Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Opiniões e Críticas Secretas

Opiniões e Críticas Secretas

Bem está visto que a podre, velha e senil república Portuguesa não passa dum pasto de corruptos tal como os pastos do sertão brasileiro serve para criar gado ou os pastos espanhóis criam bois miúra para as touradas.

Agora o mal não tem a ver aparentemente com Palpatine Godinho mas sim com o caso dos submarinos que não vem do tempo de Portas no governo, mas sim vem de mais detrás, dos tempos de Guterres e é mais uma caso de suborno que mostra como é pelo menos parte do corpo diplomático que não passa duma corja de mafiosos no seu pior aspecto e a imprensa europeia não fala doutra coisa que a investigação que se soube hoje através da revista alemã Der Spiegel que a empresa que era para construir os novos submarinos da nossa marinha de guerra cujos presentes submarinos já deveriam de ter sido abatidos há mais de 10 anos (gostava de saber para que temos 3 estaleiros um deles com uma doca seca para navios de grande calado) foi apanhada pelas autoridades alemãs num escândalo de subornos.

A empresa se chama Ferrostaal e a sua sede se situa em Essen no Land da Renânia do Norte-Vestefália que vendeu dois submarinos a nossa marinha de guerra, mas que ainda não os vi anunciados como adquiridos e quem tiver conhecimento que eles já estão nas mãos nacionais que me corrija via comentário que agradeço do fundo do meu coração e esta empresa começou a ser investigada pela Krippo (equivalente alemão da PJ) de Munique que passou a pasta ao Ministério Público da capital da Baviera que centralizou em si toda a investigação e as fontes da Lusa que vieram confirmar apenas o que a revista alemã de grande informação já tinha apontado é que no dia 24 do presente mês de Março tanto a sede da Ferrostaal como mais 16 filiais e delegações por toda a Alemanha foram revistas pelo MP de Munique.

E aqui começa a mesma brincadeira da clubite partidária na imprensa e ficamos a pensar de quem fala verdade no mundo da imprensa diária seja qual seja o seu suporte, seja ele papel ou electrónico porque segundo o Diário Digital, o ministério da defesa português se ofereceu para colaborar em tudo com as autoridades germânicas mas o centenário diário tripeiro e situacionista por vezes Jornal de Notícias, irmão ou primo do lisboeta Diário de Notícias, avançou que segundo a porta-voz do MP de Munique Barbara Stockinger se recusou a dar qualquer detalhe sobre a investigação em causa e que nem negou nem confirmou a colaboração portuguesa na investigação (me parece aquelas novelas quando um jogador de futebol vai para um clube e começam a dizer que vai ou não vai).

Segundo a comunicação social da pátria de Bismarck os subornos da Ferrostaal são em casos individuais e não envolve a empresa em si e esta se mostrou cooperante com o MP de Munique em tudo que for preciso e nas investigações e a Der Spiegel confirma que nos subornos descobertos estão os submarinos portugueses e vos digo que este negócio vem dos tempos de Guterres porque foi aí que o negócio começou com o concurso público ganho por um consórcio alemão liderado pela Ferrostaal e cujos concorrentes derrotados andam a recorrer da decisão por todos os lados o que atrasou a construção e aquisição dos dois submarinos até aos governos da dupla Cherne Barroso/ Sacana Lopes e onde o cônsul honorário de Portugal em Munique, Jurgen Adolff, recebeu um suborno de 1,6 milhões de euros (equivalente a coisa menos coisa a um salário do Cristiano Ronaldo com os extras).

Pelo que se sabe este cidadão já foi corrido do cargo e não é o único metido neste novo polvo porque as autoridades germânicas já prenderam um administrador da Ferrostaal e há processos de investigação abertos contra mais quatro pelo menos, mas estes senhores desta dita empresa parecem o nosso Palpatine Godinho porque dispunham duma rede de contactos que ia além do tal cônsul porque mais recentemente fecharam um contrato de um milhão de euros com um sócio por uma lado e um contra-almirante da marinha portuguesa (ao menos respeitasse a farda) e no polvo dos submarinos também entra um escritório de advogados (surpresa).

O MP de Munique além dos suspeitos acima mencionados detectou mais uma dezena de suspeitos de corretagem e de acordos consultadoria de forma a apagar os rastos do dinheiro de modo a passa-lo para de pagamentos para os decisores políticos do governo ou da marinha portugueses.

Esta firma é detida em 70 % por um fundo sediado em Abu Dhabi (fundos sem nome me cheira a coisa mafiosa) e 30 % pela Volkswagen e além desta o consórcio para a construção dos submarinos era constituído Thyssen-Nordseewerke e pela Howaldtswerke-Deutsche Werft HDW, a última sediada na cidade portuária de Kiel e que tinha o trabalho de construir os submarinos.

Acontece que esta mesma firma que está envolvida neste negócio fétido supostamente teve uma reunião em 2002 com o actual presidente da Comissão Europeia e na altura Primeiro-Ministro Cherne Durão Barroso que por acaso foi no seu primeiro ano de mandato e este se calou sobre este assunto bem como Paulo Portas e o Führer Sócrates já andou a saber coisas porque os submarinos nunca mais chegam, não que o Primeiro Engenheiro seja um deus da honestidade, mas para poder foder os seus arqui-inimigos do PSD de alguma forma por causa do caso Face Oculta, apenas se pode ver que nesta república portuguesa sejam da direita ou da esquerda todos roubam e não há ninguém que se aproveite.

E ficam as perguntas de sempre: Será que existe gente séria na república ? Mais alguém metido nisto ? Foi para isto que fizeram o 25 de Abril ? Será que a honestidade paga algum pesado imposto ? É para isso que pagamos impostos ? Afinal do que nos serve a república e o seu presidente ? O que andaram a fazer dos frutos de Abril ? Afinal quem rouba menos ? Será que vale a pena se ir votar ? Do que serviu aos capitães terem feito o 25 de Abril ? Afinal a quem serve a democracia ? Querem uma nova revolução ? Será precisa uma nova revolução para trazer a honestidade para o poder ? Afinal quantos polvos existem ?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

DESTE VEZ NÃO É UM PEDIDO DE MEDULA, MAS SIM UM PEDIDO DE AJUDA PARA UMA MENINA DE 5 ANOS QUE NASCEU COM PARLESIA CEREBRAL E NÃO CONSEGUIU TRATAMENTO CAPAZ EM PORTUGAL E TEVE QUE IR PARA CUBA SE TRATAR E O NOSSO ADORADO ESTADO NÃO QUER PAGAR OS TRATAMENTOS E VOS REPASSO O TEXTO DA HOMEPAGE DO SITE CRIADO PELA MENINA CHAMADA CAROLINA LUCAS.

CADA TRATAMENTO CUSTA 11 MIL EUROS E A NOSSA AMADA REPÚBLICA RECUSA A AJUDAR E NÃO É CASO ÚNICO VOS VOU PASSAR O O TEXTO E PENSEM QUE VOS VOU PODIA TOCAR NA VOSSA PORTA; SE NÃO PODEREM AJUDAR COM DINHEIRO ESPALHEM PELOS VOSSOS AMIGOS

 

 

OBRIGADO

 

 

Sou uma menina muito esperta, nasci muito pequenina, com 29 semanas de gestação e sofri uma Paralisia Cerebral que me impede de andar e correr como os outros meninos.

Estou a ser tratada em Cuba, os tratamentos estão a correr muito bem e os Srs. Doutores dão-me muitas esperanças de conseguir andar sozinha. A clínica de Cuba usa métodos e terapias muito avançados e mais eficientes que os nossos.

Infelizmente, o sistema de saúde portugues não comparticipa de maneira nenhuma estes tratamentos e tem que ser a minha família a pagar tudo.

Os meus tratamentos estão a ser feitos em ciclos. Cada um dos ciclos custa aproximadamente 11.000 Euros (excepto o primeiro, que foi mais caro).
Não sei ao certo quantos ciclos necessito...nem de quanto dinheiro no total, embora os Doutores digam que o meu tratamento vai ser longo.

Não é fácil para a minha família e por isso vos peço que, se tiverem possibilidades, me ajudem.

 

 

 

E VOS DEIXO A HISTÓRIA DA CAROLINA

 

 

 

O meu nome é Carolina Brito Lucas, tenho 5 anos e moro em Odivelas.

Nasci prematura, com apenas 29 semanas de gestação. A minha mãe teve uma gravidez normal, nada fazia prever que eu estivesse com tanta pressa para ver o mundo cá fora ... e essa pressa saiu-me cara.

Nasci com 1.100 kg, era um pacotinho de arroz, como a minha família costuma dizer.
Desde essa altura que sou uma lutadora, não fui ventilada, consegui respirar por mim e, ao contrário do que os médicos previam, desenvolvi-me rápido e no espaço de um mês estava em casa.

Quando nasci, foi-me detectada, em exames de rotina normais feitos a prematuros uma ‘Leucomalácia Periventricular’. Ninguém da minha família sabia bem o que isso era e na altura não deram muita importancia ao assunto, pois os médicos diziam que era comum nos prematuros e que não havia motivo para alarme, que o importante era eu ter lutado pela vida e vencido.

Nos primeiros meses de vida, tive um desenvolvimento perfeitamente normal e adequado à minha idade, palrava muito e era uma bebé adorável.
A minha família só notou que algo não estava bem quando, na altura de começar a sentar-me, não o fiz.

Nessa altura os médicos do Hospital de Santa Maria (que nunca deixaram de me seguir) começaram a falar em Paralisia Cerebral. Os danos causados por uma paralisia cerebral são sempre incalculáveis...até serem visíveis e sentidos.

Passei a ser seguida no Centro de Paralisia Cerebral Calouste Gulbenkian do Lumiar, onde estou integrada num programa que contempla Fisoterapia e Terapia Ocupacional. Também frequento um Infantário e pratico Hidroterapia. Sou felizmente uma menina muito esperta, com um desenvolvimento cognitivo e intelectual perfeitamente normal para a minha idade, falo muito e bem, sou muito risonha e tranquila, gosto muito de desenhar, e sou fã do Noddy, do Ruca, da Dora, da Kitty ...
A nível motor tenho problemas sérios e muito graves. Não me sento sem ajuda, não gatinho, não ando e tenho alguma dificuldade em manejar objectos com as mãos, quando isso envolve perícia de movimentos.

Desde os 10 meses de idade que faço tratamentos de fisioterapia, tratamentos esses que não mostram os resultados que esperávamos. Embora os médicos e fisoterapeutas concordem que existem ligeiras melhoras, a minha família não consegue vê-las... e pior que isso, eu apercebo-me que sou diferente dos outros meninos e que não consigo andar. Por várias vezes digo que quero andar mas não consigo. Um dos brinquedos que mais gosto é uma bicicleta que infelizmente não posso usar.

Há uns tempos atrás, a conselho de um médico português, a minha família estabeleceu contacto com o CIREN, um centro de Restauração Neurológica em Cuba, totalmente vocacionado para, entre outros, casos como o meu e com excelentes resultados. Os médicos cubanos foram extremamente atenciosos e preocupados e garantem melhoras visíveis se eu fizer os tratamentos necessários.

Mas, como em tudo na vida há um senão...os tratamentos são muito dispendiosos e a minha família precisa de ajuda financeira para os suportar.

Não sei ao certo quantos ciclos de tratamento vou necessitar, mas os Srs. Doutores de Cuba estimam que o meu tratamento vai ser longo. Cada ciclo (excepto o primeiro que foi mais caro e incluiu uma semana de avaliação) custa cerca de 11.000 euros e por cada um, o valor multiplica.

A minha família não vai desistir até me ver andar ...

Por favor, AJUDA-OS a AJUDAREM-ME!!

 

 

 

 

 

 

O QUE CUSTAVA AO NOSSO ESTADO AJUDAR ??

 

 

O ESTADO SOMOS NÓS E TEMOS QUE ESPALHAR QUE ESTA MENINA E OUTROS MENINOS PRECISAM DE AJUDA...

Mas está visto desde que este maldito (des)governo tomou conta deste pobre recanto sem rei nem roque, sem ponta por onde se pegue tem nos roubado cada vez mais este direito, quer seja tirando os descontos nos remédios como foi com o decreto da morte, o 129/05 como tem sido com o fecho de hospitais, SAP e maternidades em especial em locais distantes dos grandes centros ou das capitais de distrito, obrigado aos habitantes destas localidades a viagens de dezenas para não dizer centenas de kilómetros por estradas que não levam obras desde da sua construção e que são viagens que levam horas e mais horas; e em casos de urgência extrema como num enfarte ou num AVC ou se tem menos é horas para se esperar por assistência médica relativamente capacitada.

E desde que começaram as reformas do Führer Sócrates já vão em 34 SAP fechados para não falar nas outras instalações médicas fechadas para a chamada poupança de meios num país onde se paga uma taxa para se utilizar os hospitais e demais serviços públicos e 20 % dos impostos vão para o sector da saúde e o povo otário contribuinte, seja ele directo ou indirecto fica a pensar o que andam a fazer ao nosso dinheiro.

Bem a esta a pergunta não sei responder e quem tem resposta se recusa a dizer, mas se a saúde é um direito constitucional não tinham que fechar os SAP e demais estruturas médicas que têm fechado, mas sim mantê-las abertas e o deficit não é desculpa porque se este fosse o problema, então aumentasse o IVA e metessem VA sobre o tabaco e reduzissem o número de altos cargos como chefe de gabinete e outros que tais que fazem a folha salarial do Estado crescer e muito e depois dizem que não podem pagar mais aos enfermeiros ou que não podem ter mais SAP ou que não podem dar mais descontos nos remédios.

Mas enquanto os enfermeiros vêem vida e morte todos os dias e em alguns casos (eu assisti ao vivo e em directo no IPO) se vê na cara de alguns enfermeiros que o que fazem por aquela vida é apenas diminuir o sofrimento porque sabem que não podem salvar aquela vida e depois têm que vir para casa com aquela carga toda e aturar família e tudo que isto tem de bom e de mau e em principio de carreira sem descontos ganham menos de 1100 euros.

Todavia há licenciados, em especial os assessores e os cargos políticos que não têm que salvar vidas, que apenas pensam em comer a nova secretária ou irem passear para Paris e ganham 3.500 euros ou até vezes mais e estou de acordos dado o facto da carreira de enfermagem ser uma licenciatura, os enfermeiros deveriam de ter o mesmo salário base de qualquer licenciado que são os 1200 euros, porque quando é para descontar dos salários estejam os enfermeiros a contrato, efectivos ou recibo verde, ah isso todos são iguais pagam sempre os mesmos impostos as finanças, mas para pagar os salários já não há dinheiro, e nem sei que mais.

No entanto o que fazem aos nossos impostos se quem trabalha e quem ajuda a salvar vidas não leva a compensação devida e há uma lista de 230 chulos que passa a vida a ler os jornais, a navegar na net ou a passear por nossa conta todos ali concentrados num palácio que fica para os lados de S. Bento e que se juntassem o dinheiro de metade deles e canalizassem para os buracos das nossas contas públicas nem se ouvia falar em PEC ou coisa parecida.

Mas voltando ao assunto saúde, no meu caso tenho que fazer quase 20 tomas de remédios por dia que se dividem por uns 10 remédios por dia parte deles tinham desconto total porque eu tenho asma, uma doença rara chamada neurofibromatose tipo I e epilepsia que foi causada pela segunda doença que mencionei e se fosse a pagar os remédios eram uns 300 euros para mais a cada 4 meses, mas caso tivesse os descontos antes decreto da morte nem metade era; mas em nome do deficit quem se lixou foi o Zé povinho e nós doentes crónicos a pagar e muitos têm que escolher entre comer e remédios, literalmente têm que pagar para viver, como estes que têm os SAP e os hospitais fechados; e nem quero pensar quando acabar a minha ajuda nos remédios como me vou safar e vou ter que fazer a mesma escolha e apenas espero que esta da nunca chegue.

Está visto que o socialismo no Partido Socialista está na gaveta e que a saúde tal como a educação, a justiça e a habitação aqui nesta suposta democracia que vai fazer 36 anos nunca é de todos mas sim apenas de alguns e só de alguns, normalmente daqueles com mais dinheiro no banco e SAP fechados este ano já são cinco e no total de SAP fechados pela corja de assassinos de S. Bento são 34, está visto que para estes senhores Abril nunca existiu e nós não passamos dum rebanho que eles pastam para onde e por onde querem, mas se estão a esquecer e a história o prova que houve alturas que aqui em Portugal o rebanho se rebelou e matou os pastores que abusaram da sorte e o rebanho tomou conta da situação e pelo visto com este roubo dos nossos direitos e com o roubo dos nossos impostos cada vez é mais a altura de se vir para a rua aos acordes de certas músicas que serviram de senha a um certo a dia a um certo grupo de militares para virem acabar com o estado em que nós chegamos e na minha opinião sincera já está mais do que na altura para acabar com o estado em que nós chegamos porque um Estado onde quase nenhuns têm escola decente, não têm saúde, não têm trabalho, não têm comer; não é um estado de direito, mas sim um estado de deveres onde todos devem e apenas alguns têm direito e isto em lado algum excepto Portugal é uma democracia.

E ficam as minhas perguntas: Porque andam a fechar os SAP ? Afinal a saúde não é um direito de todos ? Se o presidente da república jura defender a constituição então porque ele se cala ? Afinal será que o presidente da república não passa dum reles mentiroso ? Afinal aonde para o Sistema Nacional de Saúde ? Será que ainda existe ? Afinal quem tem direito a saúde ? Do que nos serve esta república e o seu presidente ?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

Os casos de abusos sexuais feitos por padres e sacerdotes doutras confissões estão-se a avolumar na comunicação social como nunca se viu e já se fala num sínodo dos bispos, mas nada é feito e não nos podemos esquecer que o mesmo foi feito quando apareceram os primeiros casos na imprensa de abusos feitos por padres católicos nos Estados Unidos, ainda era papa João Paulo II e de nada adiantou o sínodo, e aqui em Portugal apareceu o caso dum padre pedófilo no Porto e outro na Madeira e ainda não pagaram a indemnização devida a família do jovem vítima do padre Frederico. Apenas sei que estas notícias, ao surgirem na semana santa que coincide com mais um aniversário da morte dum papa que teve o condão de ser um dos maiores diplomatas que esta humanidade teve a honra de conhecer tem um efeito de choque muito maior do que aquele que notícia em si possa causar quer entre aqueles que professam uma fé cristã seja ela qual for seja mesmo entre os agnósticos ou ateus e dão forças a todos aqueles que de forma oculta e fanática combatem a religião, entenda-se maçons e outros que tais. Eu na minha sincera opinião submetia estes monstros que não souberam respeitar a lei dos homens e servia a sua cabeça numa bandeja de prata e o resto da carcaça dava aos abutres (literalmente) e ponha quem respeitasse mesmo as leis de Deus e fazia estas punições públicas para que não houvesse engraçadinhos que quisessem repetir a graça e no caso das reuniões ecuménicas não me ficava por um simples sínodo, mas sim por um concílio para reformular a igreja de cabeça aos pés tal como foi o concílio Vaticano II e algo semelhante tem que ser feito na igreja sob pena dos inimigos de sempre ganharem. Ou então estas novas religiões ou seitas de pastilha elástica e muitos dízimos ganharem cada vez mais fieis mas mesmo dentro destas já começam a aparecer casos de pedofilia o que torna a situação cada vez mais preocupante porque se para alguns é nato do ser humano nascer e acreditar que existe uma entidade superior a todas as coisas da natureza criadora de todo que existe qualquer que seja o seu o nome, e quando os seus representante no mundo terreno, violam comportamentos de decência, culturais e de regras duma religião ou duma cultura ainda por cima quando ambas as coisas andam praticamente fundidas o problema toma uma gravidade muitíssimo extrema é uma cultura e uma civilização inteira que vê os seus valores em cheque porque os seus chefes espirituais não souberam ou não quiseram respeitar os seus ensinamentos mais básicos. Eu não apelo a um anticlericalismo nem coisa que o valha, mas deixo um aviso que os ateus mais fanáticos têm um pasto bem fértil para vender o seu peixe e vão vendê-lo as almas mais sensíveis e as vítimas destes monstros que nunca souberam respeitar os votos de castidade. E ficam as minhas perguntas de sempre: O que se passa com a Igreja ? Estamos a assistir a Sodoma e Gomorra ? Afinal aonde está a igreja de Deus ? O que Deus estará a pensar ? Que mundo é este ? É Este o final dos tempos ? Quando é que virá o novo Messias ? Será que se pode confiar nos padres ? Não seria melhor mandarem os padres se casarem ? Não será melhor mudar-se de papa ? Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

 

Mais do mesmo, meus amigos e minhas amigas não foi só o Primeiro Engenheiro a entrar nas conversas, desta vez é o desespero por dinheiro que move dois dos tentáculos do polvo da Face Oculta e foi o procurador de Aveiro que encostou a parede Paiva Nunes da EDP Imobiliária com escutas que referem negócios, melhor a obtenção rápida de grandes negócios devido ao (des)governo socialista já não ter a maioria absoluta.

E uma deliciosa e muito interessante conversa entre Paiva Nunes e o imperador Palpatine das sucatas que aconteceu logo depois do descalabro socialista nas últimas legislativas prova que este polvo queria montar uma rede de negócios com empresas ligadas ao Estado com a certeza com o (des)governo não duraria mais do que dois anos e até lá não se sabe.

E o senhor da EDP que foi um dos contemplados com um Mercedes 0 km por parte do imperador Palpatine é directo quando afirma o seguinte: «Agora só coisas concretas, deixem-se de tretas que não temos muito tempo para ganhar dinheiro» ao imperador Palpatine Godinho, o imperador das sucatas; apenas 3 dias depois do desastre eleitoral do PS e depois de ter falado com o empresário José Nascimento que em análise ao desastre disse que nestes dois anos apenas resta olhar para a frente.

Tais conversas ajudaram o procurador João Marques Vidal (coordenador do processo) tenha chegado a conclusão que Paiva Nunes e Nascimento: «em conjugação de esforços com um outro indivíduo (‘Daniel’) e com Armando Vara, teriam, através de mercadejar dos seus cargos e da sua influência, de aproveitar os próximos dois anos para fazer dinheiro, período que reportavam como sendo aquele que duraria a legislatura que se adivinhava»

Tal afirmação é feita em relação em referência a uma chamada telefónica de dia 28 de Setembro, o dia seguinte do descalabro eleitoral onde o PS apesar de ter ganho não conseguiu a maioria absoluta perdendo votos para todos os partidos da oposição; Paiva Nunes que chegou a ser convidado para ser assessor de Edite Estrela para a Câmara Municipal de Sintra em 1994 e no mandato seguinte foi vereador das obras e ambiente e falou com um empresário destes tempos, hum alguém se lembra quando Nuno da Câmara Pereira foi processado por injúrias em 1994 ou 1995 (caso falado no programa Parabéns de Herman José) por ter acusado esta mesma senhora Edite Estrela de corrupção e tudo ficou abafado como convém.

Ambos os cavalheiros ficam felizes com a vitória do clube Rosa e José Nascimento faz uma análise política e quem sabe precisa dos resultados eleitorais quando diz: «Ó pá, neste momento, mais dois aninhos e a gente tem que olhar para a frente» e Paiva Nunes diz «Exactamente, ok» e logo aí se começa a desenhar um esquema estranho dentro da EDP e se referindo ao site da EDP Imobiliária, Nascimento afirma o seguinte: «Já vi anúncios teus lá daquela coisa da imobiliária. Temos de começar pá, para ver» e Paiva Nunes responde: «Está bem. Para a semana falamos, que é para combinar»

E estes dois senhores não ficam por aí porque o cidadão Nascimento diz estas interessantes palavras: «São coisas interessantes e também se podia depois ver, ó pá, o que é que tu tens, para ver o que é que eu posso colocar?» e estes senhor Nascimento gosta de coleccionar panelas e tachos porque além de ter lugar em empresas também tem é presidente da Caixa de Crédito Agrícola Mútuo de Sintra, hum isso me cheira a chulice e da grossa, e nascimento começa a desenrolar o rolo: «Sabes que o Daniel agora mudou para a Aguirre Newman [multinacional espanhola, de mediação imobiliária]? Também era para te dizer isso no caso de te encontrares com ele. Ainda agora lhe dei um prédio em Lisboa e colocou-o em 48 horas. Tem gajos que querem investir e não sei o quê. Ele agora representa milhões… » e Paiva Nunes escuta-o com muita atenção «Está bem, está bem»

Nascimento não se contem e ainda continua a cantar como um canário: «Olha, temos que ter sinergia. Eu porque sou ponta-de-lança e tenho uma empresa imobiliária e posso aparecer. Ele porque está a conhecer o mercado. Tu porque estás onde estás. Eh, pá, e o nosso amigo [Vara], que está onde está. Podemos fazer aqui uma multinacional bem feita», Paiva Nunes confirma tudo letra por letra e Nascimento vai continuando a serenata: «Tens de pensar alto, percebes? Pensar alto. É que neste momento estou free para fazer coisas bonitas». «Temos que aproveitar porque isto passa num instante, pá» e Paiva Nunes encerra a conversa dizendo: «Eu dou-te um feedback» (esta gente não sabe dizer dou-te um toque ou um empurrão era mais português, enfim se esqueceram da língua materna).

Muitos de nós, incluindo eu mesmo, pensei que Paiva Nunes, foi escolhido apenas por ser um dos grandes tubarões na companhia da luz, mas foi mais por isso que ele foi escolhido para ajudar e ser comprado por Palpatine Godinho foi também escolhido porque Paiva Nunes é primo de Sócrates (olha mais um primo) por casamento porque Paiva Nunes é casado com uma prima do Primeiro Engenheiro e é sócio da mulher em duas empresas: uma se chama Reforma e comercializa antiguidades e outra fundada em 2004 que é uma imobiliária de seu nome Quinta do Amendoal e além destes investimentos em família, este senhor é membro do conselho de administração de Azores Internacional Tourism Club Hotel S.A. – registada em 1999, em Angra do Heroísmo.

No mês 5 do ano de 2009, Paiva Nunes foi um dos pescados pelo senhor dos robalos para arranjar serviços para o imperador Palpatine das sucatas e nesta disputa se apresentara Paulo Costa, director de relações internacionais da Galp e alcunhado por ambos de “Gasolinas” e Gasolinas se comprometeu a desbravar caminho para o imperador das sucatas mas este começava a ver o tempo a passar e dos serviços nada e até já tinha dado um sinal possivelmente maior do que aquilo que lhe podia render serviço que foi o tal Mercedes desportivo 0 kms.

E no trigésimo dia do mês de Setembro Paiva Nunes sabia de antemão que o imperador das sucatas tinha ido almoçar com o Gasolinas e liga-lhe para saber qual o resultado do repasto e o imperador da sucata responde logo: «De concreto, zero», e Paiva Nunes sentindo que vai perdendo o seu miminho pergunta logo ao imperador da sucata: «O senhor estava muita à rasca e perguntou-me quando é que eu queria que me ele me devolvesse a esferográfica».

Uma hora depois, Costa liga ao imperador e vem com um negócio fora da Galp, mas o imperador das sucatas aconselha Costa a seguir com Paiva Nunes, ora se o homem é primo do Primeiro Engenheiro, e o imperador da sucata não se deixou ficar e foi pedir a opinião a Paiva Nunes: «Ele ligou-me para que eu lhe indique outro trabalho fora do dele» e aí Paiva Nunes viu logo que Paulo Costa lhe estava a preparar uma valente tanga e explica ao imperador de como se livrar do “amigo” Paulo Costa: «Ele está a inverter as coisas pá, diga-lhe que não precisa. O que acontece é que ele percebeu ao almoço que não há golpes, só coisas concretas». E avisa: «Deixem-se de tretas porque a gente não tem muito tempo para ganhar dinheiro».

No mês de Agosto, o administrador da EDP, Paiva Nunes tentou por portas e travessas arranjar mais um servicinho para o imperador das sucatas, além do que já este tinha num terreno da EDP no Porto, «Nós temos uma situação mais ou menos semelhante à do Porto, no Pocinho. Está uma série de demolições já feitas no antigo bairro, é isso que eu queria deitar abaixo e você levava para o vazadouro» e ao 21º dia do mesmo mês de Agosto, Paiva liga para a Câmara Municipal de Vila Nova de Foz Côa, Emílio Mesquita que se recandidatava pelo PS lhe pede que seja enviado o processo do Pocinho e este diz que a obra em causa está empatada e Paiva sugere ao autarca que mande aquilo abaixo porque seria sinal que estaria a fazer alguma coisa e ainda acrescenta: «Para que aquilo se concretize, dirija uma carta oficial, pinte um cenário negro e solicite à administração da EDP Imobiliária, dando-me conhecimento, que proceda a uma limpeza àquela zona».

Volto a relembrar quem leia este longo blog pela primeira vez que o Ministério Público de Aveiro considera este grupo de suspeitos uma rede tentacular, uma máfia no seu pior significado, que apanha toda a espécie de gente e mais ficou-se a saber quando aos 26 dias de Agosto, Paiva Nunes liga para a agência do BCP do Centro Comercial Colombo para saber qual maior valor possível em dinheiro vivo sem ser preciso apresentar comprovativo da origem da verba e o funcionário da agência diz logo o valor, 15 mil euros, e o Sr. Nunes pergunta se não pode simular esta proveniência, apresentando uma factura e o funcionário do banco diz que sim e o Sr. Nunes não foi de modas e enviou uma sms com o seu número de contribuinte para o imperador Palpatine.

E tomara se isso só ficasse por aqui porque no dia 12 de Outubro, José Nascimento, volta a melgar Paiva Nunes a dizer que eles só têm dois anos para ganharem dinheiro e comentam a derrota dos socialistas em Sintra donde Paiva Nunes tinha perdido em 2001 o cargo de vereador quando Seara ganhou a edilidade sintrense a Edite Estrela.

E Nascimento analisa a situação duma forma muito própria: «O Seara não tem que voltar a dar o pelouro da SMAS ao vereador comunista. E o PSD e o CDS andam a ver se ele não faz isso, até porque sendo o último mandato não tem necessidade e os gajos também querem roer, como é lógico» e o empresário volta ao ataque com o plano que já tinha gizado com Paiva Nunes voltou a deitar uma olhadela ao site da EDP Imobiliária e diz a Paiva Nunes que: «têm que conversar», «para verem se arranjam forma de comprar umas coisas, porque ele tem lá muita coisa».

E volta a bater na mesma tecla que tem o filho na multinacional espanhola do ramo imobiliário e ataca de novo: «Com o Daniel dum lado que pode dar umas boas coisas e ele do outro a ver se fazem uns negócios… fazemos um triângulo fantástico. Ele tem tudo porque a empresa que criou tem todos os fundamentos legais, o Daniel tem conhecimento do mercado e já está a ser sénior na coisa e com o Paiva podem fazer o triângulo, já nem está a dizer o resto».

Bem isto, para um juiz comum em qualquer lado do mundo mesmo em Itália ou no Brasil estes senhores eram considerados corruptos e iam a julgamento, mas nos esqueçamos que estamos em Portugal e as coisas aqui não acontecem como nos países avançados e só Paiva Nunes foi constituído suspeito no caso Face Oculta e os outros referidos nesta peça sem ser o senhor Godinho que está preso e o senhor Vara também constituído suspeito nada aconteceu e o pasquim maldito, Sol, confrontou Paiva Nunes com estas conclusões, este disse que são conversas sem importância.

Bem, eu na minha curta e simplória capacidade de entender as coisas, consigo ver que tudo não passa duma cambada de escroques de baixo nível que não passam de grandes ladrões de casaca que roubam aos milhões com toda a impunidade e ninguém lhes diz nada e ainda gozam da protecção da justiça ainda mais do que entidades divinas como fossem seres divinos.

E ficam as minhas perguntas de sempre: Qual o custo real da justiça ? Quando é preciso para se ter um país na mão ? Quando é que custa um juiz e um director de banco ao kilo ? Até onde mais chega o polvo ? Para que nos serve a república e o seu presidente ? Era isso que nos reservava a liberdade ? Já não é altura de haver uma dissolução ? Para quando uma revolução para repor a liberdade ? Quem é a Face Oculta da Face Oculta ?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

Enquanto pensava-se que o caso da Dama de Paris fosse caso único nas viagens e contra-viagens pagas pelo parlamento com o dinheiro dos nossos impostos e cujo pagamento anda numa giga joga de pareceres sem saber quem tem que pagar o que e a quem, mas o certo é que a conta das viagens aumenta e ninguém faz nada para pagar há outro caso que é exemplar no gasto para viagens.

E este deputado que não do PS e é do PSD chega a sair mais caro do a Dama de Paris (Inês de Medeiros) e este deputado dá pelo nome de Costa Neves e foi ministro da agricultura e foi eleito pelo distrito de Castelo Branco, no entanto mora nos Açores, e faz o mesmo que Inês de Medeiros, mas enquanto a Dama de Paris apenas tem os bilhetes para a Cidade Luz este senhor tem os bilhetes para os Açores e as viagens em “trabalho” político pagas para Castelo Branco que tudo somado dá 3.800 euros que se vai juntar aos 3.500 que ganha como salário fora os outros extras que os deputados da república têm.

Quero saber qual a moral destes escroques pedirem para nós apertamos o cinto quando eles enfiam no bolso fortunas todos os meses equivalentes a 4 e mais meses de salário de um funcionário público médio em Portugal, está visto que há quem esteja a ganhar e muito com a democracia e por outro lado quem esteja a passar fome e quem vá passar mais para que as contas públicas entrem nos eixos enquanto estes chulos têm o que têm.

Urso é tudo aquele que vota em algum partido em especial nos chamados cinco grandes porque assim a merda vai continuar e a única diferença entre um político de direita e de esquerda é a mão que usam para roubar, o de direita rouba com a mão direita e o de esquerda rouba com a mão esquerda e acho que nós o povo temos que parar com isto, porque se não for o povo tem que vir a tropa e pelo que vejo faltam colhões na tropa para repetirem o 25 de Abril e duvido que alguma vez o façam.

Darem dotações destas aos deputados quando há juntas de freguesia e câmaras que devem a todos por falta de liquidez, fábricas a fechar, um desemprego louco e cada vez mais fome, é deveras pornográfico e anti-democrático e se querem reduzir a abstenção não dêem esmolas mas sim aquilo que o povo precisa, estado providência que funcione como na Alemanha, transparência e respeito pelas leis.

E ficam as minhas perguntas: Afinal para que serve o PEC ? Porque não cortam nos luxos dos políticos ? É para isso que serve a república ? Aonde para a democracia ? Será precisa uma nova revolução ? Será que ainda existem militares corajosos em Portugal ? O que é feito de Portugal ? Afinal para que serve a república e o seu presidente ? Para que servem as eleições ? Aonde param os nossos impostos ?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

Pág. 1/9