incentivado pela emissão de rádio a qual esta instituição tem na rádio Kiss FM, eu a minha mãe e o meu afilhado que é deficiente fomos a procura aonde ficava a LBV e descobrimos que fica a quase 1 km deste mesmo centro comercial e lá fomos bem recebidos e até nos deram sopa e pão.
E depois desta recepção íamos os 3 todos os meses a data marcada pela assistente social da LBV até o mês de Maio de 2008 porque depois em Junho e Julho a torneira nos foi fechada e vos digo isto porque nos últimos dois meses em que tivemos ajuda da LBV a ajuda se limitou a 3 kilos de arroz, kilo e meio de massa alimentar ou como se diz no Brasil macarrão e 3 litros de leite e isso tinha que dar para três pessoas durante um mês e cansados de fazer os 20 kms de ir e vir entre a pensão onde sobrevivemos e a delegação em Lisboa da LBV para receber tão pouco reclamamos e queríamos saber porque antes davam quase equivalente a duas malas de viagem com comer e agora davam aquilo que nem para um mês dá e escrevemos um e-mail para a sede da LBV em Portugal que fica na cidade do Porto e a resposta que tivemos foi “depois telefonamos e em Agosto estamos de férias” e deixamos passar o tempo e da bendita chamada nada.
E no último dia da Semana Europeia para a Mobilidade, os transportes públicos em Lisboa eram de graça e aproveitei para ir buscar os remédios que me faltavam a farmácia que tem contrato com a Liga contra o Cancro que me tem pago os remédios porque se fosse a minha mãe a pagar seria uma média de 300 ou 400 euros a cada 3 meses (100 euros/ mês em remédios consumo eu por mês) e com o crédito que tinha no telemóvel ou celular (como preferirem) a minha mãe ligou para a Legião da (Má) Boa Vontade e a resposta que obteve foi: “só ajudamos no Natal e ainda vamos ver se ajudamos” e que não tinha mais direito a quaisquer cestas básicas.
Apenas gostava de saber apenas umas coisinhas e a primeira é saber porque não nos disseram logo que apenas nos ajudariam no Natal e na Páscoa (embora uma pessoa tenha sempre fome) e nos fizeram andar 20 kms durante seis meses e só por reclamar e saber se poderíamos contar mais com a ajuda da LBV sofremos represálias, outra coisinha que queria saber é o que a LBV faz a tantos donativos que recebe porque além de receber do Banco Alimentar Contra a Fome ainda recebe donativos no seu culto e faz sempre peditórios que segundo o site da LBV em Portugal são muito proveitosos e são sempre feitos na cadeia de hiper e supermercados Jumbo/Pão de Açúcar espalhadas por todo o Portugal e além disso recebe donativos alimentares de quase todas as pessoas que moram perto da LBV em Lisboa.
Se não podem dar a uma família que fica com 100 euros para comer durante um mês depois de pagas as despesas com alojamento então porque vão pedir porque até mesmo aos sem abrigo só dão uma refeição quente uma vez por semana quando um ser humano tem fome todos os dias e todos os meses do ano.
Depois destas palavras nem vou deixar as perguntas tóxicas e traiçoeiras que deixo no blog do Sapo e apenas vos peço para divulgar, comentar e publicar estas minhas palavras e como sei que sou lido dos dois lados do Atlântico gostava de saber a opinião de alguém que seja do nosso país - irmão que é o Brasil porque talvez alguém me esclareça esta má vontade da Legião da Boa Vontade.

As salazarices do salazarento presente (des)governo do Primeiro Engenheiro que passam por escutas ao presidente, esmiuçar o mail do jornal Público entre outras façanhas deixam o português tosco que ainda vai votar a pensar em quem votar.
Mas a outra alternativa para se formar governo que é a bruxa Ferreira Leite não é uma alternativa viável porque graças aos Gato Fedorento se descobriu que a Sra. Leite não sabe fazer a concordância dos verbos em português e consegue ser mais nacionalista que Salazar porque não grama os espanhóis e os quer fora de Portugal, mas afinal Portugal depende da Espanha para quase tudo.
Enfim depois da guerra de palavras entre as nações da Ibéria veio agora a grande escandaleira de compra de votos na distrital de Lisboa do PSD com valores que rondam os 25 a 30 euros ou com lugares de trabalho em juntas de freguesia entre outros bónus e nenhum partido usou isso como arma (que tapadinhos) vindo com as mesmas cassetes, desculpem, mp3 já gastos das mesmas promessas de sempre.
É nojento se saber que há corrupção num dos partidos que tem sempre a chance de ficar no poleiro à pala de alguns votos que os otários vão lá depositar naquelas caixinhas pretas e opacas chamadas urnas de voto e ninguém faz nada e em relação as escutas feitas ao presidente da república, o visado diz que se apenas se pronuncia depois das eleições mas o presidente não especificou quais porque logo depois das legislativas temos que aturar as eleições autárquicas apenas havendo dois dias para limparem os cartazes que são os das de descanso que temos sem aturar a peixarada.
E enquanto para a praça de touros de S. Bento a melhora escolha é ter uma diarreia e não se ir lá por o voto, para a câmara municipal de Lisboa a manta está doutra cor porque segundo a sondagem feita para saber as intenções de voto para a maior câmara do país e onde residem 800 mil pessoas já se tem quase a certeza que o Sacana Lopes que fez aquele buraco ali em Entrecampos onde foi em tempos a Feira Popular não vai para o poleiro para roubar ainda mais do que aquilo que já roubou.
E como não sou eleitor por opção e por não gramar a república isso não me interessa muito a não ser que pague as favas por algum filho da mãe que subiu o poleiro e vai roubar anda mais direitos a canalha que os colocou no poleiro que cada vez tem menos direitos e daqui a pouco apenas podemos apenas pagar impostos e respirar porque cada vez há menos cheta para comer e para pagar as contas.
Gostava de saber quem faz as escutas e com que interesse e se daí advém alguma consequência porque todos nós, os mexilhões, é que nos lixamos quando os poderosos só fazem merda para nos lixar e como diz o povo: Quem se lixa é o mexilhão.
E ficam as minhas perguntas de sempre: Quem fez as escutas ? Quem anda a esmiuçar no mail do Público ? Com que intenção se fez as escutas ? Porque houve votos de cabresto no PSD-Lisboa e ninguém faz nada ? Aonde está a alternativa de poder ? Em quem se pode confiar o poder ? Do que serve o voto ? Afinal o que fizeram a democracia ? Será preciso outra revolução para renovar a democracia ? Já não é tempo da república acabar ?
Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

Meus amigos e minhas amigas não posso deixar passar em claro o novo atentado aos nossos direitos feito por alguns amigos do Primeiro Engenheiro em especial aqueles que controlam o grupo Prisa que detém a TVI e o jornal de tendência socialista El Mundo.
Sim são camaradas do camarada Zapatero e do camarada Sócrates mas segundo a rádio a censura não partiu da sede do grupo Prisa em Madrid mas sim da sua filial portuguesa e foi imposta a 24 dias das eleições legislativas e a sua causa foi o caso Freeport.
A vítima foi o Jornal Nacional de sexta-feira dia 4 de Setembro de 2009 que ia divulgar provas altamente incriminatórias sobre este caso e que tinham como alvo o Primeiro Engenheiro que todos sabem que está metido neste caso até a raiz do cabelo e não convinha que a coisa se soubesse três semanas antes do (des)governo da para-ditadura socialista ser escrutinado pelo voto do eleitores da ditosa pátria lusitana porque se soubesse iria ser o fim da mama do PS no poleiro e os iluminados que pensaram que com esta censura iriam resolver tudo, se enganaram e o Jornal Nacional da sexta-feira foi suspenso.
Se enganaram porque se Manuela Moura Guedes já estava de cadeias as avessas com direcção da TVI por causa do seu estilo de apresentar o telejornal do 4º canal de sinal aberto que existe em Portugal ao ponto de se demitir tem agora uma pedra para atirar aos seus detractores que a queriam ver fora e assim Moura Guedes pode alegar censura, perseguição, assédio político e outros demais atentados que são o docinho favorito das maiorias absolutas em Portugal sejam elas laranja ou morango, perdão rosa (do avental).
Um tirinho bem em cheio no pé de quem queria abafar o caso Freeport e se não é nos órgãos de comunicação social da Prisa, é noutros quaisquer basta apenas haver material para publicar toda a verdade sobre a podridão que se passa nesta república sem direito a nada a não ser impostos e eleições.
E o tiro foi tão bem dado que até o PS pede contas aos seus camaradas da TVI sobre o porquê desta censura que está a desagradar a todos os partidos com assento na praça de touros de S. Bento me deixando a pensar em quem confiar quando calho ter a sorte de ver um telejornal porque passo boa parte do tempo a ouvir rádio porque na pensão onde sobrevivo a televisão está racionada ou não dá para ver outros canais a não ser aquele que esteja na televisão.
E mesmo na rádio em especial as rádios da Media Capital (propriedade do grupo Prisa) chego a duvidar a imparcialidade dos seus jornais só me servindo para ouvir a bola ou alguma música porque se há censura neste grupo de comunicação social as suas notícias servem apenas alguns interesses e não são imparciais como devem ser.
E ficam as minhas perguntinhas de sempre: Para que foi feita esta censura ? Quem tem interesse nesta censura ? Será que vai continuar ? Para quando liberdade de imprensa em Portugal ? Quem manda na televisão ? Que pouca vergonha é esta ? Aonde está o 25 de Abril ? Será que há liberdade ? Porque o presidente da república se cala ? O que iria ser divulgado sobre o caso Freeport ? Quem o vai divulgar ? Que república é esta ?
Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

(Transcrição da coluna “A Fundo Perdido” do Diário Económico)

 

 

 

O Inacreditável recorde dos 100 metros de Usain Bolt (9,56 s) veio relançar a discussão sobre os limites do corpo humano. Aproveito para juntar algumas questões a este propósito suscitadas pelo artigo do último Outlook

 

José Sócrates vai tentar derrubar o recorde de conflitos institucionais entre o Presidente da República e o Governo das duplas Soares / Eanes e Cavaco / Soares ?

 

Manuela Ferreira Leite vai conseguir subir a fasquia de zero promessas eleitorais ?

 

Paulo Portas conseguirá bater o seu próprio recorde de visitas a feiras até 27 de Setembro ?

 

Há limites para o número de empresas que Francisco Louçã irá juntar a sua lista de nacionalizações ?

 

Quantas barracas de comes e bebes da festa do Avante vai Jerónimo de Sousa construir com as próprias mãos ?