Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Opiniões e Críticas Secretas

Opiniões e Críticas Secretas

Volto a viajar pelo mundo do metal e vos trago algo que me surpreendeu sobretudo pela fusão de dois mundos completamente anacrónicos: o metal e o hip-hop

 

 

 

 

 

vos deixo e esperando que seja do vosso agrado

 

 

 

 

And We Run - Within Temptation feat. Xzbit

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Depois de Ponte de Lima.....

 

 

 

Conteúdos pornográficos em painéis de turismo estão a ser averiguados na Guarda

 

 

 

 

 

Entidade está a apurar responsabilidades pela emissão dos conteúdos pornográficos . A PJ, que tem competência investigatória exclusiva, não foi informada.

 

 

 

 

 

(fonte: Público)

Os casos estranhos se têm vindo a acumular um dos maiores bancos da nação com sucessões na administração que não acontecem, compra de acções de forma estranha e um cem número de casos que merecia um olhar detalhado do banco central antes que a bolha rebente e depois Portugal tenha de novo aqui a troika.

E agora neste Verão que tem nestes dias tem dado um ar da sua graça, aparece o PCP e dar ideias que se podem classificar como estado a roçar o triste porque de entre muitas ideias pedem a nacionalização do BES e todos nós estamos a sofrer na pele as consequências de um banco privado de pequena dimensão agora nem quero imaginar quanto nos vai custar a nacionalização do terceiro maior banco português e segundo maior privado sobretudo na área da chamada "banca comercial", isto é: levantamentos e pagamento de salários, pequenos depósitos, depósitos de fundos de caixa de lojas de todos os tamanhos e feitio e poupanças.

Num ponto os comunistas têm razão é que esta guerra de primos entre José Maria Ricciardi e Ricardo Salgado tem que ser parada de alguma forma antes que sobre para o Zé Povinho porque até os anais da história da justiça e da economia em Portugal só encontram um caso parecido que foi o caso da Herança Sommer que na sua génese não passa de uma guerra de primos porque tanto os Champalimaud e os Mello são primos e não se falam e originaram uma guerra familiar a conta desta mesma herança e o que se passa no Banco Espirito Santo é praticamente o mesmo.

E como se está a desenhar um novo caso Sommer dá para prever o pior e para bancos moribundos já nos basta o BANIF e o BPI que estão a despedir trabalhadores como quem bebe água para se manterem em actividade e ver o terceiro banco da nação a ir pelo mesmo caminho é mau demais para Portugal e esta guerra de primos já se está a relectir nos títulos da dívida pública que de manhã tinham juros abaixo dos 4% e com o passar das horas e do conhecimento dos avanços e recuos na guerra dos primos no BES, os juros subiram e andam perto dos 5%  e estes senhores da alta banca que parecem putos a jogar monopoly, se estão a esquecer que se não fossem os comuns mortais não abririam portas e que esta guerra é prejudicial a a nação e algo tem que ser feito para a parar, mas uma nacionalização pode ser pior do que estado em que as coisas estão e basta ver como acabou o caso BPN e vamos ver se o Espírito Santo não terá que mudar de nome para Portal do Inferno.

E ficam as minhas perguntas de sempre: Quem é que vai pagar por esta guerra ? Será que não se entendem em nome da nação ou a nação deles é outra ? Como o estado pode intervir sem que esta ntervenção passe pela nacionalização do BES ? Esta gente não aprendeu com o que se passou no BPN ? Aonde está o bom senso na banca da república portuguesa ?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

O imutável e mplacáve tempo deu mais uma badalada e passei mas uma centena de artigos e para assinalar o facto uma música que serve para recordar de quando se sabia fazer música em Portugal

 

 

 

 

esperando que seja do vosso agrado

 

 

 

Sete Mares - Sétima Legião

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Esta pergunta vem de um trabalho de campo que não foi feito de propósito para este blog, mas sim caiu-me literalmente no colo e que não posso de publicar aqui porque a situação é no mínimo nojenta e perigosa sobretudo para os utilizadores do metro de Lisboa e que tenham alguma dificuldade de locomoção ou tenham carrinhos de bebé ou malas pesadas.

Com o facto da doença da minha mãe não me tem sido possível postar algo sobre esta situação que não é de hoje já tem praticamente uma década sem que ninguém tenha se dado ao trabalho de resolver que é o cheiro pestilento a urina no elevador de acesso a superfície da estação do Metro de Lisboa do Saldanha e este elevador fica na esquina da Avenida da República com a Duque d'Ávila do lado oposto a loja da NOS e do McDonald's e agora com o Verão este mesmo elevador está mesmo em risco biológico porque não se consegue lá entrar com o cheiro a urina que niguém limpa e quando não é o mau cheiro, são as avarias constantes dos elevdores da estação em questão e parece que isto é uma situação perfeitamente normal e que ninguém faz nada para melhorar a situação que se arrasta a demasiado tempo e é uma situação que nunca está resolvida porque nem sequer se dão ao trabalho de limpar ou então lacrar o elevador de acesso a superfície para que este deixe de ser mictório público porque perto da mesma estação de metro há vários colégios privados e não muito longe dali uma escola primária dividida em dois polos e um liceu para não falar em várias instituições do ensino superior cujos alunos usam esta mesma estação.

Este caso de descaso é mais uma prova que a administração do Metro de Lisboa apenas quer cobrar bilhetes se desleixando cada vez mais na manutenção e uma pessoa pode pensar o que andam a fazer com o dnheiro dos passes e dos bilhetes se não sabem cuidar das estações e algumas delas metem água quando chove e tal facto como o pivete do Saldanha são considerados factos tão normais como o nascer do Sol.

E deixo mesmo uma perguntinha ao Metro de Lisboa e sei que não devo ser o único a fazer: Quando é que se dignam a lavar o elevador do metro do Saldanha porque já não se pode entrar lá dentro devido ao cheiro a mijo ?

Esta pergunta não é retórica e é mesmo uma pergunta porque este descaso com os transportes públcos e as suas acessibilidades não são de um país que se diz europeu e desenvolvido, mas sim de um país que em desenvolvimento está mais perto da Índia dos bairros de lata do que do Brasil ou mesmo da Espanha.

E ficam as minhas perguntas de sempre: Para que serve o dinheiro que se paga pelos passes e pelos bilhetes ? Aonde pára este mesmo dinheiro ? Para quando lavagens nos elevadores do metro ? Será que estão a espera que algum doido faça algo de completamente tolo para que acordem ? Afinal que coisa estão a fazer os administradores do Metro de Lisboa ?

Como sempre vos peço para er, comentar e divulgar

Esta nação de seu nome Portugal que durante este presente ano da graça do Senhor de 2014 festeja os 40 anos de suposta democracia e liberdade de pensamento e expressão tem alturas que esquece que em Portugal existe lberdade de expressão e pensamento e não tem sido a primeira ocasião que esta nação parece tal e qual a Quinta Manor da imortal obra de George Orwell, "O Triunfo dos Porcos" onde é feita uma crítica venenosa e incisiva dos regimes totalitários sobretudo os comunistas, apesar do próprio Orwell ser comunista; mas a sua forma de ver o comunismo nada tinha a ver com a visão soviética mesmo contando com o facto de Orwell ter feito parte das Brigadas Internacionais que lutaram na Guerra Civil Espanhola.

E a entidade política chamada república portuguesa tem um visão muito própria sobre o conceito de liberdade de expressão porque aquilo que a república entende como liberdade de expressão é uma forma que podemos resumir da mesma forma como os porcos resumiam o poder dos animais na Quinta Manor: Todos os animais (formas de expressão) são iguais (livres e válidas), mas umas são mais iguais do que outras (livres e iguais se não atacarem a república) e nestes dias mais recentes se soube de um jullgamento que já dura há um ano de um licenciado em artes visuais pela Universidade do Algarve de seu nome Élsio Menau que apresentou como trabalho de fim de curso uma instalação artistica com o título "Portugal Enforcado" (até que é verdade porque desde dos tempos de Sócrates pelo menos, esta nação vive com a corda no pescoço e não é como o aio Egas Moniz, mas sim mesmo pedurados pelo pescoço a espera que o cadafalso caia e esta instalação é apenas uma bandeira da república portuguesa pedurada num cadafalso como se estivesse mesmo a enforcar a bandeira.

O trabalho estava colocado num terreno junto a Estrada Nacional nº125, conhecida por atravessar o Algarve de ponta a ponta a e denúncia foi feita por um cidadão na GNR local que apreendeu o trabalho de Élsio Menau e que lhe valeu 18 valores e foi o movido o processo por ultraje aos símbolos nacionais, mas quem fez a queixa não tem nada a ganhar porque o próprio ministério público pede a absolvição e o próprio Élsio Menau disse em aleagações finais que qualquer condenação seria a prova que não existe liberdade de expressão.

E enquanto andam a defender um pedaço de tecido, então se estão a esquecer de um pequeno grande detalhe que também tem a ver com o 25 de Abril, mais precisamente quando a revolução fez 25 anos e plantaram um falo (aka. cara...lho) de pedra feito de vários calhaus de calcário e mármore sobrepostos que têm aspecto de terem vindo de algum depósito de entulho e são atravessados na sua parte central por uma canalização de água que espicha água para cima como fosse um homem a urinar para cima e ninguém fez queixa que aquela escultura poderia ser ofensiva para o 25 de Abril e para a memória dos capitães de Abril e tudo ficou calado.

E ficam as minhas perguntas de sempre: Aonde está a liberdade de expressão em Portugal ? Será que ela ainda existe ? Então noutros países como nos Estados Unidos ou França a sátirar descarada aos chamados símbolos nacionais chega a ser violenta e ninguém vai preso ou a tribunal e aqui em Portugal vai porque motivo ? Porque Sid Vicious não foi preso quando em 1977 no jubileu de prata da Rainha Isabel II cantou uma versão hedionda do hino inglês e ficou solto e aqui há uns anos queria prender apenas por se ter cantado a Portuguesa em estilo rock ? Será que esta república sabe que não existe a coisa chamada crime de delito de opinião numa democracia ? Já mataram o 25 de Abril e nem demos por isso ? Para que nos serve a república e o seu presidente ?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

Hoje me deu para as antiguidades e para a ópera e vos trago uma recordação da minha infância, do tempo em que valia mesmo a pena se comprar discos

 

 

 

 

e sempre esperando que seja do vosso agrado

 

 

 

 

 

Madame Butterfly - Malcom McLaren

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Pág. 1/10