Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Reportagens de Critica Investigação e Opinião

REPORTGENS, CRÍTICAS E INVESTIGAÇÕES DO CYBER-RERPORTER + SECRETO DO MUNDO Blog Nacionalista e Monárquico (UM AVISO: AQUI NÃO VAI ENTRAR O NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO BLOG MONÁRQUICO E NACIONALISTA)

Reportagens de Critica Investigação e Opinião

REPORTGENS, CRÍTICAS E INVESTIGAÇÕES DO CYBER-RERPORTER + SECRETO DO MUNDO Blog Nacionalista e Monárquico (UM AVISO: AQUI NÃO VAI ENTRAR O NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO BLOG MONÁRQUICO E NACIONALISTA)

Obrigado por Tudo, Homem do Leme, Grande Zé Pedro

Não sou muito dado a tributos, e a minha falecida avó me ensinou que quando te lembrares de alguém, lembra-te da pessoa quando esta é viva e não depois de morta, mas por vezes esqueço este ensinamento da minha avó e o coração fala mais alto.

Nascer no mesmo ano em que os Xutos apareceram para a ribalta do rock português foi uma daquelas coincidências que ninguém explica e aconteceu comigo, nasci no ano em que os Xutos "nasceram oficialmente", 1979. E como fui um miúdo muito Radio GaGa, passava horas a ouvir rádio e a pedra de toque para mim no caso dos Xutos foi o icónico Circo de Feras e depois daí foi sempre a ouvir as pérolas lançadas pelo grupo alamadense uma atrás das outras.

E os Xutos apesar de todas as tempestades e de todas as nuvens não foram os únicos a olhar o céu, mas foram os únicos a lá chegar e a ser dos poucos a conseguir a transgerancionalidade, algo que em Portugal apenas mais dois grupos conseguiram: GNR e UHF, e esta virtude de atravessar gerações e manterem-se no activo e ao mesmo tempo conseguirem manter um núcleo artísitico só se encontra lá fora.

No caso de Zé Pedro, ele foi um dos criadores da maior banda rock da Lusitânia e uma das maiores da lusofonia de todos os tempos, qual Queen portugueses porque os Xutos se tornaram em algo mais do que uma banda punk e entraram no rock e no rock de intervenção, ligando-se ao Brasil e fazendo ligações a sonoridades próximas do fado que mais nenhum fez e com estas ligações e pontes conseguiram atravessar gerações como poucos o fazem.

Um destes exemplos foi a roupagem nova que deram a música "A Minha Casinha" cantada por Milu no filme "O Costa do Castelo" e pegaram no referão e deram uma lavagem ritmica e confirmaram este cruzamento de gerações.

Zé Pedro foi um dos responsáveis por esta continuação ao longo de 38 anos de rumo neste mar de música que atravessou várias gerações e acompanhou esta nação no virar do século e do milénio e foi um dos homens do leme do maior grupo musical português que alguma vez existiu e não fui ver as exéquias, mas ao ver pela televisão, me arrepiou e o volume de pessoas foi digno de um funeral de Estado, nem Amália teve tanta gente e eu tinha escolhido o dia quando o corpo da rainha do fado foi para a Basílica da Estrela para ir ao Jardim da Estrela e deu para ver o afluxo de gente.

Zé Pedro não queria que as pessoas se se lembrassem dele com minutos de silêncio e o povo de Lisboa que acompanhou a transmigração para eternidade do guitarrista dos Xutos cantou duas pérolas dos deuses do rock português: Homem do Leme e Para Sempre....

Pode parecer parvo eu escrever estas linhas desconexas, mas ver mais um dos fundadores de um grupo que tem a mesma existência que eu tenho a face da Terra mexe comigo porque não nos podemos esquecer que há alguns anos perdemos Zé Leonel...agora foi a vez de Zé Pedro e tal como o também vocalista dos Ex-Votos, foi ceifado por uma doença cruel chamada cancro....

 

 

 

 

As músicas escolhidas são, por coincidência, umas das músicas que a minha mãe gostava dos Xutos:

 

Para Sempre e Homem do Leme

 

 

e deixo estes vídeos.... 

 

para vocês e mais uma mensagem de um grupo inglês que se encaixa nestas más notícias

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Portugal Que País é Este?

Ontem fiquei mesmo passadinho da cabeça sobre uma notícia que vi no telejornal e que mostra o desprezo que a república trata os mais fracos, sobretudo quando estes são antigidos por doenças crueis como o cancro e ao mesmo tempo choram a morte de um maçon e com ligações a episódios tristes da história da lusofonia e que para mim não deixa qualquer saudade.

Este caso que espalhou uma dose generosa de indignação nas redes sociais é o caso da professora Marta Simões que sofre de 3 cancros, está a lutar contra eles e agora foi obrigada a voltar a trabalhar quando ainda está a realizar os tratamentos para tentar se curar e para vencer esta luta que é sempre uma luta sem quartel e para ajudar a festa esta pobre senhor é mãe solteira de uma menina com 12 anos e a menos grave das opções que as autoridades da república lhe exposeram foi a aposentação antecipada e mesmo assim estavam com dúvidas se esta lutadora merecia a aposentação antecipada ao ponto de a recusar, mas depois da exposição medíatica na RTP já informaram esta coitada que o seu caso será reaviliado.

Mas meus amigos e minhas amigas, que país é este que se diz democrático e que é um Estado de Direito e que neste domingo vai ter eleições para escolher o novo fantoche de Belém chrou muito quando o socialista Almeida Santos bateu as botas, mas quando uma simples professora que está a lutar contra três cancros no IPO do Porto e é mãe solteira, já é obrigada a ir trabalhar possa ou não e por outro lado os deputados voltaram a ter acesso a chamada subvenção vitalícia (aka. reforma dos políticos) a que têm direito ao fim de 12 anos de mandato e um dos signatários é a madame sorrisos de laca Maria de Ninguém , perdão de Belém e depois veio dizer que não se lembra do que assinou e onde assinou e para isso a classe política da república dos bananas chamada Portugal e depois há aqueles que precisam de um reforma por estarem doentes e a sua doença ser mais prolongada do que os dias que tem direito por baixa e não sabem dar uma aposentação digna deste nome a não ser que uma pessoa tenha exposição medíatica porque de resto a coitada poderia morrer a fome.

O caso da professora Marta Simões é apenas um de muitos casos parecidos que existem nesta nação e que simplesmente só teve atenção porque este caso caiu nos media e está a dar que falar nas redes sociais devido a divulgação porque sei das minhas idas ao IPO de Lisboa que há mais casos parecidos e que são desconhecidas do grande público por não terem exposição mediática como este caso e se não fosse a exposição a Professora Marta Simões não levava a sua aposentação para poder lutar contra os 3 cancros que são a luta da sua vida e os deputados da república sejam eles de que quadrante for porque estão entretidos nas eleições do Pastel de Belém do que ver e olharem para o chamado país real porque é uma coisa que para o poder político da república só existe quando são as eleições gerais que teoricamente serão em 2019 se não acontecer nenhuma tempestade perfeita em S. Bento por conta do orçamento do Estado 2016.

Chega de casos como este, chega que uma pessoa que está lutar para viver mais alguns anos seja sujeita a um verdadeiro genocídio por parte desta república que nos foi imposta há quase 106 anos que não respeita os seus verdadeiros servidores como os professores e por outro lado sustenta o colchão cheio de percevejos chamado poder político da república onde os políticos são como as fraldas dos bebés porque se sujam depressa e têm que ser mudados frequentemente antes que o bebé fique com o rabinho assado e esta analogia não é minha mas sim de um contestário anti-republicano chamado Ramalho Ortigão e que foi co-autor de As Farpas com o seu aluno Eça de Queirós e este caso prova que Eça, Ramalho Ortigão e toda a Geração de 70 é mais actual do que nunca e é urgente se fazer algo por esta nação porque há mais casos como o caso da professora Marta Simões e nignuém de dever e de direito faz nada porque não lhe apetece e é mais importante dar ajuda aos amigos do partido ou da sociedade secreta ou fraternidade que fazem parte e assim vai Portugal.

Como sempre as perguntas para as quais ninguém responde: Porque existem casos como este? Quem são os genocidas da república? Porque não respeitam os doentes oncológicos em Portugal? Aonde está o Estado de Direito? Porque ligam mais os políticos as suas reformas do que as necessidade do povo se dizem que Portugal é uma democracia plena? Portugal, que país é este?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

Goodbye Ziggy Stardust

Estive até de madrugada no hospital por causa de uma dor ciática que não havia meio de passar e acordei a pouco tempo porque para dormir decentemente tomei uma carga forte de relaxantes musculares senão não dormia nada e quando acordei e fui ver as notícias e a minha caixa de correio electrónico soube da trágica notícia da morte devido a um cancro de David Bowie, depois de uma luta que durou ano e meio e o mais recente álbum do falecido príncipe britânico da música mundial "Blackstar" já foi gravado com David Bowie bastante doente assim como os Queen fizeram com Freddie Mercury que quando gravou as músicas dos álbuns Innuendo e Made In Heaven já estava nos limites da sua curta vida.

De facto quando ouvi a música Blackstar tive o pressentimento que era algo como uma despedida porque não havia nenhuma tour marcada ou anunciada e David Bowie não foi actuar no último Rock in Rio no Rio de Janeiro e vos digo isso porque o estilo da música Blackstar nos remetia para as músicas primordiais de David Bowie como Space Oddity ou The Man Who Sold The World e raramente me engano quando tenho estes pressentimentos em relação aos artistas e famosos quando lançam uma verdadeira obra prima nos dias de hoje.

Foi uma notícia que chocou o mundo que gosta de música decente e não as mixórdias que nos impingem a torto e a direito nas rádios e nas televisões e o mundo depois do mundo ter perdido o vocalista dos Motörhead, Lemmy que faleceu devido a mesma efermidade há coisa de uma semana atrás.

Nas redes sociais não se fala de outro assunto sem ser a morte de Ziggy Stardust para se juntar um grande amigo que era Made In Heaven chamado Freddie Mercury e lá cima no  Valhalla dos músicos onde já se encontram deuses como Freddie Mercury ou Luciano Pavarotti e vão dar um tremendo dum concerto no paraíso para onde todos nós um dia destes vamos de uma maneira ou doutra.

Me custa ver partir os meus ídolos da minha infância e cresci a perder estes ídolos que ouvia na rádio, ou em vinil ou em cassetes e nos tempos mais recentes em cd ou nos formatos digitais na internet, mas a vida é assim e tal como Freddie Mercury, David Bowie cantou até ao seu último estertor de vida e e hoje se foi juntar um dos seus grandes amigos do mundo da música e um dos maiores duetos dos Queen de sempre se voltou a juntar hoje no paraíso porque é um facto puro e duro, o mundo é um palco demasiadamente pequeno para tamanho talento como Freddie Mercury e David Bowie e agora estão os dois juntos no paraíso porque se foi do céu que vieram para nos entreter nestes dias que são os dias da nossa vida onde quando éramos jovens pensávamos que tudo era tão perfeito.

Nestes dias da minha vida que não têm sido muito fáceis fiz um artigo há uns anos neste mesmo blog sobre os meus heróis que são as crianças que lutam contra o cancro e que fazem a sua luta hercúlea como algo simples como beber água e publiquei dois artigos neste mesmo blog e o artigo tinham como títulos "O Verdadeiro Herói" e "Dias dos Heróis" ambos de Setembro de 2011 e vos recomendo ler .... mas com um pacote de lenços de papel ao lado porque vai ser difícil ler sem soltar umas quantas lágrimas e vos faço esta chamada para estes dois artigos porque em um dos meus pedidos para medula óssea para que se salve uma vida que luta contra a leucemia... publiquei a versão da música Heroes de David Bowie gravada no concerto de tributo ao deus Freddie Merucry onde o mesmo David Bowie reza o Pai Nosso em inglês.

Apenas vos posso dizer que quem puder comprar o derradeiro álbum de David Bowie, que o deve comprar porque é uma grande disco e é a derradeira música do grande músico britânico e mundial que tal como o seu amigo Freddie, era mesmo Made In Heaven....  e vos deixo duas versões do dueto entre Freddie Mercury e David Bowie: uma é remix onde junta os dois divinos no mesmo vídeo e a outra é a versão traduzida em português, além disso vos deixo Heroes com a oração que não é apenas pela alma de David Bowie bem como é em nome de todos aqueles que lutam contra o cancro seja qual for a sua idade....

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

David Bowie:  N.: Londres, Reino Unido 08/01/1947 - M.: Manhttan, Nova Iorque (EUA) 10/01/2016

 

 

Afinal o que havemos de comer?

Os alertas da Organização Mundial de Saúde já começam a parecer como aquela história do miúdo e dos lobos em que o miúdo passa o dia a dar falso alarmes de lobos até que um dia se trama porque tem mesmo um lobo, mas ninguém lhe dá atenção e o mais recente alerta se vai juntar a muitos que nos fazem questionar se nós, humanos, temos que nos transformar em plantas.

E a lista de alerta já toma na minha opinião um nível de paranóia que nos põe a pensar afinal o que podemos comer e ao mesmo tempo não correr risco de morrer de cancro ou de outra qualquer doença particularmente dolorosa sobretudo quando tempos familiares para cuidar como é o meu caso e de muitos que lêem este mesmo vetusto blog que se está a encaminhar para o seu 12º aniversário.

Depois das vacas loucas, das hormonas e nitrofuranos nas aves, depois dos metais pesados no peixe, dos perigos dos alimentos com colesterol, dos antibióticos em tudo que é alimento de origem animal criado em viveiro e dos produtos químicos na água e nos produtos hortofrutícolas, alguns destes químicos comprovadamente cancerígenos como alguns herbicidas que no passado chegaram a ser usados no fabrico de armas químicas e no fim de contas uma pessoa nem chega a saber o que pode comer sem correr riscos de ficar doente seja com que doença for e estes alertas já fazem parte dos anais da história.

Todavia, embora esteja a ser noticiados carne que é soja ou que é injectada com água e queijo que nem é queijo e nem sequer tofu é, uma falsificação manhosa feita com farinha; Portugal e França podem dormir descansados em relação aos seus alimentos porque se surgem estas caçadas a falsificação é sinal que as autoridades alimentares em Portugal e em França funcionam bem e estes alertas de pânico apenas podem servir para ajudar algum interesse oculto que não sabemos qual a sua génese e nem deve valer a pena ir muito a fundo porque estes mesmos interesses se ocultam de forma quase perfeita para que não sejam descobertos.

Gostava de saber onde está a OMS quando faltam meios de prevenção das mais variadas doenças em várias nações e a OMS não vai deitar a mão onde é precisa e anda a deitar para o público alertas sobre hipóteses de algo acontecer sem haver uma clara relação causa-efeito como é o caso do tabaco causar cancro nas vias respiratórias e doenças cardíacas ou o álcool causar doenças hepáticas sobretudo se consumido em excesso.

Esta energia nestes alertas deveria de ser canalizada para que a mesma OMS se aplicasse em procurar meios preventivos de várias doenças nos países menos desenvolvidos em vez de tentar mudar hábitos como fosse uma ditadura quase insuportável de suportar porque para os mais temerosos fica a grande pergunta do momento: "o quese pode comer e beber hoje em dia?" e esta perguntaem parece que nos está a martelar a cabeça todos os dias embora, alguns que já nem ligam fazem uma vida não dependente destes alertas que parecem ser algo para encher os telejornais como fossem notíticias de faits divers e quando estes mesmos alertas forem fidedignos ou relacionados com zoonoses que passem de animais para seres humanos de forma comprovada como foi o caso no Reino Unido com as vacas loucas.

Estes alertas estão a gerar nas redes sociais uma corrente que afirma ou defente que estes mesmos alertas possam estar a servir algum poder oculto ou interesses ocultos, mas uma coisa é certa estes alertas começam a se tornarem chatos e quem sabe umas grilhetas ao nosso dia-a-dia, já de si agrilhoado com esta crise económica e política que estes mesmos alertas servem apenas para distração e pânico das massas enquanto o poder político podre da república nos trata como fóssemos fantoches ou marionetas de uma patomina sem qualquer piada ou graçola de jeito.

E a propósito destes alertas, amanhã vou comer uma dose de cachupa com enchidos q.b. em tributo a estes mesmos alertas que nem sabemos se nos vão ainda tirar o chouriço do pão ou a salsicha do cachorro quente

E como sempre as minhas perguntas sem resposta aparente: Quem ganha com estes alertas? Se os enchidos fazem assim tanto mal, porque os incluem nas refeições que dão aos mais necessitados ? Quem é o autor destes estudos ?

Como sempre vos peço para ler, comer umas chouriças, comentar e divulgar

Coisas que me Deixam sem Palavras

Este artigo é um dois em um porque vou falar de dois assuntos num só porque têm sido usados como armas de arremesso na peixarada da política sobretudo quando estamos a entrar na silly season da camapnha eleitoral das eleições gerais.

Na semana passada aconteceram dois eventos de veras trágicos: um foi a morte da Dra. Maria Barroso que para muitos foi um baluarte anti-fasicista e foi a única mulher presente na fundação do PS na Alemanha e foi para muitos a grande mulher que estava sempre a servir de suporte a Mário Soares tanto quando este foi ministro, mas sobretudo depois que este foi eleito presidente da república.

E segundo os vários elogios fúnebres que lhe foram feitos, a antiga primeira-dama merecia pelo menos um dia de luto municipal pelo seu falecimento, mas nem isso fizeram e confesso que fiquei chocado com a atitude porque não tem sido a prmeira vez que se decretam lutos nacionais ou municipais por pessoas que boa parte de nós não conhecemos de parte nenhuma e estas atutudes, sobretudo quando a CML é dirigida pelos socialistas, dá muito que pensar sobre dois conceitos que parecem estar em desuso em Portugal: lealdade e respeito e que neste caso ficaram na gaveta...literalmente.

Outro caso foi o caso da esposa do primeiro ministro da república portuguesa: Pedro Passos Coelho; a Dra. Laura Ferreira ter aparecido com a cabeça lisa devido ao tratamento que está a fazer contra um cancro e que está a ser uma verdeira luta como é qualquer tratamento contra o cancro e por aparecer sem peruca ou lenço a tapar a marca da sua luta diária contra o cancro também serviu de pedra de arremesso da esquerda; todavia houveram pessoas que desceram ao terreiro e vieram afirmar que a atitude da mulher de Passos Coelho é um exemplo para todas as mulheres que lutam contra o cancro.

não nos podemos esquecer que há algum tempo atrás saiu uma linha da boneca Barbie careca com o objectivo de tornar menos penoso a luta das crianças que lutam contra o cancro e a medida pegou de estaca e várias franquias de BD para crianças e graúdos como os Peanuts (Snoopy, Charlie Brown, etc.; nota que esta franquia já tinha feito um projecto focado no cancro infantil) ou a Disney ou mesmo a franquia do Garfield apenas para falar algumas de muitas.

E se houvesse respeito e lealdade na república portuguesa no chamado submundo da política apenas teriam que fazer duas coisas nestes dias mais recentes: pelo menos decretar um dia de luto municipal pela morte da Dra. Maria Barroso e por outro lado respeitar a luta da Dra. Laura Ferreira porque nunca se sabe quando o cancro nos bate a porta e a coragem que Laura Ferreira teve ao assumir a sua luta é um exemplo para todos nós como humanos.

Apenas deixo uma pergunta: Para quando respeito na política, tanto pelas figuras históricas como pelas figuras recentes ?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

Apelo Urgente CXXX

Uma família de 4 elementos, todos doentes oncológicos, naturais de Viseu, correm o risco de ficar sem casa porque o dinheiro que recebem do RSI não lhes chega para pagar a renda de casa e esta situação tem sido uma verdadeira bola de neve.

Uma onda de ajuda se gerou nesta nação para que esta família não fique sem casa e me custa a acreditar como é possível haver uma ministra das finanças que diz os cofres cheios ou tantos casos de fuga ao fisco e a segurança social e várias dívidas que passam a barreira do mlhão de euros e ninguém faz nada.

Me podem vir perguntar o que uma coisa tem a ver o caso desta família em particular, bem, a resposta é simples: se fossem iguais para todos que devem e se fizessem todos pagar e não apenas uns quantos o Estado teria mais dinheiro para ajudar casos como este.

O caso mexe comigo porque sou utente do IPO-Lisboa e vejo muita dor e muita esperança nos 11 anos em que lá ando a ser seguido por causa de uma inusitada doença rara que me foi diganosticada e para controlar os sintomas tem sido uma luta que por vezes me fez pensar em desistir de tudo, todavia consegui vencer esta vontade e casos como o que li deixou-me deveras chocado na forma como esta nação de quase mil anos está a caminhar a caminho do milénio e sendo o único estado-nação que se pode orgulhar de ter o reconhecimento mais antigo da Europa como país e um dos mais antigos do mundo.

Esta famílai de Viseu cruelmente marcada pelo cancro está em risco de perder a sua casa devido as rendas atrasadas e a câmara local apenas está atenta a situação em vez de apresentar uma situação imediata porque é uma situação emergente e urgente e como não bastasse o problema de saúde da família ainda terem que irem dormir para rua é duma brutalidade extrema nos tempos actuais em que se fala tanto em democracia e direitos humanos em Portugal com embargos a China Vermelha e contra Israel, mas não sabem olhar para o seu próprio umbigo.

Esta mesma família tem tido ajuda nos alimentos e na medicação, mas o mais grave é que estão a beira de ficarem sem abrigo porque a câmara de Viseu ainda está numa de acompanhar a situação em vez de agir e neste jogo do empurra, a junta de freguesia onde esta família mora abriu uma conta bancária para que esta mesma família tenha ajuda e muita ajuda dos particulares tem chegado a esta família que é apenas um de muitos casos de extrema necessidade que existem nesta nação.

Vos vou deixar o NIB da conta aberta para ajudar esta família e que esta família pelo menos consiga ter um lar que possa chamar seu e que este mesmo lar seja um pilar na sua luta contra uma cruel doença como é o cancro.

 

Para ajudar esta família pode fazer uma transferência usando o NIB: 003507530001659270055 ou o IBAN: PT50003507530001659270055.

 

 

 

Ajudem conforme puderem e pensem que mais vale dar 1 euro para ajudar esta família do que gastar 74 céntimos para a estrela da sorte da Fátima Lopes ou outros semelhantes...

 

 

Como sempre vos peço para ler, comentar e sobretudo ajudar

 

Apelo Urgente CXXVIII (Pedido Especial do Dia da Mãe)

 

 

HOJE DIA DA MÃE VOS VENHO FAZER UM PEDIDO EM NOME DE MÃES MUITÍSSIMO ESPECIAIS...

 

 

 

AS MÃES DAS CRIANÇAS QUE LUTAM CONTRA O CANCRO E NO MEU FACEBOOK ENCONTREI UM PEDIDO URGENTE PARA 4 CRIANÇAS QUE AINDA NÃO COSENGUIRAM DADOR DE MEDULA PARA CONSEGUIREM A TÃO DESEJADA CURA:

 

A LISTA DOS NECESSITADOS DE MEDULA É ESTA:

 

 

GONÇALO

 

JULIANA

 

DAVID....

 

MAS EXISTEM MUITOS OUTROS MAIS OS QUAIS NÃO CONHECEMOS ....

 

POR ISSO NESTE DIA DA MÃE VOS PEÇO A TODOS QUE SE LEMBREM DAS MÃES QUE LUTAM PELOS SEUS FILHOS...

 

 

 

E AS AJUDEM COM ALGO TÃO SIMPLES COMO DOAR MEDULA E/OU SANGUE E SALVAR VIDAS....

 

 

PORQUE QUEM SALVA UMA VIDA SALVA O MUNDO INTEIRO....

 

 

 

COMO SEMPRE VOS DEIXO OS VÍDEOS DE SEMPRE PARA VOS FAZER PENSAR....

 

https://www.facebook.com/pages/Vamos-salvar-o-anjo-carina/703083619783217?fref=nf

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TRADUÇÃO LIVRE DOS ÚLTIMOS VERSOS DA VERSÃO CANTADA POR CRIANÇAS DE WHO WANTS TO LIVE FOREVER:

 

MAS TOCAS AS MINHAS LÁGRIMAS COM OS TEUS LÁBIOS

 

TOCAS O MEU MUNDO COM OS TEUS DEDOS E NOS

 

PODEMOS TER PARA SEMPRE

 

QUEM QUER VIVER PARA SEMPRE

E QUEM QUER VIVER PARA SEMPRE

PARA SEMPRE É O NOSSO HOJE

E QUEM QUER VIVER PARA SEMPRE

 

PARA SEMPRE É NOSSO HOJE APENAS QUEREMOS UMA CHANCE PARA VIVER...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

FAÇAM UM FAVOR, IMPRIMEM ESTES PEDIDOS E OS ESPALHEM POR IGREJAS, PARAGENS DE AUTOCARROS, CAFÉS, ESCOLAS, POR TODO O LADO PORQUE É DEVER DO SER HUMANO DAR A VIDA PELA VIDA

 

 

 

Musiques de Hivier 34 - Músicas de Inverno 34 (artigo 7900)

A escolha de hoje é além da lembrança de mais um marco de 100 artigos neste recanto é também um apoio a Bruce Dickson, vocalista dos Iron Maiden que está a travar uma luta que muitos de nós temos medo que é a luta contra um cancro, mais em específico, um cancro na língua e pelo que se sabe o vocalista do grupo britânico de metal está em boa recuperação

 

 

 

espero que seja do vosso agrado

 

 

 

The Trooper - Iron Maiden (legendado)

 

 

 

 

 

 

 

 

Musiques de Hivier 32 - Músicas de Inverno 32

Hoje em nome da Miriam e de todas as crianças que lutam contra o cancro, percam ou ganhem a luta e por todos que lutam contra o cancro mesmo não sendo crianças, ..... fica o meu tributo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Este último artigo estou a fazê-lo com as lagrimas nos olhos porque não consigo aceitar que uma criança morra, não consigo aceitar que uma criança morra de cancro sobretudo quando conheço de perto a luta que estes heróis travam todos os dias e alguns destes lutadores não resistem e como eu disse não sei o dia de amanhã se a dor que os pais da Miriam, da Nôno e de outros muitos mais sentem se não me vai calhar a mim e este é um dos meus medos porque não sei o que faria se eu sofresse tamanha dor e a isto se junta a minha impotência contra esta maldita doença chamada cancro que cuja crueldade aumenta quando antige crianças e jovens e pais e mães de família e digo impotência porque simplesmente não posso ser dador de medula e de sangue porque caso o fosse tinha a doce sensação que estava a salvar uma ou mais vidas e como diz a Bíblia: "Quem salva uma vida, salva o mundo inteiro" e eu queria salvar estas pequenas vidas, lhes dar mais alguns anos de vida feliz...

 

 

bem é melhor o meu desabafo ficar por aqui antes que eu comece a chorar mesmo baba e ranho e depois não consiga parar mas tenho que deixar umas palavras a encerrar este mesmo post

 

 

 

 

TRADUÇÃO LIVRE DOS ÚLTIMOS VERSOS DA VERSÃO CANTADA POR CRIANÇAS DE WHO WANTS TO LIVE FOREVER:

 

MAS TOCAS AS MINHAS LÁGRIMAS COM OS TEUS LÁBIOS

 

TOCAS O MEU MUNDO COM OS TEUS DEDOS E NOS

 

PODEMOS TER PARA SEMPRE

 

QUEM QUER VIVER PARA SEMPRE

E QUEM QUER VIVER PARA SEMPRE

PARA SEMPRE É O NOSSO HOJE

E QUEM QUER VIVER PARA SEMPRE

 

PARA SEMPRE É NOSSO HOJE APENAS QUEREMOS UMA CHANCE PARA VIVER...

 

Uma nova pequena estrela no Céu

Como não é segredo para nenhum de vocês caros e caras seguidores e seguidoras deeste blog, sou utente do IPO de Lisboa há mais de uma década por conta de uma doença rara que mais tarde ou mais cedo me pode prejudicar a locomoção entre outros sintomas chatos os quais já se começaram a manifestar incluindo epilepsia e dores constantes nas articulações.

Nesta década de luta e de caminhadas para o IPO, o dia que me marcou mais, sem ser o dia da primeira consulta foi o dia 30 de Setembro de 2005 quando vi pela primeira vez olhos nos olhos as crianças que lutam contra o cancro e se já admirava a luta destes pequenos grandes heróis então ainda mais fiquei a admirar e foi dos dias em que chorei mais na minha vida porque vi uma dor infinitamente grande em alminhas infinitamente pequenas e ao tempo infinitamente gigantes.

E hoje através no meu facebook soube que mais uma criança perdeu a luta da sua vida contra a mais cruel se não mesmo a mais cruel doença que pode atingir uma criança de seu nome cancro e o nome do soldado caído em combate contra este inimigo cruel chamado cancro é Miriam Laras e a impotência que senti há 10 anos a sinto todos os dias praticamente, sobretudo pelo facto de não poder ser dador de medula porque se pudesse ser estaria a salvar uma ou mais vidas.

É nestas alturas que questiono a existência do divino porque não consigo entender porque existem tantas crianças a sofrer e a morrer quando as crianças deveriam de viver, crescer e se tornarem adultas como qualquer um de nós.

Existe a venda um livro sobre a luta de outra menina que transmigrou para o firmamento, a Leonor; e o livro se chama Aceita e Sorri e conta a luta da Grande Leonor; mas não consigo aceitar que hajam crianças a sofrer porque o mundo é delas e muito menos sorrir porque quando sei que uma criança perde a luta da sua vida eu choro sempre seja por fora ou por dentro o pior é que a maior parte das vezes não deito para fora o que sinto.

Apenas peço que rezem por todas as crianças que morreram na luta contra o cancro e dentro dos vossos possíveis tentem ajudar as crianças que lutam contra o cancro porque são heróis numa luta, numa guerra sem quartel e que não faz nem feridos nem prisioneiros e é nosso dever como seres humanos fazer os possíveis para ajudar estes grandes heróis e as suas famílias, tanto seja na cura como no atenuar do seu sofrimento e sim esta ajuda passa pela doação de medula e/ou sangue mas que seja doação real e leal e não seja como tem acontecido em alguns casos em que os dadores fogem a última hora quando calha a altura de doarem medula e/ou sangue.

Não peço por mim ou pelos meus familiares, mas sim peço em nome da legião de crianças que lutam todos os dias contra o cancro que ajudem estas crianças porque nunca se sabe o dia de amanhã e se calha que uma criança da nossa família precise de ajuda ou perca a luta e se transforme em uma nova estrela...

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar