Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Opiniões e Críticas Secretas

Opiniões e Críticas Secretas

Uma estreia absoluta no dia em que o mês que os Romanos dedicavam a Marte se finda

 

 

e a escolha de hoje é uma estreia absolutíssima neste recanto tanto no artista como no estilo escolhido

 

 

 

 

 

Águas de Março - Maria Rita

 

 

 

 

 

 

 

espero que seja do vosso agrado

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Não vos falo da novea da Rede Globo que passou em Portugal entre os anos 90 com o grande desempenho de Regina Duarte no papel principal, mas sim de outra novela que mete sucata e que teve o seu mais recente avanço no dia 18 de Novembro de 2013 e que desde então tem estado tal como os ursos, a hibernar até esta Primavera que se está a revelar chuvosa.

Depois de Paulo Penedos (conhecido aqui como Penedos Jr.) ter pedido que as escutas fossem ouvidas em tribunal para que o seu advogado estruturasse a defesa do seu cliente de forma a provar que Paulo Penedos não está tão envolvido quanto possa parecer, agora aparece Armando Vara, o tal dos peixes que dão pelo nome de roubalos também veio pedir as escutas pelo mesmo motivo e que caso estas escutas tenham sido mesmo destruídas, então o processo da parte que toca a Armando Vara não tem pernas para andar.

Curioso ver como o ministério público puxa de novo para a ribalta o assunto das escutas que muitos pensavam que já estava resolvido com a ordem de destruição das mesmas, mas o que se pode perceber é que as mesmas escutas ainda não foram eliminadas e pior, ainda podem estar nas mãos de alguém como um qualquer jornal que tenha estas mesmas escutas como uma espécie de seguro anti-crise para vender o máximo de exemplares e/ou ter o máximo de visitas na sua edição electrónica.

Também não deixa de ser curioso como é que Vara mudou de ideias em relação as escutas e agora se passou para o lado de Paulo Penedos para que nas escutas se prove a sua inocência ou um possível envolvimento mas não tão profundo como aponta a acusação e muitos podem começar a perguntar se vamos de novo voltar de novo a ouvir falar no caso das sucatas e a resposta é simples e é afirmativa em relação ao caso Face Oculta voltar de novo a ribalta após alguns meses de hibernação e que serve para mostrar a boçalidade do sistema judicial português que não vale rigorosamente a ponta de um corno e já que Vara se afirma inocente, apenas espero que se saiba o possível conteúdo destas mesmas escutas para que o povo saiba a bosta que teve no poder durante 6 anos e que agora estamos a pagar as suas contas e com juros.

E assim sendo, com o futebol mais ou menos alinhado e ainda antes do mundial de futebol na terra do samba e do carnaval, voltamos a ter o carnaval sucateiro para nos ir entretendo até pelo menos a selecção começar a jogar no mundial porque estamos a menos de um mês da época de futebol acabar para regressar de novo pelo menos na última semana de Agosto.

E ficam as minhas perguntas de sempre: Quem é a Face Oculta da Face Oculta ? Será que as escutas foram mesmo destruídas ? Porque voltar a este assunto agora ? Que mais estará escondido sobre este caso ? Será que ainda se vão saber mais coisas ? Qual o interesse de Vara puxar as escutas só agora ?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

há coisa de 15 dias atrás se soube que foi feita uma petição que contava com pelo menos 70 assinaturas de vários economistas portugueses de renome de todos os espectros políticos e alguns que já tiveram cargos políticos no poder político da república e como consequência primária desta petição, dois conselheiros do ser humano supostamente vivo que tem como residência oficial o Palácio de Belém foram exonerados (leia-se corridos) por terem assinado esta petição que exige a restruturação da dívda externa da república e dos pagamentos à troika; portanto embora não venha no Código Penal, ainda existe em Portugal o crime de delito de opinião apesar de ter acontecido o 25 de Abril; a diferença é que o delito de opnião é uma espécie de Easter Egg (conteúdo oculto) do actual sistema legal e no Estado Novo estava visível aos olhos de todos.

A estes 70 economistas portugueses dos quais se podem destacar Francisco Louçã, Bagão Félix ou Manuela Ferreira Leite se vieram juntar mais 74 economistas de outras nações formando pelo menos um grupo que agrega uma grosa de pessoas e como não fosse já de si suficiente gente para que a restruturação da dívida entrasse nas conversas de café pelo menos; se sabe que esta petição está a ficar maior do que se pensava e a petição onine já juntou praticamente 17 mil assinaturas entre as quais a assinaturas de 20 generais e almirantes; sei que nem uns nem os outros em teoria têm as mesmas dificuldades económicas de um capitão; mas já começam a sentir na pele os custos da crise e a última vez que se soube que militares assinaram uma petição que poderá ter implicações futuras directas na vida de todos nós foi aí a coisa de 40 anos atrás num certo ano em que um dia foi o primeiro dia do resto das nossas vidas.

Este número impressionante de assinaturas já faz com que o assunto vá ser discutido na assembleia da república e vamos ver se não surgem mais barões do poder poitico da república a apontar o dedo e a dizer que a dívida tem que ser restruturada e não ser como o Führer Passos Coelho quer porque se for assim Portugal ficará tão mal como nunca ficou.

Entretanto sabe-se que o desconto temporário nos funcionários públicos e aposentados da FP com salários ou reformas acima de 650 euros e dos restantes casos com reformas acima dos 1350 euros, desconto o qual era para ter terminado em Dezembro de 2013 e afinal ainda é cobrado e para ajudar a confusão instalada há 7 pedidos de análise do Orçamento de Estado 2014 no Tribunal Constitucional e os sete todos apontam para este desconto extra que tem o nome pomposo de "Contribuição Extraordinária de Solidaridade" que segundo a voz de alguns entendidos na matéria viola a constituição.

Vamos ver o que esta petição pode dar e se vai agregar mais militares ou apenas serão estes no meio tanto cidadão conhecido e desconhecido que está farto de ser roubado por um poder que se diz democrático e que no final das contas de democrático apenas tem o nome porque este desgoverno fez a democracia o mesmo que Mário Soares fez ao socialismo: a enfiou numa gaveta.

E ficam as perguntas de sempre sem qualquer resposta: Aonde esta petição vai levar ? Qual o problema de restruturar a dívida ? Querem hipotecar o futuro das gerações futura ? Porque não referenda a permanência no euro ? Como foi possível se chegar a esta situação ? Será que a nação vai dar a volta a situação ou será precisa alguma mudança radical como a que foi feita há 40 anos ? Será que Portugal ainda tem solução ? Para que nos serve a república e o seu presidente ?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

Depois da jornada desta semana da principal divisão do futebol nacional e depois de ver Jorge Jesus finalmente quebrar um enguiço que era o facto de nunca ter ganho do estádio da Pedreira nem como treinador do Braga nem como treinador do Benfica, e o facto do Porto hoje ter posto um ponto final nas suas aspirações ao título nacional deixando o título nos dois grandes de Lisboa com uma diferença pontual não vista há pelo menos 3 décadas....

 

 

Vos deixo o hino não-oficial da minha cidade e da minha cidade favorita

 

 

 

 

Cheira Bem, Cheira a Lisboa - Anita Guerreiro

 

 

 

 

espero que seja do vosso agrado

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Estado vai pagar 37 milhões aos clientes do BPP

 

 

 

O Estado terá de pagar, este ano, 37 milhões aos ex-clientes do BPP, se  cumprir as garantias dadas em 2010. Com mais esta ajuda, a maioria dos  clientes dará por recuperados todos os seus investimentos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

(Fonte: JN - Online)

O caso BPN parece não ter sido herdado dos tempos do sucateiro que manda bitaites no telejornal da RTP-1 nas noites de Domingo, mas já vem detrás, e pelo que se consta parece que quando a bomba explodiu com Sucateiro Sócrates no poleiro da república, muito dano já tnha sido feito nas costas de muita gente com a cumplicidade ou pelo menos conhecimento de um tal de Vítor Constâncio que era governador do Banco de Portugal.

Õ assunto volta a baila depois de uma entrevista dada na última edição do períodico Expresso pelo actual presidente da Comissão Europeia e ex-presidente do conselho, digo primeiro-ministro de Portugal, José Manuel Durão Barroso, conhecido pela alcunha de Cherne ou Cherne Barroso; e Cherne Barroso adianta nesta mesma entrevista que soube que algo não ia bem com o BPN e alertou 3 vezes, o governador do Banco de Portugal para confirmar se aquilo que se sabia do BPN pela imprensa seria verdade e por causa desta mesma entrevista, o deputado do PSD, Duarte Marques questiona formalmente via requerimento tanto Vítor Constâncio como o actual governador do Banco de Portugal, Carlos da Silva Costa.

O mesmo deputado pede o registo das reuniões entre Constâncio e Cherne Barroso e nos dois anos que Cherne Barroso foi primeiro-ministro (2002/4) foram feitas diligências por parte do Banco Central; além desta mesma exigência, o deputado Duarte Marques ainda quer saber quais são os procedimentos do Banco de Portugal quando são levantadas dúvidas ou lançados alertas por parte de altos representantes da república (p.ex.: o primeiro-ministro) e ainda questiona de forma directa e incisiva se foi mesmo tudo feito em termos de fiscalização da actividade do BPN e esta questão é retórica pura pois porque o deputado Duarte Marques questiona a fiscalização do Banco de Portugal.

E as conclusões que se tiram daqui são simples ou assim parecem; e uma delas é que a principal causa do afundamento da nação além do desgoverno Sócrates que como todos sabem é o caso BPN começou antes de Sócrates e foi tudo feito nas costas (ou assim parece) de Cherne Barroso que se pode considerar que foi mole com Constâncio que sabia de tudo ou pelo menos fica essa ideia no ar e esconde informação oficial ao primeiro-ministro Cherne Durão Barroso que na sua moleza não soube ter inciativa de ver o que se passava sem ter que esperar pelo Banco Central.

Outra conclusão que se pode tirar desta verdadeira remake do Caso Alves dos Reis é que mesmo Constâncio sabendo de tudo não se mexeu e deixou o caso arrastar até ao ponto que conhecemos não sabemos com que interesse ou a serviço de quem, mas Constâncio deveria de ter logo cortado o mal pela raiz e a esta altura do campeonato não teríamos a troika em Portugal com quase toda a certeza a nos roubar o pão da mesa como tem sido desde dos tempos de Sócrates.

Mas estas conclusões não ficam completas sem a conclusão do deputado social-democrata Duarte Marques que aponta o dedo a Vítor Constâncio em especial quando pega nas conclusões das duas CPI's que foram criadas sobre o caso BPN: "ficaram confirmadas falhas sistémicas e operacionais da entidade reguladora do sector, o Banco de Portugal, então liderado pelo dr. Vitor Constâncio"; e o mesmo deputado lembra que o buraco negro chamado BPN já custou pelo menos 8 biliões aos portugueses (se adicionar valores que têm vindo nos jornais este valor já passou os 12 biliões) e que estas contas só estarão encerradas quando for alienado todo o património do BPN e resolvidos os processos judiciais pendentes.

De facto da que pensar em algumas coisas e uma delas quase de certeza que é competência ou incompetência do Banco de Portugal, sobretudo do seu antigo governador Vítor Constâncio e como ele deixou transformar algo que se pode considerar uma pequena chama que se pode apagar com um copo de água em algo semelhante ao Incêndio de Roma ou ao Grande Incêndio de Londres, quando tal evolução extrema seria mais do que evitável para bem da nação a não ser que Constâncio tivesse feito parte de alguma conspiração para que Cherne Barroso ou outro qualquer figurão do poder político da república desse com os burros na água e tivesse que sair de cena durante uns tempos ou quem sabe algo mais.

E ficam as minhas perguntas de sempre: Será que as perguntas do deputado Duarte Marques vão ser respondidas ? Será que Vítor Constâncio agiu nas costas de Durão Barroso ? Quem foi o culpado real desta história do BPN ? Quem lucrou mesmo com esta novela que nos lixou ? Que interesses escondidos andam a se esconderem ? Quem é o chefe desta máfia ? Será que alguma vez se vai saber a verdade ?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

 

Já se souberam mais detalhes da verdadeira palhaçada que se passou na PJ e que não tem graça nenhuma e mostra que naquela instituição todos ou quase todos têm o seu custo, bastando saber quem e como comprar e o respectivo custo desta compra e assm se explica muitos sinais exteriores de riqueza que em países honestos como o Brasil ou a Itália fazia desconfiar o mais mafioso dos mafiosos.

Na sede da Polícia Judiciária havia uma empregada de limpeza nascida na antiga província ultramarina da Guiné-Bissau com 40 anos e que se chama Maria Sidani e que trabalhou para uma firma do grupo Conforlimpa com um nome falso e estando ilegal em território português, que trabalhava há dois anos na sede da PJ roubou 29 telemóveis que tinham sido apreendidos a dois traficantes de droga suspeitos de terem subornado dois inspectores da Unidade Nacional de Combate ao Tráfico de Estupefacientes.

Pelo que se sabe segundo o períodico Sol; um antigo coordenador da mesma unidade já reformado e um inspector-chefe estão a ser investigados pelo Departamento Central de Investigação e Acção Penal por serem suspeitos de desviarem 500 kg de droga que misterosamente se subimaram de um contentor descarregado no Porto de Sines em Julho do ano da graça do Senhor de 2013, entrementes os dois suspeitos já foram ouvidos e parece que os tentâculos da rede se infiltram bem fundo nesta unidade, se suspeitando da existência de mais suspeitos de fazerem parte da quadirlha.

Se sabe também que a rede de traficantes fois desmantelada e um dos telemóveis dos inspectores em questão estava sobre escuta e nestas escutas se soube que este mesmo inspector estava a ser subornado para faciltar a vida aos traficantes que foram apanhados nesta caçada de Julho de 2013 e neste tempo os ditos telemóveis ficaram armazenados no 2º andar da antiga sede da PJ, mesmo por baixo do gabinente do director da PJ, Almeida Rodrigues e que quando foram roubados, os mesmos aparelhos ainda não tinham sido examinados pela Unidade de Telecomunicações e Informática quando foram roubados pela cidadão guineense.

Esta imigrante ilegal que estava em território nacional há dois anos e sabendo que tinha o emprego e a permanência em Portugal presa por arames roubou os 29 telemóveis e os levou para uma casa de um familar onde os mesmos telemóveis foram recuperados e aí a cidadã guineense foi presa pelo roubo e os telemóveis finalmente analisados e segundo as sms's que estão nas memórias dos telemóveis recuperados, esta mesma rede de tráfico de droga está bem infiltrada na UNCT.

Segundo fonte da PJ, a cidadã guineense que trabalhava para a firma Number One que faz parte do grupo Conforlimpa que cujo dono está aa ser julgado por fraude fiscal no valor de 40 milhões de euros, foi contratada através da central de compras do ministério da justiça que neste caso em particular mostrou uma incompetência ímpar, pois colocou uma ilegal a fazer limpezas onde se encontrava material sensível e em jeito de contra-resposta as perguntas do Sol, a PJ afirma que na nova sede vai ser praticamente impossível se repetir a mesma palhaçada por causa dos dispositivos de segurança; eu e muitos depois de saber isso apenas podemos dizer: a ver vamos porque tudo que é máquina tem falhas e nunca se sabe o dia de amanhã.

Este caso me deu que pensar no facto que na porta da antiga sede da PJ estavam sempre estacionadas motos de grande cilindrada ou com equipamentos e acabamentos de luxo como auto-rádio e acabamentos em madeira e outros detalhes que não se encontram em motos comuns que um qualquer cidadão que tenha um salário ao nível médio português compre ou venha a alugar em algum contrato ALD e se sabendo que os agentes da PJ quando estão ainda na base da pirâmide hieraquica não fazem muita diferença salarial dos funcionários públicos comuns, como é que conseguem comprar máquinas que só um desportista de topo ou um político ou empresário da alta roda podem comprar.

Se como vem publicado no Sol, que esta rede de tráfico está infiltrada profundamente na UNCT, então qualquer investigação que envolva esta ou outra qualquer rede de tráfico de drogas está irremediavelmente compremetida e talvez assim se explique a descarada liberdade com que ciganos andam a vender haxixe sob todas as suas formas na Baixa de Lisboa sendo muitas vezes incomodativos para quem tem que passar pela Baixa de Lisboa e muitos destes traficantes recebem mais RSI do que qualquer um que precise de RSI e exibem bons relógios e apenas vivem do RSI e da droga que vendem com toda a liberdade do mundo como Lisboa fosse Amesderdão e a Baixa de Lisboa uma qualquer Cofee Shop da capital holandesa e já não digo nada se a mesma rede que domina o tráfico na Baixa da capital lusitana também não andou as compras na PJ escolhendo um ou outro inspector para "facilitar a vida".

E ficam as minhas perguntas: Quão estará contaminada a UNCT ? Será que se vai mesmo saber tudo sobre este caso ? Será que o roubo dos telemóveis foi mesmo um roubo ou teve algo mais por detrás ? Como foi possível a central de compras não fazer uma pesquisa sobre o cadastro da empregada de limpeza e como foi possível ela trabalhar em Portugal com nome falso ? O SEF anda a dormir ? Como foi possível acontecer isto ? Será que há mais casos semelhantes ? Até onde a nação vai parar ?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

Uma inusitada em mais uma viagem minha pelo mundo do metal e como estamos na febre dos programas de caça-talentos vos trago um talento que foi rejeitado num X-Factor dos EUA há dois anos por cantar heavy-metal com 9 anos, mas que passados dois anos ficou com melhor voz e se está a revelar um talento puro para o metal

 

 

 

 

Heaven and Hell - versão dos Sara and Motion Device

 

 

 

espero que seja do vosso agrado

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Pág. 1/12