Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Opiniões e Críticas Secretas

Opiniões e Críticas Secretas

Hoje a mui temida manifestação dos policias nas escadarias do parlamento, mas afinal foi tudo relativamente pacífico apesar dos apelos ao radicalismo, mas talvez o facto de uma delegação dos sindicatos das forças da ordem foi recebida pela presidente do parlamento ajudou provavlemente a evitar que assim muito de repente Lisboa se transformasse numa nova Kiev.

Mesmo assim foi o maior protesto de polícias que alguma vez esta nação viu e a única diferença do protesto de Novembro, além do aparto da polícia de choque foi o comportamento relativamente pacífico e civilizado de boa parte dos manifestantes que não quiseram partir para a estupidez, embora este desgoverno o merecesse para saber que numa verdaderia democracia quem manda é o povo e não um governo ou melhor, desgoverno que nem foi eleito pela maioria dos portugueses e que apenas nos está a deixa ainda com mais problemas e mais fome.

Apenas oiço cada vez que saio a rua as pessoas a se quixarem que o dinheiro lhes chega menos e óutras quixas semelhantes e penso que os os polícias deveriam de ter querido subir as escadarias porque ao não subirem deram com o seu pacifismo uma imagem de fracos e de submissos a uma república cujo poder exige ser respeitado por todos, mas que não respeita ninguém.

Os polícias hoje pediram todos os direitos que lhes foram rouados por estes cortes feitos pela classe política da república que não respeita ninguém e ainda tem a lata de exigir respeito por parte daqueles que nunca respeitam ninguém e esta manifestação desculpem que vos diga e volto a dizer foi algo de chocho e mostra provavelemte um certo aspecto submisso dos polícias que muitos não queriam ver e queriam uma polícia mais do lado do povo, coisa que deveria de ter sido lida em alguma versão manhosa da Utopia de S. Thomas More ou em Mein Kampf de Adolf Htiler e esta polícia que temos, sinceramente deixa passar a ideia que não são mais que uns cachorrinhos que ladram muito quando lhes mexem na tigela da ração, mas quando alguém lhes dá a esperança ou a sugestão que esta mesma ração vai ser melhorada se acalmam logo e foi o que aocnteceu.

A única coisa a assinalar mesmo foi a grande massa humana porque de resto, foi apenas uma marcha quase silenciosa muito semelhante a um pronunciamento militar, a única diferença essencial é que no governo o esterco e as moscas que por lá andam ficaram as mesmas de sempre e assim continua Portugal sem poder contar com ninguém a não ser si mesmo.

E ficam as minhas perguntas de sempre: Porque a polícia não quis subir na realidade ? Será que a raiva murchou toda ? Porque temem o governo ? O que será preciso ser feito para que algo mude em Portugal ? Para que nos serve a república e o seu presidente ? Será que houve mesmo revolução ?

Que caminho leva a nação ?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

Cães paralisados recuperam controlo das patas traseiras após transplante de células olfactivas

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O Jasper é um “cão-salsicha” (Dachshund) que perdeu o uso das suas patas posteriores há quatro anos. Agora, a seguir a um tratamento a que foi submetido por Robin Franklin, da Universidade de Cambridge, e colegas, Jasper está “sempre a correr pela casa fora”, diz a sua dona, citada no site do Huffington Post United Kingdom