Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Reportagens de Critica Investigação e Opinião

REPORTGENS, CRÍTICAS E INVESTIGAÇÕES DO CYBER-RERPORTER + SECRETO DO MUNDO Blog Nacionalista e Monárquico (UM AVISO: AQUI NÃO VAI ENTRAR O NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO BLOG MONÁRQUICO E NACIONALISTA)

Reportagens de Critica Investigação e Opinião

REPORTGENS, CRÍTICAS E INVESTIGAÇÕES DO CYBER-RERPORTER + SECRETO DO MUNDO Blog Nacionalista e Monárquico (UM AVISO: AQUI NÃO VAI ENTRAR O NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO BLOG MONÁRQUICO E NACIONALISTA)

Massacre No Atlas Com A Conivência Socialista

Como classificar a maciça quantidade de mortes na Revolução Líbia pela liberdade que já conquistou meio país mas sem causar centenas de mortos e milhares de refugiados senão mesmo como massacre, sim um massacre ao nível do que feito feito pelas tropas da China Vermelha em 1989 na Praça Tienamen ou no 9/11 pelos Talibans em Nova Iorque, as palavras são cruas e duras, mas são estas.

Mas tal como os massacres de Sabra e Chatila feitos pelas milícias libanesas com o bemplácito das tropas israelitas que fecharam os olhos já no distante ano de 1982, na Líbia acontece a mesma porra, mas numa proporção maior talvez porque não se trata num determinado grupo de pessoas (no caso das duas cidades libanesas eram refugiados palestianos e o número fnal de mortos foi de pelo menos 3.500), mas sim um país inteiro liderado por um déspota que tem o apoio da Europa ocidental a troca de petróleo e gás natural e onde no 40º aniversário da sua ditadura teve boa representação das potências ocidentais e não só na sua tenda presidencial.

Este mesmo déspota por um pouco que não era morto pelos EUA em 1986 (também se perdia muito se fosse morto) e na altura a extrema esquerda em especial, o MRPP andou a espalhar por Lisboa pinturas murais a condenar o bombardeamento que até ficou caro aos norte-americanos porque perderam as bases em Espanha e ainda por cima sofreram um atentado num avião comercial gizado pelo genocida Khadaffi de  quem o nosso Führer Sócrates é muito amigo (pois os filhos da puta são amigos uns dos outros) e quem colocou a bomba acabou solto e recebido como um herói na Líbia há pouco tempo atrás.

Não deve restar muito tempo a este fascista porque meio país está nas mãos dos rebeldes, o ministro do interior se passou para os rebeldes e ordenou que a polícia e os serviços de informação (vulgo espiongem e contra-espionagem) não disparassem uma única bala contra líbios, as deserções de militares da força aérea acontecem todos os dias porque não querem matar inocentes porque se fossem a bombardear os manifestantes seria uma carnificina ao nível do Massacre de Tienamen ou da Noite de S. Bartolomeu ou do Gueto de Varsóvia.

Apenas se sabe que as Nações Unidas estão a preparar uma massiva operação logística para acolher refugiados na Argélia e na Tunísia e que Portugal continua com delicadezas com um ser abejcto que consegue ser pior que Salazar que quando comparado a este cavalo do deserto se pode por Salazar num altar porque Khadaffi consegue ser pior que o ilustre cidadão de Santa Comba Dão.

chega de sangue inocente derramado e se for preciso se use a força e se acabe o trabalho que Regan deixou a meio em 1986 e se elimine este genocida que tanto Sócrates idolatra e talvez seja o modelo que ele esteja a aplicar em Portugal e se for elimnado com uma bomba nos cornos talvez o Primeiro Engenheiro fique saber que futuro lhe reserva caso não respeite o povo português e a democracia.

E ficam as minhas perguntas de sempre: Porque Sócrates admira tanto o regime líbio ? Quer aplicar o mesmo regime em Portugal ? Quando é que Khadaffi cai ? Será preciso ajuda externa para esta besta cair ? Quais as consequências para o mundo ? Quantos mais têm que morrer ?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar