Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Opiniões e Críticas Secretas

Opiniões e Críticas Secretas

Desculpem a ausência, mas o curso da Uab me ocupa muito tempo e tenho que dar atenção a minha mulher por isso tenho deixado para trás o blog

 

 

mas a escolha de hoje tem a ver com a questão "Cartão da Cidania"

 

 

Lucy in the Sky with Diamonds - The Beatles

 

 

 

 

O Bloco de Esquerda, uma das mais instáveis e esganiçada peças da gerigonça do novo desgoverno socialista que está no poleiro em Portugal vai colocar a debate uma questão ainda mais importante até do que o despadaçar do sistema finaceiro português e os vários escândalos de corrupção que fazem capa de todos os jornais nesta nação e que servem de fonte de inspiração para o teatro de revista e para os programas de humor de rádio e televisão.

Catarina Martins que não deveria de ter muito em que pensar quando as 50 sombras da troika se aproximam para mais uma sequela com a realização dos socialistas que também escrevem este verdadeiro hino da pornografia financeira do estilo BDSM onde os que gozam são sempre os mesmos e os que sofrem são sempre os mesmos e em vez de se preocuparem com a tempestade que já se levanta com os maus sinais que já se sentem no banco do Estado.

A incompetência que está no ministério das finanças chamada Mário Centeno que desde do caso Banif que cheira pior do que as meias de um futebolista ao fim de um jogo que foi aos penalties passando pelas concessões feitas a esquerda, sobretudo aos sindicatos, quando ainda em tempo de Passos Coelho a coisa parecia bem encaminhada para se evitar a queda de rating dos títulos da dívida pública para a classificação de lixo que signficaria a bancarrota em Portugal, o que seria um record mesmo para os socialistas que nem há 6 meses estão no poleiro e colocam Portugal na falência.

Mas enquanto o PS manobra a TVI a seu bel prazer ao ponto de manipularem dados sobre o caso do Banif e provocarem o pânico entre os clientes ao ponto de empurrar o banco para as mãos dos camaradas do Santander e o Bloco não questiona a sério o desgoverno e nem convida a oposição de direita para que seja feita uma alteração lesgislativa para que seja mais facilitada a demissão do Governador do Banco de Portugal, deixou o presente Führer Costa (das Chamuças e do Castelo) com mais azia do que Pinto da Costa depois do jogo entre o Porto e o Tondela e a baderna na supervisão financeira continua sem que nada seja feito e o fantasma da bancarrota anda mais próximo do que aquilo que estamos a espera. Mas para o BE é mais importante mudar o nome do cartão do cidadão em nome da chamada igualdade de género porque esta mudança é mais importante don que saber se temos algumas moedas no bolso para comprar pão e leite para comer.

Esta ideia saida de um trip mais profunda do que aquelas que os membros dos Led Zeppelin ou dos Pink Floyd tinham nos seus tempos áureos de criação musical mais inspirada e que mostra que a criação de Francisco Louçã que foi a forma que a chamada extrema-esquerda não-maoista ganhou voz se está a mostrar um verdadeiro circo onde a palhaçada e a fonte para anedotas é mais fértil do que os terrenos do rio Minho ou o delta do Nilo nos tempos das enchentes de Verão.

Esta ideia da cartolina da cidadania é uma ideia de quem não tem nada para fazer entre as mãos e depois sai com uma tirada destas que parecem saídas de algum texto de Raúl Solnado ou dos Malucos do Riso ou mesmo dos Monty Pyton e com estas palhaçadas a república vai mostrando as suas facetas de inutilidade porque de podridão já nós sabemos a muito tempo e pelo menos desde 1975 se vai sabendo as claras, embora a podridão venha desde 1910 e enquanto a massa está entretida com estas palhaçadas, o lodo republicano nos vai chupando o sangue de todas as formas e mais algumas.

Vos deixo as minhas perguntas: O que se passou na cabeça de Catarina Martins? De que raio nos vai servir esta ideia? Não há assuntos mais importantes para serem discutidos no parlamento? Andam a fumar tabaco ou algo mais tóxico?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar