Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Opiniões e Críticas Secretas

Opiniões e Críticas Secretas

Como se costuma dizer, quando é para descer todos os santos ajudam e outro provébio diz que ladrão que rouba ladrão tem 100 anos de perdão e hoje se soube que estes dois provébios nascidos da enorme sabedoria popular têm razão em existir e sobretudo podem andar juntos de mãos dadas quais dois irmãos.

E hoje se soube que um dos economistas do FMI que por acaso reside em Lisboa foi assaltado nesta semana de reunião da troika no eléctrico 28, conhecido por atravessar toda a Lisboa Antiga ou pelo menos boa parte da Lisboa Antiga do fado e das sardinhas e também conhecido por já ter mais carteiristas do que a Assembleia da República e o Metro em conjunto e este senhor nascido na linda pátria de Strauss e de Mozart ficou sem a carteira, pela segunda vez, no 28 e o cidadão em causa é o cidadão Albert Jaeger e o segundo assalto foi durante o dia de hoje, quarta feira 29 de Agosto de 2012.

Acontece que nestes dias vem a troika do FMI ver se o assalto de Passos Coelho e a sua quadrilha enche bem as medidas do FMI da UE e estes carteristas apenas roubaram um dos muitos ladrões dos nossos salários e dos nossos direitos mais invioláveis que nem sequer Salazar teria coragem de cortar, assim mostrando a verdeira faceta da pseudo-democracia portuguesa e estes dois carteiristas fizeram algo que ninguém conseguiu fazer que foi reter parte do nosso dinheiro ganho com o suor do nosso trabalho e ladrão que rouba ladrão tem 100 anos de perdão e se a magnâmina ordem é dada a quem faz valorosos serviços a favor da pátria e da nação; então descubram de forma discreta e quem sabe maçónica quem foram os respectivos autores dos roubos e lhes deem a maior condecoração da república porque estes dois carteiristas fizeram mais pelas finanças nacionais do que todos os ministros e restante canalha da república.

Todavia este mesmo assalto mostra a imagem real de Portugal onde a criminalidade relacionada com burla, roubo e afins aumenta de forma extrema em especial graças aos planos de austeridade e quem sabe assim com um grande a ser assaltado no 28, a mui antiga carreira de transportes urbanos da mui nobre e sempre leal cidade de Lisboa passa a ter segurança a sério porque só quando as coisas chatas chegam aos grandes é que se lembram que algo de podre existe nesta república de seu nome Portugal.

Como sempre ficam as minhas perguntas de sempre: Será que agora passamos a ter mais segurança no 28 ? Aonde pára a polícia ? Que país é Portugal ? O que a Carris faz as receitas dos bilhetes e passes ? E se tal tivesse acontecido a alguém da arraia miúda aparecia nos jornais ? Será que temos que dar a condecoração máxima a estes carteiristas que nem 1% roubam se forem comparados aos carteiristas de S.Bento ?

Com que imagem fica Portugal ?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

Lisboa: Carteirista foi apanhado quando tentava fugir do local 

Turista esmurra carteirista no eléctrico

Um carteirista, de 38 anos, foi anteontem agredido pelo turista a quem tinha roubado a carteira momentos antes, no eléctrico nº 28 em Lisboa. O ladrão teve mesmo de ser transportado ao hospital.

 

 

eu normalmente ando a pé pro causa do custo dos transportes, mas já basta uma tarifa de bordo nos eléctricos custar 3,50 € e ainda queriam gamar mais o otário do turista, murro bem merecido