Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Opiniões e Críticas Secretas

Opiniões e Críticas Secretas

A esquerda espartaquista que se uniu ao PS para derrubar o governo do Führer Coelho parece que está ainda sob o efeito de algum anestésico forte porque ainda não viu que Costa não vai dar tudo aquilo que a esquerda queria e usava como suas bandeiras principais como o caso da redução das sobretaxas de IRS apenas para falar o mais doloroso no bolso dos portugueses comuns.

Nada que eu não esperasse porque com os socialistas não se pode esperar nada de bom, muito pelo contrário apenas podemos esperar tudo de mau e de infame que nos possa passar pela cabeça sem ser preciso ser um grande teórico da conspiração, apesar disso a greve do metro foi desconvocada embora ainda hajam outras marcadas todas contra a privatização dos transportes públicos das duas maiores cidades da república e que poderia valer uma entrada de dinheiro fresco nas respectivas empresas cronicamente deficitárias e cujo buraco é tapado com o dinheiro dos nossos impostos.

A privatização está na cabeça dos socialistas embora seja feita em moldes diferentes das ideias que o governo de Passos Coelho queria e com estas crispações lactentes entre o PS e as suas bengalas não estou a ver o governo de António Costa durar mais do que seis meses porque este é o tempo que o presidente da república precisa de esperar para dissolver o parlamento e convocar novas eleições gerais no mais breve trecho possível como manda a lei fundamental que tem sido evocada por tudo e por nada.

Vamos ver se a esquerda que se diz defensora dos mais fracos e da classe operária e por aí fora se vai manter a cassete ou se se vai render aos encantos do antigo edil da maior autarquia da república e neste segundo caso como é que as direcções partidárias irão esplicar aos seus militantes e simpatizantes que assinaram acordos que afinal não passam de prolongar da austeridade imposta por Passos Coelho a ordens de Berlim e que afinal mais valia terem ficado quietos e terem deixado o governo Passos Coelho acabar o seu segundo mandato; mas não nos podemos esquecer que quase todos são doutores, mas são daqueles doutores que quando vão a um concurso de televisão nem sabem quem foi o primeiro rei de Portugal ou coisa parecida e com tão raras inteligências como pode andar para a frente a nação que leva quase mil anos de idade e tem sido tão mal tratada nos anos mais recentes com governos de competência duvidosa.

Nestas jogadas sabemos quase todos que há sempre poderes escondidos e que são estes que mandam em Portugal porque quase nem adianta se ir votar porque vão sempre votar nos mesmos em vez de votarem numa outra qualquer força política que não sejam os mesmos, mas que não seja o PAN, porque o caso do PAN é mesmo aquilo que podemos chamar um partido de empatas ou que só serve para encher chouriços porque ainda não os vi a lançar uma ideia para ajudar a nação e estão mais preocupados com os bichinhos do que estão preocupados com as pessoas.

Estou numa de expectativa para saber qual vai ser a resposta da esquerda em relação as medidas anunciadas pelo desgoverno dos socialistas e para ver se o PC através da CDU vai votar a favor de mais austeridade e assim caia a máscara e mostrem a verdadeira face da CDU e todos os partidos que derrubaram Passos Coelho porque nem a portagem das SCUT vai tirar e e vai manter a situação tal como estava nos tempos de Passos Coelho e vamos ver agora como é que a esquerda vai reagir porque ainda está em choque com a queda do chavismo na Venezuela e tem enviado mensagens de apoio a um ditador em queda e nas costas deles, o Costa faz o que quer como fosse o dono do terreiro e não dependesse de ninguém para ser Führer de Portugal e quem votou na esquerda espartaquista deve estar a pensar agora na bodega que fizeram ao correr com o Coelho do poleiro porque afinal, o Costa é mais do mesmo e nada vai mudar a não ser que mudem as moscas porque o estrume continua a ser o mesmo e ainda vamos ver a troika a entrar de novo e de novo vamos ver um governo a cair e desta vez provavelmente teríamos eleições gerais e duvido que desta vez houvesse uma maioria de esquerda porque muitos eleitores se vão sentir enganados pela esquerda que está a servir de bengala a um governo do PS que cada vez está mais parecido com o governo anterior e a coisa ainda vai ficar pior.

E ficam as minhas perguntas de sempre: Quanto tempo vai durar o governo de António Costa? Qual vai ser  a reacção da esquerda espartaquista as traições de Costa? Será que este novo governo vai durar 4 anos?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

Depois das empresas e dos depositantes e dos investidores de todos os calibres desde do otário que compra 10 acções para ganhar algum passear até ao Algarve numa escapadinha de dois dias até aquele que é chamado de accionista de referência ter ficado a arder e como quando são as grandes desgraças, quando a desgraça toca, toca todos agora tocou o desgoverno da república.

Na altura em que oficialmente o desgoverno colocou um ponto final a centenária existência do Banco Espírito Santo, vários membros do governo de Passos Coelho tinham no GES quer via contas bancárias, quer via acções mais de um mlhão de euros e os que tinham acções, são acções de empresas do GES que faliram e os depósitos ultrapassam o fundo de garantia do Banco de Portugal porque são todas acima de cem mil euros (um pequeno detalhe, cobram imposto de 20% nos prémios dos jogos sociais quando estes ultrapassam os 5 mil euros e temos políticos com mais de 100 mil euros só no BES, dá que pensar).

Os membros do governo em risco de perder dinheiro com a quda do GES são 16 e as contas acima dos 100 mil são pertença de 6 membros do actual governo e não se sabe quem são embora a lei protuguesa em relação aos depósitos bancários mesmo aqueles que são acima do limite da garantia é relativamente flexível se comparada com as directivas europeias e há algumas ressalvas que protegem estes super-depositantes.

Era interessante saber quem são os governantes que ficaram a arder com a queda do GES e saber qual foi a sua reacção quando sentiram os calcanhares apertados e o receio de perder parte generosa das suas poupanças e depósitos de outras origens conseguidos muitos a nossa conta e talvez tenha sido por isso que se mexeram, mas o controlo de danos parece não ter sido o suficiente e a coisa está preta para alguns membros do governo que poderão ficar com as calças na mão ou perto disso e vamos ver como vai ser a verdadeira reacção do desgoverno do Führer Passos Coelho depois desta grande descoberta.

E ficam as perguntas de sempre: Quem vai pagar este buraco ? Quem são os governantes que vão perder dinheiro com a queda do GES ? Como foi possível se chegar a esta situação ? Quem são os os culpados ?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar

Moderação fiscal ou impossibilidade orçamental?

 

 

 

 

 

A redução da sobretaxa do IRS pairou durante todo o dia em cima da mesa do Conselho de Ministros. Mas ao fim de mais de 17 horas, ainda não havia sinal de fumo. Nem branco nem preto. As negociações seguem dentro de momentos.

 

 

 

 

 

 

(Fonte: Público)

Finalmente, depois do antigo ministro da Ciência e Ensino Superior, Mariano Gago ter dado forte e feio no conceito de praxe ao considerar um acto fascista e Miguel Sousa Tavares também seguiu na mesma linha de pensamentos do antigo ministro; e agora aparece o secretário de Estado da Juventude e Desporto, Emídio Guerreiro e antigo aluno da universidade de Coimbra ao ser uma coisa que é rara para não dizer improvável neste desgoverno, que é o facto de ir directo ao assunto.

Emídio Guerreiro afirma que aquilo que foi feito no Meco aos 6 estudantes não foi praxe e sim actos ilícitos e devem ser punidos e este Emídio Guerreiro foi presidente da AAC tal como o antigo ministro e presentemente deputado do PS, Alberto Martins e nesta volta as associações de estudantes de todas as universidades da nação foram convocadas para uma reunião geral como o ministro da educação, Nuno Crato em que o assunto na mesa vai ser as praxes e  o Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas e o Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos também estão convocados e o objectivo destas reuniões é evitar a qualquer custo outra tragédia como aquela do Meco.

Se estão a tomar medidas contra os abusos nas praxes talvez tarde demais e não é só nas faculdades que tais abusos acontecem porque também existem praxes nos liceus (também conhecidas como escolas 2,3 ou  escolas secundárias) onde em alguns casos se cometem abusos que configuram o que convencionou chamar de bullying e que o ministério desconhece e que convinha arranjar forma de saber o que se passa também nos liceus porque muita coisa lá se passa e ninguém sabe de nada, sobretudo nos liceus públicos, mas nos meus tempos de estudante soube de praxes em liceus públicos e eu também fui praxado nos liceus privados onde andei embora a praxe nos privados se limitasse as primeiras semanas de aulas, poderia ser violenta, embora o máximo que eu tenha feito foi colar uns post-its nas costas a dizer "sou caloiro" ou algo semelhante ou a molhar as testas de algunos caloiros que quisessem ser praxados porque na privada só era quem queria; mas nos públicos a praxe era algo de "obrigatório" e raramente acabava bem e fora quando a pseudo-praxe continuava o ano todo, fazendo com que os alunos começassem a fugir de ir a escola e bons alunos em escolas calmas começassem a esticarem-se ao comprido com notas que nunca esperavam tirar e também neste caso tem que o ministério da educação investigar e bem.

E ficam as minhas perguntas de sempre ou quase sempre: Para que servem as praxes ? Porque não existe um padrão nas praxes para evitar tragédias ou comportamentos errados dos estudantes ? Do que esperam para que se evitem tragédias como a do Meco ? Vai ser feita alguma vez justiça ? Porque não vão também ver o que se passa nos liceus ? Será que os filhos desta nação podem estudar em paz e com qualidade ?

Como sempre vos peço para ler, comentar e divulgar