Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Opiniões e Críticas Secretas

Opiniões e Críticas Secretas

A ngeligência e o desinvestimento que tem sido vítima o transporte ferroviário vem desde dos tempos do cavaquismo, mas ninguém teve coragem para corrigir este mesmo erro, nem com a chuva de dinheiro que houve com a Expo 98 ou com o Euro 2004 e nem com os supostos proveitos do turismo em sede fiscal.

Este dinheiro tem sido desviado sabe-se lá para onde, mas não vai para onde deve ir e o valor dos passes e dos bilhetes vai quase todo para encher os bolsos dos membros da administração da CP e REFER porque de resto não vai para onde deveria na realidade ir que seria sobretudo na aposta na renovação e expansão de rede e um claro exemplo de desvios de fundos foi o desvio dos fundos para o metro da Lousã que acabaram gastos em clubes de strip-tease e garrafas de whisky do mais caro que existe no mercado.

Nestes anos ninguém renovou de forma profunda nem a rede nem a frota de comboios e a renovação cosmética que foi feita, foi a compra dos Alfa Pendular que não têm um ar condicionado compatível com o calor que se faz sentir actualmente no país que custou logo a cabeça 18 milhões mas que cuja manutenção profunda foi descurada e a resolução da CP foi suprimir comboios.

E o mais grave ainda foi parar um comboio da Linha do Alentejo em pleno interior alentejano com mais de 40ºC de temperatura sem ventilação e com pouca hidratação para os passageiros porque o comboio não tinha ar condicionado a funcionar em vez de o levar até a uma estação terminal e aí apear os passageiros e arranjar um transporte alternativo para estes chegarem aos seus destinos finais.

Outra mácula na folha de serviços da CP é o parente pobre das linhas que servem a Grande Lisboa que é a Linha do Oeste que apesar de estarmos no século XXI, ainda não foi electirficada e ainda usa material circulante do tempo da Maria Cachucha com mais de 40 anos de utilização e sem qualquer mínimo conforto e nem as entradas de dinheiros europeus que houve com os grandes eventos realizados em Portugal resolveram a situação e a CP em vez de resolver a situação, piora a situação suprimendo comboios e não arranja transportes alternativos aos utentes do mesmo comboio. É uma miséria que ninguém compreende no século XXI.

E quando se vê nas outras nações europeias um pesado investimento na ferrovia como transporte ecológico e económico se comparado com a rodovia para transporte de bens e pessoas, aqui em Portugal ainda se pensa no alcatrão e estão mais em pensar em estradas e autoestradas que funcionam em PPP que apenas dão prejuízo para o Estado e lucro para os privados que dão sempre uma pequena comissão a quem mete as cunhas para ganharem as concessões.

Não sei como há quem ainda defenda a gerigonça, mas já se chegou ao ponto de não-retorno em muitos detalhes do nosso quotidiano e um destes são os transportes ferroviários que estão literalmente ao abandono e que ninguém tem o interesse em corrigir os erros de governos anteriores porque sabem que têm a espera alguma comissão de alguma PPP para lhes compôr o fundo das férias ou do jantar Bilderberg.

Sou utente dos comboios da CP e já tenho levado com as supressões no lombo e com atrasos que ninguém explica, mas agora não terem ar condicionado é negligência e descaso de um transporte essencial de uma nação que diz desenvolvida e europeia, mas que ao fim das contas pode ser europeia mas que está a milhas de ser desenvolvida e a ditadura não serve como desculpa porque a Espanha teve uma guerra civil e está muito mais à frente do que nós em termos de transportes ferroviários.

Como sempre ficam as minhas perguntas sem resposta: Quem ganha com este descaso? Afinal aonde param os fundos europeus? Será que Portugal não passa de um buraco atrasado?  Quem será capaz de parar com este descaso em relação ao transporte ferroviário?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

Apesar de se sentir um calor infernal ainda estamos na Primavera pelo menos segundo o calendário e para os corações mais quentes vos deixo um êxito dos anos 80 que foi remasterizado para uma compilação saída há alguns dias, um best of duma das melhores exportações da Alemanha, a cantora Sandra que no dia 3 lançou um Best Of cuja escolha das músicas foi feita via net pelos fans e as mesmas foram alvo de remasterizações ou remisturas...

 A propósito o best of se chama The Very Best Of Sandra e na sua edição de luxo vem com um DVD com os videoclips das músicas

 

A minhas escolha de hoje é....

 

 

In the Heat of The Night - Sandra (traduzida em espanhol, porque a tradução portuguesa é uma desgraça)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O novo monumento erigido pelo edil de Lisboa não tem nada de positivo para a imagem da cidade das caravelas, ao mesmo tempo é das obras mais aromáticas e mal-cheirosas alguma vez feitas por algum edil da Cidade das Sete Colinas e se o mítico Fernando Pessa fosse vivo (o qual me serviu de inspiração para este blog, sobretudo nos seus primeiros tempos) tinha muitos bilhetes postais para enviar para o edil nomeado pelo presente Führer da república portuguesa.

Devido a sua paranóia por bicicletas, árvores e turistas, Fernando (Talibã) Medina transformou a Cidade das Sete Colinas num verdadeiro estaleiro tornando o trânsito na mesma cidade num verdadeiro inferno do qual se torna um pesadelo sair dele e como tal inferno não fosse suficiente, as obras que saíram da cabeça do talibã lisboeta e neste fim-de-semana tive que ir para a zona da Gare do Oriente tratar de um assunto pessoal e como os comboios que partem de Alcântara - Terra não se efectuam ao fim de semana tive que ir até Santa Apolónia apanhar um comboio para a Gare do Oriente.

Como só tinha o dinheiro contado para o comboio, fui a pé até a principal gare de Lisboa e passei pelo Campo das Cebolas que está um estaleiro e pela Rua do Jardim do Tabaco que está numa situação não muito diferente, mas nesta mesma artéria é que reside a parte perfumada do estaleiro saído da cabeça do edil de Lisboa que são os vários esgotos deixados a céu aberto e com os raios solares incidirem em cheio nos mesmos e está mistura de esgotos e sol directo cria uma fragrância intensificada pelo vento que vem do lado do Rio Tejo; uma fragrância nada agradável sobretudo para quem está sentado a comer ou a desfrutar de uma tarde de sol em Lisboa e as principais vítimas deste novo perfume nacional Esgotó Medina Nº5 são por um lado os clientes dos vários restaurantes da zona e os utentes dos espaços verdes e lugares de descanso da dita área e por outro lado, os operadores económicos sobretudo os da restauração que acabam por perder os seus clientes, sobretudo turistas, que servem para Fernando Medina como um charro para um Rastafari.

Se eu, por exemplo, fosse a uma qualquer capital europeia de férias e a encontrasse transformada num estaleiro e com cheirinho a esgoto, a primeira coisa que fazia era zarpar e pedir a devolução do dinheiro a agência de viagens onde eu tivesse comprado o pacote de férias porque não estaria sujeito a aturar um bafo de esgoto nas minhas féria se o curioso é ver todo o poder político da república calado entretido com a questão dos colégios e até mesmo a nível local, a chamada oposição na CML está de boca calada como que consentisse este estado de coisas.

 Esta situação não se pode admitir de forma nenhuma sobretudo quando falta cerca de um ano para as eleições municipais em Portugal, eleições as quais serão o primeiro grande teste da governação do Führer Costa além de ser um teste local a cada um dos autarcas por este país fora, mas vai ser sobretudo um teste a governação de António Costa que vai ser digamos que, sufragada de forma indirecta nas eleições municipais de 2017.

Mas voltando a vaca fria; os buracos abertos na actual administração da CML estão a transformar a cidade em algo de feio e mal cheiroso em nome de um turismo que na minha opinião se está a transformar numa bolha económica que mais tarde ou mais cedo vai estoirar e todos nós sabemos o que acontece quando uma bolha económica ou financeira estoira e com tanta febre de bajulação para os turistas um dia destes a bolha estoira vamos ver como o desemprego em Portugal sobe para níveis estratosféricos e aí todos vão cair na real.

Enquanto isto não acontece a cidade do fado é uma cidade estaleiro, mas um estaleiro muito mais mal cheiroso do que um qualquer estaleiro naval e nos dias de sol cheira pior do que um caixote de lixo de uma peixaria ou algo parecido e nem os turistas e muito menos os lisboetas merecem este aroma mal-cheiroso e repugnante e Fernando Medina não se esqueça que Lisboa é para os lisboetas tanto os que nasceram e vivem na capital lusa bem como aqueles que trabalham na cidade que segundo algumas lendas foi fundada por Ulisses.

Como sempre as minhas perguntas sem resposta: Quando é que as obras acabam? Quando é que Lisboa volta a ser dos lisboetas? O que se passa na cabeça de Fernando Medina?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

 

 

 

Ah! Já me esquecia das fotos do novo monumento

 

 

 

esgoto q.jpg

 

 

 

 

esgoto qq.jpg

 

 

Ambas as fotos tiradas entre o Campo das Cebolas e a Rua Jardim do Tabaco, cheia de esplanadas e turistas

 

 

Destas vez não vou usar letras garrafais, mas volto a insistir no mesmo e me podem chamar chato, teimoso, melga e outros sinónimos; mas para mim divulgar pedidos de medula para crianças com leucemia é uma cruzada porque nunca sabemos o dia de amanhã e se nos calha no colo ter que andar a fazer pedidos de medula por todo o planeta graças a este 5º poder chamado internet.

Não é um pedido apenas para uma criança, mas sim um pedido geral para todos que visitam este mesmo blog e que gastam algum tempo a ler os artigos que eu escrevo já faz praticamente 12 anos e este pedido geral é simples e directo como gosto de ser:

 

 

Façam um favor a vossa consciência e salvem vidas

 

Dia 30 de Setembro de 2005, vivi um dos momentos mais dolorosos da minha vida quando vi pela primeira vez crianças com cancro ao vivo e quando vos falo deste acontecimento fico sempre com os olhos lacremejantes e desde daí fiz uma jura a mim mesmo que iria tentar ajudar aquelas crianças de alguma forma, mesmo sabendo que não posso ser dador e a melhor forma que arranjei foi mesmo esta, fazer estes apelos que vai no apelo 129, mas nunca vou desisitir enquanto eu souber que no mundo uma criança precisa de medula para se curar de uma leucemia e peço também para os adultos porque não sei se me calha a mim ou alguém da minha família precisar deste tipo de ajuda.

Todavia falo mais nas crianças porque quando o cancro atinge as crianças é duma crueldade brutal que deixa qualquer ser humano consciente de coração desfeito ao ponto de fugir dali e correr até perder o fólego e quando  há alguns dias passou no telejornal passou a imagem de um robot que serve de companheiro de brincadeiras as crianças do IPO de Lisboa, baixei a cabeça e limpei os olhos porque já ia para começar a chorar.

Fico lixado comigo mesmo quando sei que não posso ser dador por muito que eu queira ser dador e apenas posso ajudar ao pedir ajuda por este blog e vos deixo os videos de sempre para vos fazer despertar a consciência....

 

 

E não se esqueçam de um ensinamento antigo e que nos separa dos animais irracionais: QUEM SALVA UMA VIDA, SALVA O MUNDO INTEIRO

 

 

Como sempre os vídeos .....

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TRADUÇÃO LIVRE DOS ÚLTIMOS VERSOS DA VERSÃO CANTADA POR CRIANÇAS DE WHO WANTS TO LIVE FOREVER:

 

MAS TOCAS AS MINHAS LÁGRIMAS COM OS TEUS LÁBIOS

 

TOCAS O MEU MUNDO COM OS TEUS DEDOS E NOS

 

PODEMOS TER PARA SEMPRE

 

QUEM QUER VIVER PARA SEMPRE

E QUEM QUER VIVER PARA SEMPRE

PARA SEMPRE É O NOSSO HOJE

E QUEM QUER VIVER PARA SEMPRE

 

PARA SEMPRE É NOSSO HOJE APENAS QUEREMOS UMA CHANCE PARA VIVER...

 

 

 

 

 Espalhem por igrejas, facebook, escolas, cinemas, por onde andarem e divulguem este pedido de alguém que vê e sente esta luta bem de perto.....

 

 

 

 

e vos deixo um link que vos possa interessar

 

 

 

 

https://www.facebook.com/pages/Vamos-salvar-o-anjo-carina/

 

 

 

 

 

Como este título até estou a ser meigo nas palavras com aquilo que me aconteceu há coisa de dois dias atrás quando tive que ir comprar uma cadeira ao IKEA para ter no meu quarto/casa porque a que eu tinha a uso se estava a desafazer e antes que acontecesse algum acidente decidi comprar uma cadeira dobrável e tinha um modelo em vista, mas depois na loja escolhi outro modelo porque dava mais conforto e estabilidade.

Mas o problema não está no IKEA ou na cadeira, mas está no autocarro gratuito que existe há uns anos que antes partia e agora passa em Alcântara, mais precisamente no Largo do Calvário e que servia (digo bem servia) de acesso não só ao Allegro/Jumbo de Alfragide como as lojas adjacentes como Decathlon ou Leroy Merlin (que já não são servidas por este autocarro) e depois de ver os modelos e resolver uns probleminhas antes de ir, fui para o Calvário fazendo o mesmo percurso que fazia quando ia para o curso de espanhol sem saber o que me reservava.

Levei o meu primo para ele apanhar um pouco de ar fresco na cabeça e fomos para o Calvário e foi mesmo um calvário esperar pelo maldito autocarro e nem sei porquê tinha um feeling ou pressentimento que algo não batia certo porque estava mais atrasado do que o habitual e já era quase hora do almoço e a esta mesma hora o IC 17 e a EN 117 estão sem problemas e em vez de chegar as 11:40 chegou ao meio-dia e dez e nem fiz grande conversa, sentei-me e comecei a ouvir um disco de metal para não deixar adormecer e aí vi a bela merda (tem mesmo que ser assim) que estava a acontecer.

Devido as obras na Calçada de Ajuda o maldito autocarro deu mais voltas do que o habitual na zona da Ajuda e vez de retomar o percurso "normal" e seguir para a Rua do Marco e entrar na EN-117 e depois no IC-17, seguiu para Belém e depois para Algés e só depois de passar por Algés é que seguiu um percurso mais ou menos normal, resultado: cheguei era uma e meia da tarde aproximadamente e tinha que ir ao IKEA e depois ver umas coisas no Allegro.

E fui na boa apesar do escaldante calor ao IKEA, eu e o meu primo almoçamos por lá e fomos ao Allegro fazer o que tínhamos a fazer e depois fomos para a paragem do autocarro para desesperar e com um calor que andava perto dos 40ºC e vendo isto antes de sairmos do Allegro bebemos algo de fresco e quando leio o novo percurso do autocarro fiquei de boca caída com a fusão das carreiras que segundo o Allegro era para servir melhor o cliente, começo a pensar e olho para o lado da praça de táxis e após pensar bem acabo por ir ter com um taxista e lhe pedi o orçamento da corrida até Algés porque depois dali apanhava comboio ou eléctrico para chegar a baixa de Lisboa e vi que o orçamento era compensador e lá fomos de táxi para Algés.

O mesmo taxista disse que já não é a primeira pessoa que se queixa que esta fusão foi uma bela merda e que ele tem reparado que o afluxo de passageiros, sobretudo do autocarro de Alcântara não é tão grande como era e os clientes que vão ao Allegro vão de transporte próprio ou transporte pago, o que antes não acontecia e de facto notei menos afluxo do que o habitual, mesmo quando fui la buscar uma mesa que tinha e que também foi nas alturas do Verão tinha mais gente a espera de autocarro grátis do que tinha desta ocasião e descobri que o 714 tem uma paragem perto do dito IKEA ou então um autocarro da Vimeca que vem do Marquês de Pombal e fica lá perto....

Me senti um otário, mas ao mesmo tempo aprendi como não andar as voltinhas, no entanto não deixo de ficar com uma raiva diabólica dentro de mim porque não vejo razão nesta mesma fusão de carreira e o mesmo se passa com a carreira da Amadora que também foi refomulada muitos utentes não gostaram da brincadeiras e aúnica coisa de bom que esta mesma fusão teve foi que acabou com os cravas que apanhavam o autocarro no Calvário para irem para a Ajuda e agora quando vem do Calvário é só subidas e quando vem do Allegro é só descidas; porque de resto ficou uma grande merda.

E como sempre as minhas perguntas: Quem teve a ideia desta fusão ? Será que por causa de alguns pagam todos ? Será que ainda vale a pena usar os autocarros gratis do Allegro ? Será que estão a acabar com o serviço aos poucos para obrigar os otários a usarem automóvel ou transporte pago ?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

O calor volta a atacar e nem sei porquê senit vontade de curtir um fim-de-semana nas Caraíbas, quem sabe, bem acompanhado por uma bela nativa de fazer qualquer um perder o fólego

 

 

 

e pensando nesta viagem imagnária vos deixo um tesourinho da década de ouro da música mundial

 

 

os anos 80

 

 

 

 

esperando que seja do vosso agrado

 

 

 

 

Domino Dancing - Pet Shop Boys

 

 

 

 

 

 

 

 

O Benfica encerrou a época como começou....

 

 

A levantar canecos....

 

 

e fechou a época com a coquista da sexta Taça da Liga ultrapassando aquela colectivdade que tem cor de sabão de lavar a roupa em termos de conquistas

 

 

 

e vos deixo

 

 

 

 

Sou Benfica - UHF

 

 

 

espero que seja do vosso agrado