Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Opiniões e Críticas Secretas

Opiniões e Críticas Secretas

Hoje, dia 21 de Junho completa um mês exacto que eu saí do teletrabalho e voltei a uma suposta normalidade laboral porque já não aguetava estar trancado em casa e das poucas vezes que saía ver tudo fechado sendo ainda por cima um adepto do ruído citadino e com a terceira fase da reconstrução/desconfinamento.

No meio desta terceira fase de reconstrução apareceram umas bestas a fazerem ajuntamentos sem quaisquer distâncias ou outras medidas de segurança porque o próprio governo da república abriu o precedente ao permitir o 1º de Maio da CGTP ou a manifestação do SOS Racismo ainda antes da terceira fase do desconfinamento  quando já se sabia que o grande núcleo de novos casos de Covid-19 era a área de Lisboa e Vale do Tejo.

Este conhecimento atrasou a terceira fase na zona mais populosa de Portugal e assim que esta começou, começou o disparate, ou seja as festa de Verão sem licença e os casos de contágio explodiram como os "suecos do Covid-19" fosse o Brasil ou a Itália na sua pior fase; mas ninguém tem coragem para decretar uma cintura sanitária na Área Metropolitana de Lisboa onde só pode sair do respectivo concelho para trabalhar, prestar assistência a familiares, ir ao médico ou a farmácia e outras situações essenciais e nada de praia ou festas.

Para decretarem tal cerca ou cintura sanitária devem estar a espera que a situação do Covid-19 fique mesmo descontrolada na Área Metropolitana de Lisboa e quando isto acontecer, não se queixem porque está numa de contar com o ovo no cu da galinha e os erros do passado ainda recente não foram aprendidos suficientemente.

Mas quando uns animais são mais iguais que outros e há uma DGS que acha bem que venham para Portugal jogar os jogos decisivos da Champions League sem mencionar se os mesmos serão a porta fecha ou se vão ter lotação mesmo que seja limitada e a mesma DGS nem sabe o que diz porque o que ela diz num dia, no outro já se contradiz e a mesma nada diz sobre ajuntamentos antes do final do desconfinamento e numa verdadeira democracia ou comem todos ou não come ninguém e como uns quantos tiveram a liberdade de fazer uns ajuntamentos outros sentiram esta liberdade e esta permissividade abriu a caixa de Pandora dos ajuntamentos e agora, façam o favor de a fechar e de recolher todos os males do mundo porque acho que a esperança já se esfumou...

Este período de quarentena mostrou a verdadeira iliteracia de uma nação que deixa duas livrarias (uma delas até era editora) irem a falência porque ninguém compra livros e ninguém lê ou quase ninguém porque passam o tempo agarrados aos telemóveis e as redes sociais como o facebook ou youtube e passam a tempo a ver alguns vídeos de utilidade duvidosas e que mostra a  verdadeira ignorância da nação.

Vou por partes:

Devido ao pânico generalizado graças a incompetência das barbies da saúde que nunca souberam gerir a crise do Covid-19 e quem foram os verdadeiros heróis foi quem esteve no campo porque as duas bonecas foram as responsáveis pela crise que se chegou porque uma delas nunca apostou na prevenção e apenas em cálculos estátisticos e no fim se viu o que aconteceu e o que está acontecer e ai de quem apontar os dedos as duas senhoras que levar logo com todas as pedras da calçada.

Este mesmo pânico fez o álcool e gel de álcool sumirem-se dos supermercados acompnahados de papel higiénico e as máscaras cirúgicas subirem para preços loucos que quase ninguém poderia comprar até haver alguns locais que tiveram alguma sanidade de baixar os preços um pouco para tornar estes produtos um pouco mais acessíveis e durante a fase pior do confinamento se começou a falar no pós-desconfinamento e nas máscaras ditas sociais.

Pois bem além das negociatas com os tubaraões nortenhos dos téxteis apareceram uns génios de casa de banho a espalharem pelo facebook a dizer que um simples papel de filtro como dos filtros de papel filtravam o coronavírus e estes idiotas que passavam o tempo a dormir na aula de ciências se esqueceram que o tamanho de um vírus ou das partículas virais em aerossol são menores do que a as particulas de café em solução que se faz numa cafeteira de filtro, ou seja, é inútil usar o filtro de papel para filtrar o coronavrius porque ELE PASSA PELO PAPEL e entra no corpo pelas vias respiratórias.

 

A segunda parte deste artigo tem a ver com uma situação que vi ontem quando tive que tratar de uns assuntos pessoas nas ruas de Lisboa e vi uma fila a porta de uma destas lojas de roupa da moda que não mantinha a distância de segurança que dava a volta a esquina ao mesmo tempo que não se sentam no banco do autocarro que tem as costas viradas para frente ou não vão beber um café com os amigos ou com os parentes devido ao perigo do contágio; o mesmo tipo de gente que vai aos magotes para as praias assar sem respeitar as mesmas distâncias e fico a pensar que é assim andam a cavar a sua própria sepultura.

 

Para encerrar este longo artigo: uma youtuber muito famosa da lusofonia que veio embandeirar em arco pela opção que muitas mulheres não terem filhos numa altura em que Portugal está meio duma depressão porque há uns idiotas do governo que não sabem gerir a saúde e outros que não sabem evitar o contágio e Portugal, em especial a zona de Lisboa se tornar numa espécie de Brasil da Europa em termos de Coronavírus e se esquecendo que cada vez a população está mais velha, cada vez há menos braços para trabalhar, não existe renovação geracional e por consequência a idade da reforma vai aumentando e a dita youtuber em vez de ser armar em iluminada, deveria era de dar energia positiva a nação e não armar-se em esquerda caviar Beluga e se qeuria criticar alguém, então criticasse quem tem sido idiota ao longo desta crise pandêmica e pelo visto, o confinamento fez mesmo mal a esta senhora porque pelo que senti na pele este tipo de opção da origem a chefias prepotentes, depressões extremas e vícios que enchem as clínicas de desentoxicação... enfim pensamentos dos iluminados dos quais um grande pensador alemão já nos alertava há praticmente 200 anos atrás...

 

Ansi Parlait Nietzsche

 

Com os números da pandemia se mostrarem relativamente controlados com a excepção de Lisboa, a DGS saiu-se com mais uma das suas directivas que me fez pensar seriamente na qualidade dos seus investigadores, ou se pelo menos, não estarão a precisar de um longo período de férias para repousarem depois desta situação de pandemia.

Saiu uma directiva da DGS a dizer que mães que sejam portadoras do Covid-19 podem dar leite materno aos recém-nascidos e eu fiquei assim meio com a boca aberta ao ver como alguém de tanta responsabilidade se esqueceu de algo tão básico das aulas de biologia que é o princípio básico que tudo que as mães assimiliam passam para o leite materno e até uma das formas de prevenir que os filhos de mães seropositivas não fiquem seropositivos é... não tomarem leite materno além de se recomendar a cesariana no caso particular do HIV.

Está visto que a DGS está mais para uma espécie de estenógrafo/fonógrafo da OMS em vez de ser uma entidade independente em que age em função do território de actuação em vez de seguirem entidades supranacionais que não têm qualquer conhecimento de campo e apenas fazem recomendações gerais.

Estes especialistas de saúde têm mesmo que voltar aos bancos das universidades e voltar a lamber papel e deixarem de ser simples araras de recomendações gerais porque se são assim qualquer um vai a um qualquer motor de busca pesca a recomendação que lhe recomendar e vive segundo esta recomendação e se um médico abandona os seus estudo e passa o tempo a seguir recomendações de forma cega em vez de se adpatar as situações que lhe vão surgindo e aplicando o tratamento certo então não é nehum médico e qualquer um pode ser médico.

Atitudes estranhas de pessoas de responsabilidade numa altura tão grave para a nação e que qualquer pessoa com o mínimo de capacidade mental fica a pensar quem foi a inteligência rara que pagou os estudo a estas aves raras ou quem foram as aves raras que nomearam estas aves raras que erram tanto para cargos de reponsabilidade....

 

Hoje ainda estou em estado de choque por causa do caso da Valentina e nem vi o Telejornal nem o Jornal da Tarde e nem vi muito a conferência da imprensa com as bonecas da saúde porque ontem me deitei cansando apesar de não ter trabalhado ontem e quis acordar tarde de propósito.

Só vi os números há pouco e foram números interessantes e nem vale a pena falar o que aqueles cromos falam porque é uma chuva de disparates pegados onde nada se aproveita e as vezes chego a pensar que não passa tudo de uma grande mentira digna de algum livro distópico porque as contradições são mais do que muitas e estas contradições deixam qualquer pessoa a pensar.

Foi um dia que fiz por evitar as notícias mais dolorosas e deu para ver que esta reconstrução é uma tremenda trapalhada e que a corda vai romper para o lado mais fraco e que se voltou a ter uma nação dependente da sopa do Sidónio ou algo semelhante e das vezes que isto aconteceu houve sempre revoltas em Portugal.

Não sei se a Gerigonça tem noção do efeito borboleta causado pela incompetência descarada da DGS e do ministério da saúde e do que em caso extremo pode se gerar quando em termos políticos uns são filhos e outros são enteados mesmo sendo de partidos diferentes só para se manter um regime de mentira e isto é regredir 60 anos na História de Portugal e pensei que o 25 de Abril fosse exactamente o oposto.

Sinto-me cansado de tnata ignorância numa nação que não tem eira nem beira e onde o povinho não passa de um rebanho de ovelhas e borregos obedientes do regime como era antes do 25 de Abril até aparecerem umas ovelhas negras e começarem a deitar tudo a perder e o regime mudar e parece que querem que apareçam estas ovelhas negras e acontece que a História Universal mostra quando são as ovelhas negras que se mostram supostamente ser o oposto de uma regime que se diz democrático, a coisa acaba sempre mal...

Por favor leem mais e revejam a matéria de História escrita por verdadeiros historiadores e não doutrinadores como aquele racista do Livre que foi para a Telescola revisitada....

Hoje não vi a conferência de imperensa porque isto de estar a fazer serão a trabalhar em casa a fazer backoffice queima os neurónios e a fadiga caiu toda hoje em cima do meu corpo e cérbero e nem tive paciência para aturar as barbies que se dizem sucas mas são piores do que a madeira de algumas cadeiras do IKEA.

A principal dela disse que o vírus se ia controlando, como não fosse obrigação das entidades de saúde fazer o controlo de uma qualquer pandemia e mostrando mais uma vez prova da sua  tremenda incompetência para o cargo e mais uma vez os números voltam a subir, o que mostra que Portugal não é nenhum exemplo para ninguém e é apenas mais um exemplo de incompetência e é a prova que em última instância a OMS e a ONU precisam de uma limpeza nas suas lideranças incompetentes.

Os países que sim são os verdadeiros suecos do covid-19 tornaram o uso da máscara obrigatório e o acesso a estas acessível bem como o uso generalizado de gel de álcool e o resultado foi um controlo eficiente e não a miséria que se passa no chamado mundo civilizado que mais parece um bando de baratas tontas e que em alguns países os governos são ainda baratas mais tontas.

E pelo que sei os vírus não são formas de vida e nem tomam a pílula nem usam preservativo, então como é que este se controla...bem acho que a ministra da saúde anda a tomar umas coisas estranhas semelhantes as mesmas coisas que os Pink Floyd ou os Beatles ou os The Doors tomavam nos seus picos de carreira.

Estas duas senhoras não têm competência e são urgentes medidas de controlo antes que Portugal chegue ao nível da Itália porque se estas medidas não forem impostas, sim Portugal vai ficar mesmo infectado e ainda apanha alguem do poleiro na leva porque continuam na mesma a contar com o ovo no dito cujo da galinha em vez de tomarem medidas de acção de forma em controlar esta pandemia antes que a vacina apareça...

 

Tolos são aqueles que elogiam as duas tolas da saúde.

Com o chamado isolamento social, todas as actividades consideradas de risco e/ou que sejam propícias a ajuntamentos estão supsensas como eventos públicos ou as aulas escolares.

E neste ponto as mesmas têm que ser dadas a distância a todos os níveis de ensino e depois da febre do Mangalho com nome de navegador português ao serviço do reino de Espanha e que não chegou a terminar a viagem que foi uma das grandes "obras" do Sr. Sócrates Pinto de Sousa (eh lá, o herói da Ana Gomes também não é Pinto??) que para funcionar como deve ser, se tinha que ser um verdadeiro McGyver dos computadores e ter-se a pachorra do Mr. Robot para se lidar com tal dispositivo que pouco mais servia do que para jogar por que se carregasse muito a memória do dispositivo o mesmo queimava.

O mesmo dispositivo só dava para se escrever alguns textos em Word e jogar uns jogos para quem tivesse até 10 anos de idade, porque trabalhar com imagem no mesmo dispositivo era um desafio hercúleo e eu tive que ajudar e com todo o gosto uma colega minha do último curso do IEFP que frequentei a fazer um trabalho com imagem num Magalhães e foi um pesadelo mesmo para mim que já tinha formação informal na área num emprego que tive no passado.

E menciono um dos maiores buracos socialistas porque uma fatia generosa dos alunos da escolaridade obrigatória não tem acesso a meios informáticos nem a internet e quando milhares correm o risco de encherem os cursos do IEFP para ganharem um extra durante algum tempo, aparece o primeiro-ministro a prometer um computador para todos já para o próximo ano lectivo.

Esta promessa me fez lembrar o Mangalho e ao mesmo tempo me fez lembrar que todos os operadores de internet móvel têm agora tráfego limitado e quem tinha contratulizado tráfego sem limite ainda mantém estas condições mesmo que renove a fidelização o qual ainda não me foi proposto apesar de estar próximo dos dois anos de contrato, mas esta situação do coronavírus altera tudo que é regra.

Gostava de saber que chá ou que produto estranho o senhor presidente do conselho usou para ter tamanha ideia quando a nação está a braços com a maior pademia desde da chamada Gripe Espanhola porque as suas barbies da saúde não souber prevenir os contágios e estes confinamentos provavelmente ainda irão fortalecer o vírus porque este vai voltar reforçado pela gripe sazonal ou outra qualquer maleita corrente.

Deixo apenas um comentário final e uma recomendação: 

1) Não se fiem nas barbies da saúde porque de saúde elas não pescam grande coisa e pensem sempre ao contrário do que elas dizem

2) Vejam os videos de João Tilly no Youtube

 

 

Ansi on  parlait Nitzsche

 

Nem sei porque tempo a ver os reportes da evolução da pademia do Coronavírus porque ao ver aquelas duas barbies que cada vez que falam da evolução da pandemia não acertam nenhuma e se baralham mais com as previsões do suposto pico.

Agora as duas dondocas dizem não saber quando é que a sitaução normaliza e que vai ser algo que via durar meses e tal tipo de decalaração hipoteca o futuro de milhões de pessoas em Portugal e como não fosse suficiente ainda menorizam os casos que existem de Coronavirus  nos lares de idosos, sabendo que os idosos são um grupo de risco e passo-me algo de muito distópico pela mente se este menosprezar não é uma espécie de eutanásia nazi que está a ser feita aos idosos.

O garantido é que Portugal soma mais mortes registadas que o Brasil, que a situação está a ficar descontrolada e se for a seguir pelas duas barbies, bem mais vale pedir de novo o RSI porque não vou voltar a trabalhar nos tempos mais próximos porque as duas barbies não conta do recado nem os respectivos adjuntos e nem quero pensar se vamos entrar numa crise semelhante ao meio da década de 80 onde as falências eram mais do que muitas e a miséria estava ao virar da esquina.

Estas senhoras têm o dela garantido, mas quem está em casa não tem e elas apenas falam em confinamento e atiram datas para o ar como fossem prognósticos para o Totobola mas sem qualquer chance de acerto e se o confinamento social não está a conter a pandemia, então algo está a ser muito mal gerido por estas senhoras e tem que ser resolvido sob a possível existência de tumultos porque estes poderão aparecer por parte de quem quer o seu ganha-pão e não tem porque está confinado em casa.

Estas duas senhoras deveriam era de apresentar a demissão e levar com elas os respectivos adjuntos e deixar esta pasta para quem entende do assunto porque se não tivessem passado o tempo a contar com o ovo no dito cujo da galinha como a D. Graça Freitas fez; Portugal estaria numa situação muito melhor, mas esta senhora percebe menos de saúde do que um concorrente do Big Brother.

Já não suporto a situação que me encontro e se estas duas damas inúteis não têm solução para o problema do Coronavírus, passem a pasta para quem tenha a solução porque elas vão afundar a nação e não nos vamos levantar nem em em vinte anos.

 

Ansi on  parlait Nitzsche

Já estou a completar o dia número 7 de quarentena o que para mim tem sido cada vez mais insuportável cada dia que passa e depois ainda fico mais chateado com a incompetência que existe nos quadros dirigentes da saúde, mas em relação a isso, encaro da mesma forma como encaro as dores crónicas que tenho é uma questão de aguentar com a incompetência.

Todavia hoje vi algo nas notícias que me deixou mesmo com muitos maus fígados e sair do sério quando vejo uns idiotas, uns cretinos (estou a usar termos suaves) a encherem as duas pontes que atravessam o rio Tejo em Lisboa para irem a banhos para as praias do Algarve enquanto há centenas de pessoas trancadas em casa sem poderem ir trabalhar ou outras a trabalharem turnos seguidos em vários sectores essenciais do nosso quotidiano (tanto no posto de trabalho como em teletrabalho) e os que trabalham nos seus postos de trabalho estão sujeitos a serem contagiados por um dos mais traiçoeiros vírus alguma vez surgido a face deste pequeno píxel de vida chamado Terra.

Sim, fiquei mesmo passadinho da marmita e disse uns quantos palavrões porque enquanto fico em casa (que é um quarto alugado) sem condições para trabalhar em teletrabalho e fico em casa sem saber o futuro depois do final do mês, lendo os meus livros por ler, sem o prazer de uma leitura relaxante, mas algo para quebrar o tédio.

Os cretinos que foram a banhos se esqueceram que a nação está em estado de emergência e que só se pode sair de casa para: trabalhar, ir-se ao médico, ir-se comprar comer, ir-se a farmácia ou parafarmácia, comprar o jornal, meter o telemóvel no arranjo, ir aos correios, ir ao banco, ir a esquadra de polícia ou posto da GNR, pagar-se as contas no payshop ou multibanco e passear o cão.... e mais nada porque os restaurantes e cafés que estão abertos apenas servem em take-away.

Estes mesmos cretinos mereciam era: em primeiro lugar encontrar tudo fechado e serem corridos pelas autoridades locais, segundo levarem uma multa épica que no caso de não-pagamento envolvesse 12 pontos na carta de condução e apreensão das viaturas, e em terceiro colocá-los numa lista de doentes não-priotários caso apresentem sintomas de infecção por coronavírus.

Pode parecer polémica esta publicação, mas se trata de uma violação grave a um decreto do Conselho de Estado e como tal os incumpridores deveriam de ser punidos de forma mais do que exemplar para que não voltassem a repetir a gracinha.

 

Ao ver os relatórios diários sobre a pandemia do coronavírus, aquela espécie de tia da linha de Cascais que pensa que sabe do assunto mas que no fim das contas não sabe de nada de repente fez um exercício de regressão.

Mais um vez a D. Graça ou melhor falando D. Desgraça começou-se a armar em taróloga da TV e a prever o pico da pademia do Coronavírus que primeiro seria para Março, depois para Abril e agora é para Maio... e o mais grave desta música sem graça nenhuma é que a mesma senhora disse que os peritos que fazem este suposto trabalho são matemáticos e outros licenciados dentro da mesma área e são eles que fazem os cálculos e ela  ainda mencionou em vez de pico de pandemia .... planalto.

Esta declaração de não ser ninguém com conhecimento de causa (infectologia, medicina ou ciências conexas) a fazer estes estudos e este fascínio por gráficos fez-me lembrar o ministro Gaspar das finanças que tinha tanto jeito para o cargo como tinha para falar e tinha sempre a pasta cheia de gráficos os quais apenas o próprio entendia.

Esta mesma senhora não falou da situação dos lares da 3ª idade onde existem vários casos pelo menos suspeitos de Coronavírus e onde já aconteceram casos mortais, censurados pelos jarrões do ministério da saúde e que o Sexta às 9 colocou a descoberto.

Esta mesma senhora e o secretário de estado da saúde que está mais para Ken do que para o cargo que exerce já nem sabe quantos testes de despiste foram feitos e quantos existem em stock, o mesmo programa mostrando uma chuva de contradições que deixa qualquer cidadão ou cidadã preocupado ou preocupada. Esta mesma contradição do SES mostra como tão mal gerida é a pasta detida por Marta Temido e não me venham com peninhas porque penas têm os pássaros e esta senhora nem sequer deveria de ter pegado esta pasta, estando em termos de incompetência no mesmo nível de Leonor Beleza ou Correia de Campos.

Agora é aguentar com as baratas tontas e ver que caminho levamos na saúde, mas não estou optimista, muito pelo contrário, estou bem pensamista enquanto não desinfectarem o ministério da saúde e as suas secções conexas destas baratas tontas....

 

Ansi on  parlait Nitzsche

Esta epidemia do Coronavírus é pedra de toque que faltava para provar a incompetência da gerigonça para ser governo por um lado e a inutilidade da república como regime no seu todo.

Mas a inutilidade da república já era um facto conhecido e até que se vivia bem desde que se ignorasse o ser que estivesse na Casa Rosa ali perto dos Pastéis de Belém e Starbucks de Belém (um dos melhores atendimentos de Lisboa) e vivêssemos apenas com aquilo que ia mais ou menos funcionando nem que fosse mal na república já de si inútil.

O cúmulo da incompetência e da inutilidade são aquelas duas dondocas da saúde que parece que percebem muito de saúde mas no fim das contas não pescam nada do assunto e ficam a contar com o ovo no dito cujo da galinha e não tiram ilações do que foi no passado ainda recente se fiando na Virgem e nunca correndo, apenas se lembrando de impostos puramente ideológicos e sem razão de ser.

Pois bem a bomba estoirou, uma bomba chamada Covid-19 ou Coronavírus que apanhou as cabeças pensantes da república com as calças na mão e as dondocas da saúde em vez de tomarem medidas preventivas como a criação de alas de isolamento (ver casos da Gripe A ou do SARS) antes que o vírus chegasse a Portugal para haver a maior contenção possível e colocar de quarentena quem chegasse dos países afectados; pura e simplesmente não fizeram nada até que esta nova peste se espalhasse e agora aparecem apelos dos hospitais que dizem não ter meios...

E fico a pensar o que andam a fazer ao dinheiro dos impostos e por onde param as cativações do Centeno e se chegou ao ponto do controlo ser feito a nível local ou regional e terem que ser privados a se chegarem a frente para ajudar com duas excepções: Religiões e Santa Casa.

Outra pessoa que tem fama de ser a grande heroína de Portugal está enfiada no seu solar de Bruxelas e não deve sair de lá nos tempos mais próximos e não sendo eurodeputada gostava de saber quem lhe paga as contas porque Bruxelas é uma cidade muito mais cara do que Lisboa ou Porto.

A estupidez de alguns iluminados de colocarem as fichas todas do "milagre económico português" no turismo veio ao de cima com os negócios que estavam dependentes do turismo a se afundarem que nem um prego de chumbo em água e sem quaisquer prespectivas de melhoras nos tempos mais próximos tendo que esta nação acordar para a realidade e que o turismo é apenas uma sobremesa para o tecido económico e que não é a sobrevivência da nação nem nunca foi, mas sim foi e é uma indústria esclavagista.

A ver vamos como Portugal vai sair desta crise, quais as consequências da mesma e se não acabamos por ter um tetra da troika a conta da dependência do turismo para injectar dinheiro na economia nacional com as consequências que todos nós sabemos e vamos ver se os apoiantes da gerigonça ainda vão beijar a mão da mesma.

 

Ansi on  parlait Nitzsche