Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Opiniões e Críticas Secretas

Opiniões e Críticas Secretas

Quando vi a notícia na imprensa que o ex-secretário de estado da justiça, José Magalhães pegou em 62 mil euros dos dinheiros do erário público destinado ao ministério da justiça e construiu um templo maçónico no seu gabinente e o presente titular do cargo pagou a conta e nós povo português a aguentar com toda a barbariedade de aumentos, ver cortes de subsídios de Férias e Natal na função pública e ouvir falar de casos de fome em Portugal devido a austeridade, fiquei de queixo caído.

Não se compreende em parte alguma do mundo civilizado e democrático que um titular de um cargo público gaste verbas públicas em proveito próprio de uma forma tão descarada e que na altura das ditas obras do melhoramento do gabinete de José Magalhães já se vivia o presente estado de crise de dívida pública, despoletada pela crise do sub-prime, da qual ainda estamos e vamos pagar a factura durante várias décadas e enquanto a justiça da república anda atrás de Vale e Azevedo, querem prender Isaltino Morais por ter posto uns quantos milhares na Suíça que é uma coisa que a classe política nunca faz em especial os socialistas em especial sem o declarar, mas Isaltino declarou e se lixou, aparece então o ex-secretário de estado gastar o equivalente a 5 anos de salários de um funcionário do quadro médio-baixo da função pública com os respectivos subsídios incluídos e que este governo do Sr. Coelho está a fazer o favor de roubar.

Não consigo compreender como a pasta de Paula Teixeira da Cruz paga esta conta de olhos fechados quando o seu ministério pede mais verbas para melhorar o sistema judicial e vai pagar um capricho de um membro do Grande Oriente Lusitano, obediência com estreitos laços ao PS e que neste caso se dz que José Magalhães está ligado a loja Nunes de Almeida ligada a obediência sediada para os lados do Bairro Alto em Lisboa, apenas se sabe que o ex-secretário de estado anda sumido do ar apenas tendo ligação ao mundo pela rede social LinkedIn uma rede de contactos profissionais na internet, como "parlamentar aposentado, consultor de e-gov e TIC [Tecnologias de Informação e Comunicação].

O seu antigo superior hieráquico e membro conhecido da Associação Acaadémica de Coimbra nos tempos da crise estudantil de 1969, Alberto Martins que cuja presença em Coimbra ficou marcada na Crise Académica de 1969 quando interrompeu o discurso do reitor da altura da Universidade de Coimbra no edifício das matemáticas e nos seus tempos de governo o seu carro oficial barrou a passagem a uma ambulância que iria prestar assistência a uma idosa que tinha sofrido um enfarte, nada diz sobre o assunto tal como Paula Teixeira da Cruz que limitou-se a pagar a conta e o ex-titular da pasta da justiça se recusa a comentar. Apenas se sabe que cada ministério tem direito a uma verba específica para as suas despesas quotodianas, mas de certeza que o levantar de colunas de um templo maçónico não se encontra nestas despesas do dia-a-dia.

E ficam as minhas perguntas de sempre: Porque agora se está a descobrir tantas ligações a maçonaria ? A irmandade dos pedreiros-livres foi usada para dominar o país ou ela se usou dos seus elementos mais conhecidos para se servir do poder ? Será que as eleições elegem mesmo alguém e são tão democráticas como na velha Inglaterra ? Porque todos se calam ? Estão feitos uns com os outros ? Existe democracia em Portugal ? Existe honestidade e justiça em Portugal ? Para que nos serve a república e o seu presidente ?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

Este caso sórdido das ligações entre a maçonaria e os serviços secretos e o crescimento súbito duma loja submetida a uma qualquer obdiência maçónica e quando esta mesma loja começa a apresentar comportamentos irregulares contra as regras gerais da maçonaria mesmo as mais elementares tal como aconteceu a meio da década de 60 do século XX da era de Cristo onde um grupúsculo de membros do Grande Oriente Italiano criaram uma misteriosa loja que de alguns gatos pingados para milhares de membros, quase todos deles gente poderosa e tal loja se transfigurou para uma sociedade secreta ao nível da máfia e que além de violar o praxis maçónico violou a lei em Itália.

Acontece que este caso das secretas e maçonaria está a revelar que uma loja desconhecida até se saber o seu nome: Mozart 49 está a adoptar os mesmos comportamentos da P2, porque conseguiu fazer um cenáculo de gente demsaiadmente forte para ser ignorada e em vez de ser uma loja de obdiência orientalista (rito francês e todas começam pelo nome de Grande Oriente.... os ... se referem ao nome do país de onde este GO está sediado) foi uma loja de obdiência inglesa de onde gerou esta loja Mozart 49 e que segundo o fundador da Grande Loja Regular de Portugal e foi quem iniciou Silva Carvalho na loja Mozart 49 e como maçon e foi directo em palavras suas publicadas no Público quando disse: “usou a maçonaria para um projecto de ambição pessoal e conquista de poder”.

Tal qual como em Itália estavam elementos de topo dop poder político, dos servços secretos, de grandes empresas e das forças armadas envolvidos numa loja mas secreta que a maçoanaria em si mesma e que era um Estado dentro do Estado e este caso mostra que estes pedreiros-lvres queriam ou querem fazer o mesmo que a P2 fizeram ou fazem em Itália e apareceu já Manuel (o traidor de Argel) Alegre e o Grande Oriente Lusitano contra que a existência de um lei que proiba os maçons de exercerem cargos públicos porque seria voltar aos tempos de Salazar, todavia embora tenham as suas razões em parte; mas se um governo contaminado de pedreiros-livres como aquele que temos podemos esperar tudo e nada ao mesmo tempo e enquanto vamos tendo este circo podemos assistir a cenas infames onde para se ser atendido no centro de saúde pedem o contribuinte e se uma pessoa não trazer não podem fazer a inscrição tal como o cartão de contribuinte fosse uma tatuagem num campo de concentração nazi.

Mas não esquecer que a maçonaria nas suas obdiências está inscrita como associação cívica e o grupúsculo da Mozart 49 não está registada de forma alguma, violando vários princípios basais dos pedreiros-livres e está a ser uma nova P2, espero bem que não matem nenhum jornalista que goste de ir a fundo (se já não mataram) e que verdade tanto na maçonaria como no mundo comum venha ao de cima porque se tal não acontecer, tem que ser usada a lei nº1901 de 21/05/35 que proibia o acesso a função pública, cargos políticos e/ou militares quem fosse pedreiro-livre ou comunista e até a mnha mãe quando entrou para ser explorada na Função Pública teve que fazer o juramento que não pertencia a nenhuma destas associações e espero que para bem de todos se saibam quem está metido nestas misturas porque se tal não acontecer com todas as penas a infame lei nº 1901 tem que avançar embora vá contra a consttuição, mas é o interesse público que ultrapassa a constituição.

E ficam as minhas perguntas de sempre: Aonde vamos parar ? Porque o presidente se cala ? Para que servem as eleições ? Aonde para a democracia ? Para que nos serve a república e o seu presidente ?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

Nestes dias mais recentes tem sido tema da imprensa em comum a todas as publicações, as lgações sórdidas entre servços secretos em especial os miltares e a maçonaria sobretudo a maçonaria de rito inglês (as chamadas grandes lojas) e fugas de informação que têm acontecido ou se suspeita da sua exstência para se jutar já de trás conhecida ligação entre a maçonaria em qualquer obdiência e os partidos da república.

E esta polémca ser mas um caso para entrar nos anais da nossa história como mais uma das conspirações da república o que deu origem a um inquérito parlamentar que ao final das contas nada deu porque os 3 partidos que têm dividido o bolo do poder desde que Portugal se diz democracia estão infestados de percevejos como diria Ramalho Ortigão há uns distantes 102 anos, e passado pouco mais de um século, havendo o Estado Novo e o 25 de Abril pelo meio, ninguém limpou esta praga e depois estes animalzinhos irritantes e parasitas se infiltram em todas as pregas e furinhos do regime e matam a democracia chupando o sangue de cada um de nós e ninguém pega num pedaço de ácido prússico e limpa logo este nojo duma vez.

Bem talvez seja porque estes animais tenham estado metidos em tudo que foi e é conspiração nos últimos 150 anos de exisitência de Portugal como pátria soberana e nem se sabe como se podem combater estes micróbios que nem Salazar conseguiu despachar para onde deveriam de ir, e esta música  muito mal contada dos serviços secretos é apenas mais um capítulo de uma novela sem fim a vista a não ser que a tropa acabe o serviço que deixou a meio naquela distante Primavera de 1974 quando se pensava que seria o primeiro dia das nossas vidas, mas que afinal apenas passou de uma abertura, de uma folga para que os parasitas que chegam a apagar relatórios do parlamento e que faz como no parlamento os deputados por muito boas pessoas que possam ser tenham que fazer um juramento qual Omertá da máfia italiana; chega deste esterco e algo tem que ser feito não pelos políticos, mas sim pelos militares e sobretudo pelo povo; porque numa democracia o poder é do povo, para o povo e pelo povo e nunca para servr interesses sórdidos porque se o é não é uma democracia, mas sim uma ditadura corrupta tranvestida.

E ficam as minhas perguntas de sempre: Quando isto acaba ? Será que existem políticos limpos em Portugal ? Porque o presidente se cala ? Para que nos serve a república e o seu presidente ?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

 

Esta semana, meus amigo e minhas amigas, tem sido fértil em acontecimentos e notícias que envolvem a maçonaria portuguesa em especial a Grande Loja Legal de Portugal que para quem não sabe resultou numa cisão da Grande Loja Regular de Portugal, loja fundada em 1991 como distrito português da obdiência maçónica homónima francesa que tal como todas as obdiências com o nome de Grande Loja seguem os ritos anglo-saxónicos enquanto os Grandes Orientes seguem o rito francês.

Esta cisão que aconteceu nos anos 90 do século passado e que deu pelo nome de caso da Casa do Sino que foi resultado de um golpe palacian dentro da mesma obdiência e que aconteceu quando o Caso Universidade Moderna chegou aos tribunais porque dois dos envolvidos no caso da Casa do Sino eram sócios da Universidade Moderna, João Braga Gonçalves e Luís Nandim de Carvalho e esta meesma casa foi ocupada por uma empresa de segurança da propriedade do antigo cavaleiro tauromáquico José João Zoio e que um dos elementos era o sr. José Esteves e ambos nomes aparecem ligados aos atentados de Camarate e esta mesma obdiência deu muto que falar porque um dos colaboradores mais conhecidos da UM era um tal de Paulo Portas (acho que já ouvi este nome em algum lado).

Passados uma porrada de anos, cerca de dezena e meia de anos, esta mesma obdiênca volta as paragonas dos jornais graças aquela brincadeira de mau gosto que roça o pidesco da tal "lista de compras" que eram as chamadas do jornalista do Público, Nuno Simas e que cujo levantamento foi feito as ordens de Jorge Silva Carvalho, ex-director dos serviços secretos militares que passou informações para o seu novo empregador a empresa de média Ongoing que também aparece metida num dos spin-off do caso das sucatas que foi aquela coisa de quererem ficar com a TVI para calar o jornal das Sextas-Feiras por este espaço ser demasiadamente perigoso para José Sócrates e se mais dúvidas pudessem existir numa possível ligação entre maçonaria e o caso das fugas de informação dos serviços secretos em especial para a Ongoing leiam apenas quem são os membros restantes da loja maçónca Mozart 49: a loja resume-se aos 'irmãos' da Ongoing (liderados por Nuno Vasconcelos) e a alguns elementos ligados às 'secretas' – como Jorge Silva Carvalho, ex-director do Serviço de Informações Estratégicas de Defesa (SIED), e João Paulo Alfaro, ex-agente dos serviços secretos, ambos passaram entretanto, a trabalhar também na Ongoing e como não fosse uma lista generosa de conspiradores a qual se vai juntar  o Coronel Francisco Rodrigues (director do departamento das secretas e ex-venerável da loja), Luís Montenegro (líder parlamentar do PSD), Francisco Martins (chefe de gabinete do secretário de Estado da Presidência, Marques Guedes) e Nuno Manalvo (ex-chefe de gabinete de Isaltino Morais na Câmara de Oeiras)

Ao fazer o levantamento de material para fazer este artigo de fundo, descobri que aparecem ligados a este caso, embora aparentemente de forma indirecta, dois nomes ligados aos atentados de Camarate: José João Zoio e José Esteves; todavia a Mozart 49 pode estar ferida de morte porque teve já saídas de elementos chave, de elementos de cúpula como Sebastião de Herédia, cunhado do Duque de Bragança que iniciou Nuno Vasconcelos como aprendiz nesta mesma loja; Luis Carrilho, comadante da Polícia em Timor; Armindo Monteiro, vice-presidente da CIP; o general Francisco José Cordeiro, da Indústria de Desmilitarização e Defesa e Paulo Noguês, que a fundou.

Outra coincidência de nomes, o General Francisco José Cordeiro vem de outro elemento do processo Face Oculta, mais precisamente da IDD de onde faz parte Chocolate Contradnaças, elemento que foi comprado por Manuel Godinho e está visto que este caso das fugas das secretas esconde muita sucata e tem muito avental pelo meio e não é avental de cozinheiro do Tavares Rico e para quem não conhece os elementos vos passo o mapa de ligações descoberto pelo pasquim que é um pasquim maldito para a república de seu nome Sol.

 

 

 
A oposição pede contas, embora hajam membros dos partidos da oposição, em especial do PS, todos pedem a verdade; (bem um político pedir a verdade é mais difícil do que aparecer outro São Dimas (o bom ladrão da Paixão de Cristo)) e isto lembra o decreto dos tempos de Salazar que proibia sociedades secretas:   Lei n.º 1901, de 21 de Maio de 1935 e que fazia por exemplo quem entrasse para a Função Pública jurar que nem era comunista e nem que fazia parte de sociedades secretas, embora Salazar tenha sido operado por uma equipa médica da qual fazia parte pelo menos um maçon.
Curioso ver a esquerda a pedir transparência nesta jogada ou mistura entre maçonaria e serviços secretos; e ainda nem fizeram a ligação ao caso das sucatas quando parte da esquerda faz parte do clube do avental e mais uma vez, o Sr. Dr. Fernando Nobre perdeu mais uma oportunidade de ficar calado porque se assumiu publicamente como pedreiro livre embora "membro adormecido" e entrou quando o ex-ministro e "pai" do serviço nacional de saúde, António Arnaut foi eleito grão-mestre.
Eu como monárquico liberal assumido e "republicofóbico" acho estranho o existir de sociedades secretas numa democracia e como membros com estatuto dentro destas mesmas sociedades estão sempre metidos no poder político e agora esta revelação de Fernando Nobre pode vir dar a ideia que a AMI por detrás do seu trabalho filantrópico, não passa duma lavandaria de dinheiro e centro de conspirações e chego a pensar que Salazar quando mandou a Legião Portuguesa destruir a sede do Grande Oriente Lusitano, não foi um ditador, mas sim um democrata porque quis acabar com um núcleo de conspiradores que não são mais do que um Estado dentro do Estado; todavia há obras que defendem que Salazar era maçon e que a obdiência de rito inglês à data da Lei  nº1901 de 21/05/35; ainda não estava implantada em Portugal.
E ficam as minhas perguntas de sempre: Qual o papel da maçonaria nesta história ? Porque sempre que há porcaria da grossa aparece sempre a maçonaria no meio ? Será que estes maçons corruptos seguem os preceitos e regulamentos da irmandade ? Qual a necessidade da existência da Maçonaria no mundo actual ? Será que alguma vez vai haver mesmo justiça em Portugal ? Porque o presidente da república se cala ? Para que nos serve a republica e o seu presidente ?
Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

Como diz o título vou começar pelo pelo pior

 

 

 

Crise, um governo que passa a vida a nos lixar,  os corte em nome da austeridade quando se vê o poder político da república cada vez mas rico, corrução crimes anexos muitos deles considerados falas acusações, a selecção portuguesa de hoquei ter sido lixada pelos árbitros até ao tutano e o mesmo se aplicou aos vice campeões do mundo de futebol em sub - 20....

 

 

 

coisas boas:

 

 

O desporto português respeita mais o país do que os deputados da república, os deolinda, as pessoas a mostrarem indiganção e darem vo a maoria silencosa, Sócrates ter caído do poleiro....

 

o que falar me digam em comentário

 

 

obrigado a todos

 

O sistema legal em Portugal está mais do que entulhado em excepções e ressalvas, tornando qualquer tornear da lei mais do que possível e hoje no Diário de Notícias e mostra que as leis aqui neste burgo de esterco que nunca passou duma quinta do livro "O Triunfo dos Porcos" de seu nome Portugal e apenas para não se estranhar muito o caso mete o imperador das sucatas Manuel "Palpatine" Godinho que como todos nós sabemos está metido em vários processos crime que envolve o Estado que de forma directa como indirecta e havia ou há uma lei dos concursos públicos que proibe todas as pessoas que estão metidas em crimes que estejam na fase de julgamento não podem de forma alguma ganhar concursos públicos, todavia o imperador da sucata ficou com um negócio da China porque vai comprar no caso da sua proposta for aceite aos estaleros de Viana do Castelo cerca de 71 toneladas de sucata de cobre por mais de 171 mil euros.

Ninguém que é um bom negócio para os ENVC, mas não nos podemos esquecer que é um suspeito de vários crimes graves que entrou num concurso público e tal nunca deveria ter acontecido porque deveriam de ter feito uma triagem as propostas entregues e já é o segunod leilão da mesma empresa pública no espaço de um mês e a tutela está calada que nem uma mula sabendo que as verbas obetidas com a venda destas sucatas vai saber muito bem ao governo Passos Coelho e tudo se cala num silêncio de veras nojento, apenas espero que os ENVC recusem este negócio porque tal seria ilegal e mostraria um lado sucateiro de uma república que cada vez tem menos ponta por onde se pegue.

Curioso ver como a lei dos concursos públicos não é aplicada nem aplicável a estes casos onde nunca mais são do que sucateiros e mostra que não é preciso ter ouro ou dinheiro para comprar uma país e o seu governo, mas sim apenas sucata e ter bons amigos; vos confesso que chego a dizer que tenho vergonha de ser português graças a casos como este porque em países quase sem corrupção como o Brasil ou a Itália nada disto acontecia e o senhor de bigode da sucata e os seus sócios já teriam sido punidos em todo enquadramento da lei, dá que pensar que os tribunais em Portugal apenas servem para lixar o desgraçado porque num tribunal nunca ou muito raramente acontece justiça, acontece sim é injustiça que uma vergonha para um país que enche o peito e diz que é um estado de Direito, nem sei aonde.

E ficam as minhas perguntas: Quem é a Face Oculta da Face Oculta ? Como é possível Godinho ter ganho este concurso público ? Para quem é a lei dos concursos públicos ? Aonde para a lei ? Porque todos se calam ? Que país é este ? Para que nos serve a república e o seu presidente ?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

Antes as privatizações se faziam em sessão especial de bolsa onde ou era usado o sistema de hasta pública de leilão ou era leilão atraves de proposta fechada e lacrada, havendo aí um mínimo de equilíbrio entre os candidatos a donos daquele pedaço de património que vai deixar de ser do Estado e vai passar a ser privado e por exemlo foi usado este sistema de leilão para o retorno dos bancos que foram nacionalizados no PREC quando voltaram aos seus legítimos donos.

Mas ninguém sabe porquê, ou talvez saibam e nem querem dizer, a privatização dos cerca de 20% que o Estado detinha de forma directa na EDP foi para concurso público internacional e muito se falou e em alguns candidatos de peso como a E-On da Alemanha que é o equivalente as extintas comapnhias reunidas do gás e da electricidade que havia em Portugal, bem como a empresa chinesa Three Gorges Corporation que é a dona absoluta da ainda polémica barragem das Três Gargantas e foram estes que ficaram com esta preciosa e pesada partricipação na EDP que se poderia chamar Electridade da China dada a cada vez maior comunidade chinesa em Portugal.

Talvez seja por isso que querem acabar com o dia da Restauração da Independência Nacional porque tal coisa se vai tornando aos poucos mais e mais utópica ao ponto até de ultrapassar a utopia que é o regresso de Olivença a posse de Portugal porque simplesmente Portugal está a ser vendido a potentados estrangeiros, não havendo por este caminho poucas ou nenhumas empresas estratégicas portuguesas, se mostrando assim que tanto a luta dos Conjurados, bem como o sangue derramado quer nas guerras liberais, bem como pelos conspiradores liderados por Gomes Freire de Andrade foi derramado em vão, por que simplesmente este sangue além da liberdade foi derramado para preservar e/ou restaurar a soberania a Portugal que está hipotecada por estes cães da repúblca que apenas querem mamar e mamar mais do sangue, suor e lágrimas dos impostos pagos pelos habitantes da portugalidade.

Até que nem deixava de ter a sua lógica que a EDP - Electricidade de Portugal, se passasse a chamar EDC - Electricidade da China, porque é o que vai acontecer mais tarde ou mais cedo graças as manobras dos testas -de-ferro e outros estratagemas de legalidade duvidosa, apenas gostava de saber se algum ministro também vende alguma familiar próxima para ter lucros porque não soube governar bem a sua casa e já que estamos numa de venda se poderi também se vender a república toda, mas se fossem a limpar o lixo é que seria o bonito porque não existe no mundo carros de recolha de lixo que apanhe tantos corruptos como aqueles que existem em Portugal.

E as perguntas de sempre eu deixo: Quem vai ser mais vendido aos chineses ou a outros ? O que mais vai ser vendido ? Quanto custam as acções de Portugal na bolsa de Nova Iorque ou Shangai ? Será que também vão vender o português comum ?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar