Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Opiniões e Críticas Secretas

Opiniões e Críticas Secretas

O empresário de origem madeirense conhecido pela sua fundação de arte no Centro Cultural de Belém, também é conhecido pelos seus calotes épicos dados a vários bancos, incluindo a Caixa Geral de Depósitos e que foi gerado por empréstimos não para investimentos empresariais, mas sim para a compra de acções.

Acontece que devido ao mercado bolsista ser mais instável do que os mares da Nazaré em dia de tempestade, as mesmas acções se desvalorizaram, as mesmas acções que foram dadas como garantia para os mesmos empréstimos que lesaram e bem as respectivas instituições bancárias qual fosse um Alves dos Reis.

Acontece que o esperto do Joe Bananas conseguiu transferir todos os seus bens para outras entidades cuja cabeça é ele mesmo, mas a jogada foi tão bem feita se os bancos avançarem para a execução imediata acabam por se executarem a eles mesmos porque os bancos são os accionistas maioritários da instituição que comprou as acções que entretanto perderam valor.

Outros bens que seriam penhoráveis foram espalhados e o novo Alves dos Reis vindo da Pérola do Atlântico tem o seu património praticamente inexpugnável a prova de qualquer penhora directa.

O cúmulo deste circo sem qualquer graça chegou quando o mesmo "comendador" exigiu as imagens da transmissão da reunião da Comissão Parlamentar de Investigação a situação financeira da CGD porque o mesmo comendador não autorizou a divulgação da sua imagem na televisão e agora quer processar os deputados da dita CPI porque as suas declarações foram transmitidas pelo canal Parlamento sem a autorização do mesmo Berardo.

Acontece que este senhor se esqueceu que os deputados têm imunidade parlamentar e a ARTV é um canal temático e de serviço público e que no caso do mesmo não querer que a mesmo depoimento não fosse transmitido deveria de ter informado os deputados e a equipa técnica que não desejava a transmissão antes do mesmo depoimento e não depois do mesmo e a transmissão da ARTV não é motivo para levantamento da imunidade parlamentar.

E ficam as palavras cruzadas para serem resolvidas: Quando é que este senhor paga o que deve? Será que ele vai ser penhorado? Será que os deputados ainda vão ser punidos por causa deste senhor?

Opinem quando puderem

Há muito tempo que o Sporting de Lisboa, também conhecido como Clube de Portugal, andava muito calmo das suas guerras intestinais e depois de validadas umas quantas candidaturas à presidência do clube, se teria entrado num período de relativa acalmia apesar da recusa da candidatura do presidente anterior, Bruno de Carvalho, por este estar suspenso como sócio do SCP.

E no tempo em que a época futebolística 2018/19 está a dar os seus primeiros passos e já conta com os seus casos de arbitragem (grande novidade), não é que o "Grande Líder" Bruno de Carvalho resolveu atacar de novo e hoje entrou nas instalações do clube, as quais segundo se sabe está proibido de frequentar, para entregar um documento que segundo o mesmo lhe retorna o cargo de presidente que ele perdeu na assembleia geral de 23 de Junho.

O mesmo Bruno de Carvalho avançou com uma providência cautelar para suspender e por sua vez impugnar a dita assembleia geral, acontece que a notificação da providência cautelar já está nas mãos da comissão directiva do Sporting e o que Bruno de Carvalho se limitou a fazer foi a dar entrada dos mesmos documentos na conservatória do registo comercial das várias providências interpostas pelo próprio Bruno de Carvalho como documentos da SAD para o futebol e o documento que BdC tinha em mãos era o registo desta entrega além das cópias dos despachos da providências.

Com esta parca documentação, Bruno de Carvalho queria retomar o cargo de presidente do emblema sediado no Campo Grande, mas foi de vela, mesmo assim não desiste e disse que segue para tribunal; a coisa ficou tão feia que Bruno de Carvalho foi expulso das instalações do Sporting depois de ter passado duas horas com alguns elementos ligados a comissão directiva, mas ninguém mesmo da comissão directiva que se recusaram a falar com Bruno de Carvalho.

Sinceramente como lisboeta e adepto de futebol e simpatizante dos clubes da minha cidade não compreendo como um clube como o Sporting e com os predicados que tem, não resolve este problema de uma vez chamado Bruno de Carvalho e deixa que esta situação se arraste transformando um clube centenário numa espécie de circo dos quais todos riem menos os próprios sportinguistas de alma e coração, mas parece quem está na comissão directiva do Sporting ainda não abriu os olhos para esta situação e o gozo é de tal maneira que já é satirizada por comediantes sportinguistas. 

Esta espécie de Vale e Azevedo verde nem sei o que quer mais e ainda sei menos porque não o expulsam logo como fez e bem Manuel Vilarinho assim que tomou conta dos destinos do Benfica antes de Luis Filipe Vieira ser o homem-forte das Águias; é que no caso de expulsão, o Vale e Azevedo verde estaria calado e apenas tinha uns quandos fieis seguidores e dava tempo para que se formasse uma ou duas listas de sócios sem ligação ao sócio expulso como aconteceu no Benfica e coisa ficou logo ali enterrada.

Mas como o Sporting no futebol não ganha um campeonato há 16 anos (oh raios, há uma geração de alunos que estão no 9º ano que nunca viram o Sporting Campeão) e não tem passado das taças de Portugal e uma taça da liga quer ter ter alguma atença para o futebol, mas se fosse a ter atenção que fosse para algo de positivo e não para algo tão negativo como as mudanças de humor de um sócio psicopata que ainda por cima está suspenso como sócio e segundo a imprensa tem culpas no cartório nos crimes de Alcochete.

Todavia fico com a cahcola em curto-circuito quando vejo aquilo que Bruno de Carvalho fez pelas modalidades ditas amadoras do clube no seu primeiro mandato e agora parece que estão a cuspir no prato em que comeram; tudo bem que aquilo de Alcochete é reprovável a todos os extremos e que no segundo mandato, Bruno de Carvalho tinha a caixinha dos pirolitos toda queimada, mas mais valia haver alguém com algum trato e o convidar a sair usando a desculpa dos problemas pessoais do mesmo ou eventuais problemas de saúde e não da forma como fizeram, mas como não é o meu clube que se entendam, mas uma coisa é certa; o circo voltou e vai continuar.

Como sempre as chatas das perguntas: Quando é que expulsam Bruno de Carvalho do Sporting? Gostam que o Sporting seja um circo? Quando é que esta situação é resolvida de uma vez?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

Não existe outra forma de descrever a resposta do STJ ao recurso apresentado pelo soldado da GNR Hugo Ernano em relação a pena de 4 anos de pena suspensa e ao pagamento de 45 mil euros aos familiares de um cigano que foi antigido a tiro pelo mesmo soldado da GNR quando este mesmo GNR impedia um assalto em Loures cujos autores eram dois ciganos, o que foi morto por Hugo Ernano quando este mesmo tentava impedir o crime e pelo pai do cidadão em questão que caso tivesse nos tempos do Holocausto tinha que usar um triângulo castanho.

Não sabia que agora se disparar uma arma de fogo para se impedir um crime era crime e agora tem que se deixar que o crime aconteça em especial se for feito por ciganos e nem é preciso ir a Loures para se ver este facto, basta qualquer um de nós andar a passear nuam das ruas da Baixa de Lisboa com ar despreocupado para ser abordado por um ou mais ciganos que nos querem venderem haxixe, embora segundos conhecedores da matéria, dizem que é "produto" falsificado ou adulterado e no caso do haxixe há quem fale em caldo knorr derretido misturado com alecrim e outros falam em óleo de eucalipto com o mesmo o knorr ou mesmo eucalipto puro e depois endurecido e pelo que sei o óleo de eucalipto puro é tóxico e chega a ser mais venenoso do o haxixe em si por bastam 5 ml do mesmo óleo para intoxicar gravemente uma pessoa adulta e a dose máxima recomendada para um adulto é 0,5 ml por kg de peso corporal e ninguém diz nada e os mesmos ciganos se acobardam asssim que farejam a polícia.

Esta decisão do supremo dá que pensar se mais vale as autoridades deixarem o crime acontecer, seja ele qual for, sobretudo se envolver ciganos do que evitar o crime porque se fizerem alguma coisa, nem que seja algemar um criminoso cigano, um qualquer agente da autoridade fica sujeito a ser julgado por "racismo" ou "abuso da autoridade"; mas quando um ou mais ciganos desatam aos tiros aos carros das autoridades ou as pedradas ou mesmo matam algum polícia ou civil não-cigano isto já não é "racismo" e quando vejo casos como estes fico a pensar se estudei com os dicionários certos ou alçgo aqui que não bate bem.

E ficam as minhas perguntas de sempre: Qual a definição de racismo ? Afinal as forças da ordem não podem exercer autoridade em especial sobre os ciganos ? Estão a provocar a extrema direita ? Afinal que circo é a justiça em Portugal ? Aonde está a justiça em Portugal ?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

Cavaco Silva está com ideias de dar o Grande Colar da Ordem do Infante D. Henrique que é apenas a maior ordem honorífica civil apenas ultrapassada em importância pelas ordens militares como Santiago Espada, Cherne Durão Barroso e por outro  foge com o rabo a seringa de condecorar o Sucateiro Sócrates.

É da praxe todos os antigos Führeren da nação recebrem das mãos do presidente da república uma condecoração por serviços a nação e nem sei que mais e há dois casos onde ainda estão a espera das medalhas; um é Cherne Barroso que a vai a receber em breve, a outra é ou seria para o Sucateiro Sócrates, facto o qual já fez com algumas vozes do Grupo Parlamentar do PS se tivessem elevado contra este facto.

Neste caso da república se podem seguir dois caminhos e bem claros e apenas uma múmia é que não vê com clareza os dois caminhos que podem resolver esta guerra do alecrim e da manjerona: uma é dar condocorações a ambos nem que sejam de hieraquia diferente (ex.: um com com o Grão Colar e outro como comendador ou grande oficial) ou então não atribuir ordem nenhuma a nenhum dos dois porque verdade seja dita, nenhum deles fez nada pela nação.

E como o povo gosta de pão e circo e como o pão nos é roubado de forma diária então venha o circo e depois do caso dos buxos ou arbustos com os brasões das antigas províncias ultramarinas ter servido de circo de Verão, agora temos outra palhaçada que é ver qual dois piores Führeren que Portugal conheceu (sem contarmos com Passos Coelho) recebe das mãos do inútil do presidente da república o reconhecimento pelo trabalho que nunca fizeram pela nação.

E como sempre as perguntas: Para que nos servem estas guerras ? Não têm mais nada para fazer ? O que Sócrates o Durão Barroso fizeram pela nação para que tenham que ser condecorados ? Para que nos serve a república e o seu presidente ?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

Professor dos Açores já ia nas 104 colocações e não vê quando é que isto "vai acabar"

 

 

 

 

 

 

 

 

Rui, que a meio da tarde desta terça-feira já estava colocado em 104 horários, é uma espécie de caricatura dos problemas com que os directores se estão a confrontar na colocação dos docentes que ainda faltam nas escolas ao fim de seis semanas de aulas

 

 

 

(Fonte: Público)

 

 

Agora se vão sabendo aos poucos pequenos detalhes do caso das sucatas e um deles é a existência de um telemóvel que apenas era usado para Vara e Godinho falarem um com o outro, mas de vez enquanto falavam com estes mesmos telemóveis para outros envolvidos nesta máfia muito ocasionalemnte e nestas conversas que não passavam no fim das contas de cunhas metidos a Armando Vara pelo imperador das sucatas para os seus negócios chegou a ser falado o nome do alto quadro socialista, Jorge Coelho que nunca chegou a meter os pés em tribunal para responder neste caso.

Todos nós sabemos que quando mete gente grande do poder político da república nunca há um fim a impunidade, sobretudo nas repúblicas e o caso português é  um exemplo disto porque além da quase certeza da anulação do julgmento da Face Oculta devido a destruição indevida das escutas já está a ser preparado outro processo para aumentar a venda de jornais e as conversas nas redes sociais que vai ser uma de rei morto, rei posto e vamos ver se ainda o caso das sucatas ainda não vai dar mais paleio pelo caminho.

Estes amigos são gente do pior e o mais certo é virem cá para fora, mas se fosse um otário a roubar uma lata de sardinhas já era considerado pela justiça da república, um biltre dos piores a face da Terra e pelo que tenho lido depois da Face Oculta do PS, vai aparecer a Face Oculta do PSD chamada BPN que vai dar mais ainda do que falar do que aquilo que já deu e não foi assim tão pouco quanto isto, e não sei porque tenho algo que me diz que o caso das sucatas ainda vai voltar a berlinda da imprensa e das redes sociais.

Cada vez entendo menos a justiça da república porque não mesmo para a etender porque se um de nós formos a tentar perceber o que se passa com a justiça da república nos dias de hoje, depressa dá em maluco porque ninguém a entende e se calhar acba por ser como a famosa citação que presumo tenha sido sobre a Guerra da Crimeia que assim dizia: "Conheço 3 pessoas que percebem isto; uma já faleceu, a outra endoidoceu e outra não sei quem é" e a injutisça em Portugal é tal e qual assim e depois ainda dizem que Portugal é um estado de Direito e nem sei o que mais, mas só se for direito a ser corrupto na alta roda porque de resto o direito não existe.

E como sempre as perguntas sem resposta: Quem é a face oculta da Face Oculta ? Afinal o que é justiça em Portugal ? Andam a brincar com quem ? Afinal para que raio foi feito o 25 de Abril ? Quando é que esta novela acaba ? Será que tem alguma ligação com o caso BPN ?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

Os cadernos eleitorais do PS para as eleições primárias para ver quem é o candidato do PS para o lugar do Führer Coelho estão cada vez mas parecidos com os cadernos eleitorais do Estado Novo porque para quem não sabe ainda, os mortos também votavam no Estado Novo devdo ao facto da lei eleitoral da altura dar como voto favorável ao regime qualquer abstenção.

Mas neste caso não se trata de converter a abstenção em voto favorável, mas sim algo de muito mais perverso que é transformar militantes já mortos ou emigrados em votantes válidos como estivessem vivos ou em território nacional através do pagamento de quotas em atraso que chegam a ser de vários anos de quotas em atraso e depois de casos de mortos com quotas pagas em dia na federação distrital de Braga, agora na sua congénere de Coimbra está acontecer o mesmo quando o conselho de jurisdição está a investigar o que aconteceu em Braga.

Este circo que está a acontecer no PS está a facilitar e muito a vida a estrela binária que está no centro do poder político da república e vai e está a servir de almofada para que continue no poleiro por mais 4 anos mesmo que sejam os piores canalhas a face da Terra e o PS em ve de estarem de facas em riste como é o seu hábito, deveria era de pensar em arranjar uma forma de desalojar a estrela binária do poleiro caso se considere um partido da oposição, mas estão mais entretidos a atirarem pedras ao desgoverno quando eles assinaram também o pacto da troika e ao mesmo tempo que apesar de terem telhados de vidro e lançarem pedras; estão-se a trair mutuamente.

Esta situação do PS parece mais com uma eleição na maçonaria particularmente renhida e que corre o risco de correr mal como foi o caso da Casa do Sino porque o PS está a esquecer a naçãoe está apenas virado para si mesmo e ao mesmo tempo se vai vendo que Costa não passa de um Socratista tal como Seguro e estas primárias é mais para ver quam consegue ser mais socratista do que o próprio Sucateiro Sócrates que fez o favor de abrir caminho para a austeridade e ninguém de topo no PS quer assumir as culpas e anda em jantarinhos com o sucateiro; enfim, são todos bons rapazes embora sejam mais mafiosos do que aqueles que vêm retratados em "O Padrinho".

E ficam as minhas perguntas: Afinal o que se passa no PS ? Que circo vem a ser este ? Quem é que fica a ganhar com este circo ?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

Durão Barroso nomeia Vítor Gaspar como conselheiro da UE

 

 

 

 

 

Ex-ministro das Finanças vai presidir ao Grupo de Alto Nível para a Tributação da Economia Digital, um cargo não remunerado.

 

 

 

 

 

 

(Fonte: Público)